Partidos políticos registrados no TSE


Partidos políticos registrados no TSE|Legislação aplicável

Clique na sigla do partido político para ter acesso aos dados do diretório nacional da agremiação (endereço, telefone, fax, e-mail, site), bem como ao estatuto e suas alterações, e eventuais normas complementares.

Partidos registrados no TSE
0001 SIGLA NOME DEFERIMENTO PRES. NACIONAL Nº DA LEGENDA
1 PMDB PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO 30.6.1981 ROMERO JUCÁ, no exercício da presidência 15
2 PTB PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO 3.11.1981 ROBERTO JEFFERSON MONTEIRO FRANCISCO 14
3 PDT PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA 10.11.1981 CARLOS LUPI 12
4 PT PARTIDO DOS TRABALHADORES 11.2.1982 RUI GOETHE DA COSTA FALCAO 13
5 DEM DEMOCRATAS 11.9.1986 JOSÉ AGRIPINO MAIA 25
6 PCdoB PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL 23.6.1988 LUCIANA BARBOSA DE OLIVEIRA SANTOS 65
7 PSB PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO 1°.7.1988 CARLOS ROBERTO SIQUEIRA DE BARROS 40
8 PSDB PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA 24.8.1989 AÉCIO NEVES DA CUNHA 45
9 PTC PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO 22.2.1990 DANIEL S. TOURINHO 36
10 PSC PARTIDO SOCIAL CRISTÃO 29.3.1990 EVERALDO DIAS PEREIRA 20
11 PMN PARTIDO DA MOBILIZAÇÃO NACIONAL 25.10.1990 ANTONIO CARLOS BOSCO MASSAROLLO, presidente interino 33
12 PRP PARTIDO REPUBLICANO PROGRESSISTA 29.10.1991 OVASCO ROMA ALTIMARI RESENDE 44
13 PPS PARTIDO POPULAR SOCIALISTA 19.3.1992 DAVID ZAIA, no exercício da presidência 23
14 PV PARTIDO VERDE 30.9.1993 JOSÉ LUIZ DE FRANÇA PENNA 43
15 PTdoB PARTIDO TRABALHISTA DO BRASIL 11.10.1994 LUIS HENRIQUE DE OLIVEIRA RESENDE 70
16 PP PARTIDO PROGRESSISTA 16.11.1995 CIRO NOGUEIRA LIMA FILHO 11
17 PSTU PARTIDO SOCIALISTA DOS TRABALHADORES UNIFICADO 19.12.1995 JOSÉ MARIA DE ALMEIDA 16
18 PCB PARTIDO COMUNISTA BRASILEIRO 9.5.1996 IVAN MARTINS PINHEIRO* 21
19 PRTB PARTIDO RENOVADOR TRABALHISTA BRASILEIRO 18.2.1997 JOSÉ LEVY FIDELIX DA CRUZ 28
20 PHS PARTIDO HUMANISTA DA SOLIDARIEDADE 20.3.1997 EDUARDO MACHADO E SILVA RODRIGUES 31
21 PSDC PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA CRISTÃO 5.8.1997 JOSÉ MARIA EYMAEL 27
22 PCO PARTIDO DA CAUSA OPERÁRIA 30.9.1997 RUI COSTA PIMENTA 29
23 PTN PARTIDO TRABALHISTA NACIONAL 2.10.1997 RENATA HELLMEISTER DE ABREU, no exercício da presidência 19
24 PSL PARTIDO SOCIAL LIBERAL 2.6.1998 ANTONIO EDUARDO GONÇALVES DE RUEDA, no exercício da presidência 17
25 PRB PARTIDO REPUBLICANO BRASILEIRO 25.8.2005 EDUARDO BENEDITO LOPES, no exercício da presidência 10
26 PSOL PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE 15.9.2005 RAIMUNDO LUIZ SILVA ARAÚJO 50
27 PR PARTIDO DA REPÚBLICA 19.12.2006 ANTONIO CARLOS RODRIGUES 22
28 PSD PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO 27.9.2011 ALFREDO COTAIT NETO, no exercício da presidência 55
29 PPL PARTIDO PÁTRIA LIVRE 4.10.2011 SÉRGIO RUBENS DE ARAÚJO TORRES 54
30 PEN PARTIDO ECOLÓGICO NACIONAL 19.6.2012 ADILSON BARROSO OLIVEIRA 51
31 PROS PARTIDO REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL 24.9.2013 EURÍPEDES G.DE MACEDO JÚNIOR 90
32 SD
SOLIDARIEDADE 24.9.2013 PAULO PEREIRA DA SILVA 77
33 NOVO PARTIDO NOVO 15.9.2015 JOÃO DIONÍSIO FILGUEIRA B. AMOÊDO 30
34 REDE REDE SUSTENTABILIDADE 22.9.2015 JOSÉ GUSTAVO FÁVARO BARBOSA SILVA 18
35 PMB PARTIDO DA MULHER BRASILEIRA 29.9.2015 SUÊD HAIDAR NOGUEIRA 35
(*) Nos termos do § 1º do art. 58 do estatuto do PCB, para fins jurídicos e institucionais, os cargos de Secretário Geral do Comitê Central e de Secretário Político dos Comitês Regionais e Municipais equiparam-se ao de Presidente do Comitê respectivo.

