PLR – 2002


PLR – 2002

Fonte: IMPRENSA DO SINDIPETRO-RN

Em 2002, a empresa lucrou R$ 8,098 bilhões e provisionou para a PLR R$ 380 milhões, o mesmo valor do ano anterior, correspondente a 13,76% do montante dos acionistas, que foi de R$ 2,7 bilhões. O valor destinado aos dividendos corresponde a 28,2% do lucro líquido. O lucro foi inferior ao ano anterior, mais mesmo assim ainda exibia a robustez de uma empresa construída por um corpo profissional competente.

Na primeira proposta, a empresa ofereceu piso de R$ 7.600, até o nível 239 da tabela salarial do nível médio. A partir do nível 240, propôs aplicar um percentual de 3,96% sobre o piso. A proposta é rejeitada e a categoria desenvolve agenda de mobilizações.

A reação da categoria faz a empresa mudar sua proposta; mantém o piso de R$ 7,6 mil até o nível 210 e propõe um de R$ 7,8 mil para quem está entre os níveis 211 e 235 e outro de R$ 8,1 mil para quem estiver entre o 226 e 233. Garante ainda piso de R$ 8,3 mil do nível 234 ao 241. A partir do nível 242, a variação percentual proposta anterior. A proposta é rejeitada e nova reação da categoria faz a empresa avançar.

Na nova proposta conquistada, a categoria consegue unificar todos os pisos da proposta anterior em um só, de R$ 8,3 mil para todos os situados até o nível 241. A partir do nível 242, é mantida a variação já proposta. O sindicato indica aceitar a proposta.

Essa campanha da PLR marcou o primeiro embate do movimento sindical petroleiro com o governo Lula no qual o sindicato teve a necessidade de reafirmou o compromisso de fazer as lutas e priorizar as conquistas da categoria independente do governo que ajudou a eleger.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s