Suas emoções sabotam a sua imunidade?


 

Estresse excessivo pode atrapalhar as defesas do seu corpo

POR LAURA TAVARES – ATUALIZADO EM 27/07/2016

Que uma dieta desequilibrada afeta sua saúde você sabe. Que o sedentarismo favorece o aparecimento de doenças também. Mas você faz ideia da influência das suas emoções no seu sistema imunológico? Segundo o psiquiatra Alfredo de Marco, a descoberta de que a imunidade de um indivíduo não faz parte de um sistema autônomo aconteceu apenas a partir da década de 1980. “Estudos comprovaram que o sistema endócrino e nervoso, por exemplo, influenciam as defesas do nosso corpo pela liberação de hormônios, que estão diretamente ligados as nossas emoções”, explica.

Segundo o especialista, quando nos sentimos bem nosso corpo funciona de maneira equilibrada. Por outro lado, quando estamos em uma montanha-russa de sentimentos, promovemos a liberação de hormônios de maneira descontrolada, o que afeta não só nossas células de defesa como todas as funções orgânicas que desempenhamos. Para saber, então, se você sabe dosar o que sente ou se deixa o emocional afetar sua saúde, montamos o teste a seguir.

1/9
Quando percebe que tem muitas tarefas para realizar em um mesmo dia:

Fica calmo, cria uma lista de prioridades e vai eliminando as tarefas
Não consegue se concentrar muito tempo em uma mesma tarefa, pula o almoço e quase sempre não consegue terminar todas as pendências
Tem dificuldade de se organizar, mas atropela o nervosismo e elimina as tarefas
2/9
Quando você se olha no espelho:

Geralmente não gosta do que vê
Geralmente gosta do que vê
Reconhece que tem seus dias bons e ruins
3/9
Quando foi a última vez em que ficou gripado?

Mais de um mês
Menos de um mês
Faz tanto tempo que nem se lembra

4/9
Após um dia cansativo no trabalho, você:

Relaxa com atividades que lhe dão prazer
Tenta relaxar, mas vez ou outra pensa no trabalho
Não vê a hora de chegar em casa para terminar algo que ficou pendente
5/9
Como você costuma agir no primeiro dia de emprego?

Só conversa com quem chega até você e almoça sozinho
Fica tímido, mas procura maneiras de se envolver com as pessoas que sentam próximas a você
Tenta conhecer o maior número de pessoas que puder e pergunta se pode acompanhar um grupo no almoço
6/9
Suas refeições:

Dependem da correria do dia, então, não têm horário definido
São feitas sempre nos mesmos horários
Geralmente são feitas nos mesmos horários
7/9
Para você, o estresse:

Funciona como um agente motivador
É responsável por alguns de seus problemas de saúde
Às vezes sai do controle e atrapalha sua concentração
8/9
Você se considera satisfeito com seu corpo?

Sim, mas faria algumas mudanças se pudesse
Sim, mesmo sabendo que ele não é perfeito
Não e, por isso, tenta escondê-lo sob as roupas
9/9
Você pratica exercícios com que frequência?

Com a correria do dia a dia raramente faz atividades físicas
Pelo menos três vezes por semana
Pelo menos uma vez por semana