Histórico dos partidos políticos (formato PDF)

Bancada na Câmara (eleição e posse)

Bancada no Senado

Registros de partidos políticos 1945 a 1979

Fidelidade Partidária

Propostas de Emmanuel Macron (Centro) e Marine Le Pen (Extrema Direita)


Marine Le Pen, da Frente Nacional (extrema direita)

  • Suprimir o ‘direito de solo’ para aquisição da nacionalidade francesa. Diferentemente do ‘direito de sangue’, o direito de solo é o princípio pelo qual uma nacionalidade pode ser reconhecida a um indivíduo de acordo com seu lugar de nascimento
  • Proibir o uso de símbolos religiosos em todos os espaços públicos e incluir o veto na legislação trabalhista.
  • Reimplantar a idade mínima para aposentadoria para 60 anos em vez dos 62 atuais.
  • Inscrever na Constituição a “prioridade nacional”, com criação de impostos sobre novas contratações de trabalhadores estrangeiros
  • Reduzir drasticamente a imigração legal de cerca de 200 mil pessoas por ano, atualmente, para apenas 10 mil
  • Retirar a nacionalidade francesa de pessoas com dupla nacionalidade investigadas por ligações com o islamismo radical
  • Reduzir o número de parlamentares, atualmente de 577 deputados e 348 senadores, para 300 e 200, respectivamente
  • Criar uma taxa adicional de 3% sobre importações de países que praticam concorrência desleal, o chamado “protecionismo inteligente”

Emmanuel Macron, do Em movimento! (centrista):

  • Exigir ‘ficha limpa’ de candidatos e proibir que parlamentares contratem familiares
  • Suprimir 120 mil vagas de servidores
  • Restabelecer o serviço militar obrigatório
  • Reduzir a proporção dos gastos públicos em relação ao PIB, com corte de 60 bilhões de euros (R$ 202 bilhões) durante os cinco anos de mandato
  • Implementar um plano de investimento de 50 bilhões de euros (R$ 169 bilhões), incluindo incentivos à formação profissional e à transição energética
  • Aumentar as pensões mínimas de aposentadoria em 100 euros (R$ 350,00) por mês.
  • Criar 15 mil vagas de prisão e contratar 10 mil policiais civis e militares
  • Criar mecanismo de controle de investimentos estrangeiros em setores industriais estratégicos
  • Lutar contra a otimização fiscal de grandes grupos de internet

Jean-Luc Mélenchon, da França Insubmissa (extrema esquerda)

  • Aumentar o salário mínimo em 16% para 1,3 mil euros líquidos (R$ 4,4 mil)
  • Implementar novas faixas do Imposto de Renda e criar alíquota de 90% para ganhos acima de 34 mil mensais (R$ 115 mil)
  • Reimplantar idade mínima para aposentadoria para 60 anos em vez dos 62 atuais.
  • Reunir uma Assembleia Constituinte para escrever, sob o controle dos cidadãos, uma nova Constituição.
  • Contratar pelo menos 60 mil professores, além de policiais e funcionários do serviço hospitalar.
  • Tirar a França da OTAN (Aliança do Tratado do Atlântico Norte), da OMC (Organização Mundial do Comércio), do FMI (Fundo Monetário Internacional) e do Banco Mundial.
  • Tornar inelegível para sempre políticos condenados por corrupção e permitir, por plebiscito, a revogação de mandatos políticos, inclusive do presidente
  • Investir 100 bilhões de euros (R$ 350 bilhões) em projetos de moradia, ecológicos e serviços públicos.

François Fillon, de Os Republicanos (direita tradicional):

  • Demitir 500 mil servidores
  • Acabar com a atual jornada de trabalho de 35 horas semanais, permitindo que cada empresa decida por meio de convenções coletivas. Em média, os franceses já trabalham 39 horas, mas isso é compensado com o pagamento de horas extras ou dias de folga
  • Inscrever na Constituição o princípio de cotas de imigração e reforçar o direito do solo, impondo uma série de condições, como escolarização e ausência de condenação penal
  • Aumentar a idade mínima de aposentadoria para 65 anos em vez dos 62 atuais
  • Suprimir os regimes especiais de aposentadoria
  • Reduzir os gastos públicos em 100 bilhões de euros (R$ 350 bilhões) no período de 5 anos
  • Acabar com o Imposto de Solidariedade Sobre a Fortuna (ISF), cobrado de quem possui patrimônio superior a 1,3 milhão de euros (R$ 4,4 milhões). O ISF gera receitas de mais de 5 bilhões de euros (R$ 17 bilhões)

Benoît Hamon, do Partido Socialista

  • Criar a chamada Renda Universal de Existência para pessoas (de jovens a aposentados) que ganham pouco menos de dois salários mínimos por mês (2,2 mil euros ou R$ 7,4 mil), com um complemento de renda de algumas centenas de euros
  • Investir 3% do PIB em pesquisas e desenvolvimento e 2% do PIB na Defesa.
  • Dar prioridade ao “made in France”
  • Criar uma taxa suplementar sobre os lucros de multinacionais
  • Aumentar a pensão mínima de aposentadoria em 10%
  • Autorizar a eutanásia
  • Legalizar o consumo da maconha para maiores de idade
  • Contratar 40 mil professores
  • Manter a cobertura de saúde de imigrantes ilegais e em situação precária, que representa gastos de cerca de 800 milhões de euros (R$ 2,7 bilhões) por ano
  • Reforçar o controle de gastos de parlamentares
  • Realizar plebiscito sobre o direito de votos dos estrangeiros (atualmente, apenas europeus podem votar em eleições municipais e europeias na França)

WhatsApp: como saber se a conta foi clonada?


(Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, utilize o espaço para comentários abaixo e escreva sua pergunta)

 

>>> Como saber se o meu WhatsApp foi clonado? 

Oi, Ronaldo! Como eu faço para saber se o meu WhatsApp foi clonado? Carlos Eduardo

 

Olá, Carlos Eduardo! Existem alguns casos confirmados em que a contas no WhatsApp foram clonadas, porém para que o procedimento tenha sido bem sucedido foi necessária a participação de funcionários da operadora de telefonia para que a linhas telefônicas fossem habilitadas em novos chips de celular (Sim card). Quando houver a clonagem a linha do assinante deixará de funcionar, e o WhatsApp irá exibir uma notificação alertando sobre a redundância de contas ativas em aparelhos diferentes. Um outro método simples, e que requer acesso ao aparelho, é sincronizar o WhatsApp web num outro smartphone –  não precisa ser hacker para fazer isso. Para verificar se alguém está acessando a sua conta do WhatsApp pelo navegador de internet usando outro aparelho, siga os passos descritos abaixo:

 

1 – Abra o WhatsApp e toque no ícone em formato de “três pontos”.

 

2 – Toque sobre a opção WhatsApp Web.

 

3 – Toque sobre a opção “Sair de todos os computadores”.

 

Para dificultar a clonagem da conta do WhatsApp, está disponível nativamente o recurso de verificação em duas etapas. Quando habilitado será preciso informar uma senha, dessa forma não bastará habilitar a linha num outro chip, pois será preciso informá-la para poder ativar a conta no novo aparelho. Mas vale salientar que se você esquecer a senha e não tiver indicado uma conta de e-mail para recuperação, não haverá como redefinir a senha e a conta no WhatsApp será perdida.

>>> É possível fazer uma instalação limpa do Windows 10 Creators Update?

Olá, Ronaldo! Sempre que uma nova versão do sistema operacional é disponibilizada para download, em vez de acumular instalações de atualizações eu prefiro formatar o HD e fazer uma instalação limpa. Eu posso fazer isso com o Windows Creators Update? Jonas Lima

 

Olá, Jonas! Sim, é possível realizar uma instalação limpa do Windows 10 Creators Update. No site da Microsoft está disponível o arquivo de instalação da nova versão do Windows, você deve fazer o download e salvá-lo numa mídia inicializável. O processo de instalação do Windows é idêntico as outras versões.

 

>>> A placa de vídeo NVidia Quadro FX 1800 não serve para jogos?

Eu tenho uma workstation da HP que veio equipada com a NVidia Quadro FX 1800, a estação de trabalho possuí um excelente desempenho para a edição de imagens e vídeos. Mas é horrível para jogos pesados. O que pode estar acontecendo? Lucas

 

Olá, Lucas! A placa de vídeo instalada na sua workstation é indicada para outro tipo de processamento gráfico. Ela pode ser utilizada para a execução de games, porém o seu desempenho será inferior se comparada com as placas de vídeo desenvolvidas para games.

 

Imagem: Reprodução/G1

Chapa 2 NF – Mudança e Renovação


JJJUN
T
T TOOOS
PEELLO
OO R
RRE
ES
SSG
GGA
AAT
TTE
E D
DO
SINDIPPE
ET
TTR
RRO
OO N
NNF
FF
DEMMMMMOCR RACIA
OOOOP
PPE
EER
RRRRÁ
ÁÁÁÁR
RRRRI
IIIIA
AAAA E
EE F
FFFFO
OOOOR
RRRRT
TTTTA
AAAAL
LLE
EEC
CCCCI
IIIIM
M
EEN
NNNNT
TTTTO
OOOO D
DAS
BASES

https://www.facebook.com/CHAPADACATEGORIANF/

As decisões devem ser tomadas nos fóruns democráticos da categoria para garantir o debate de ideias, sem mentiras nem acordos por cima das bases.

AÇOES IMEDIATAS

Eleição dos delegados de base (prevista no estatuto desde 2010) para garantir e ampliar a participação de todas as funções e bases na representação sindical, fortalecer a entidade
e promover a organização de base nos locais de trabalho.

Realização de Assembleia Geral Estatutária aberta à toda a categoria, com a participação dos delegados de base e da diretoria recém-eleita para deliberar sobre:

  1. Limitação do mandato sindical para no máximo uma eleição consecutiva.
  2. Autonomia aos departamentos, comissão de ética e conselho fiscal.
  3. Gestão de fundo de greve e calendário eleitoral definido estatutariamente.
  4. Mobilização da Categoria para enfrentar o desmonte da Petrobras, a entrega do Petróleo Brasileiro e o ataque aos direitos dos Petroleiros. 

    CANDIDATOS DA CHAPA 2
    Coordenação Geral Ana Paula Aramuni Téc. Química Transpetro | Cabiúnas
    Comunicação Roberto Jorjan Eng. de Equipamentos
    UO-BC | Imbetiba Ivana Pinheiro Téc. de Seg. Trabalho
    US-LOG/SMS | Edinc
    Cláudio Ferreira Téc. de Projetos UO-BC | P-25

  5. Administrativo
    Elder Simões Téc. de Operação Transpetro | Cabiúnas
    Francisco (Sertão) Téc. de Suprimentos
    UO-BC | Imbetiba
    Luciano Padilha Téc. de Seg. Trabalho UO-BC | P-19
  6. Saúde Erik Schunk Médico do Trabalho LMS/US-SOEP/SMS
    Rogério Borborema Téc. de Seg. Trabalho UO-BC | P-12
    Deise Nunes Téc. Química UO-BC | P-17
    Cláudio Ventura Téc. de Seg. Trabalho UO-BC | P-8
    Jurídico Edson Lima Téc. de Manutenção UO-BC | P-26
    Helder Caixeta
    Téc. de Operação
    Transpetro | Cabiúnas
    Rosângela Quintanilha Téc. de Suprimentos Aposentada
    Letícia Mothé Téc. de Projetos UO-BC | P-19
    Setor Privado
    Dimas de Moraes Téc. de Operação HaLiburton
    Faraday Paiva Téc. em Mecânica Schlumberger
    Washington Pereira Assist. de Planejamento HaLiburton
    Cultura
    Rodrigo Camargo Téc. de Inspeção UO-BC | P-08
    Glayson Canciler Téc. de Manutenção UO-BC | P-19
    Juliana Schwartz Téc. de Manutenção UO-BC | Imbetiba
    Suplentes
    Carlos Candinho Téc. de Operação UO-BC | P-37
    Cristiano Carnaval Téc. de Seg. Trabalho
    Poços| Imboassica
    Vanderlei de Carvalho
    Téc. de Manutenção
    UO-BC Plataformas
    Henry Tarcio Téc. de Manutenção
    UO-BC | Imbetiba
    Fernando Figueirôa Téc. de Estabilidade UO-BC | P-09/P-12
  7. Conselho Fiscal
    Cícero Figueiró Téc. de Manutenção Aposentado
    Eduardo Bastos Téc. de operação Aposentado
    Áquila Rodrigues Téc. de Seg. Trabalho Poços/SMS
    Marcos Paes Téc. de Manutenção Transpetro | Cabiúnas
    Miguel Santos Téc. de Operação UO-BC | P-33
    Márcio Oliveira Téc. de Projetos Aposentado
  8. Financeiro Aledala Cherene Téc. de Suprimento Aposentado
    Gustavo Mendes Téc. de Manutenção UO-BC | PCH-2
    Adeildo Santos F.° Inspetor de Segurança ISC /OSC | Edisp
  9. Aposentados Juarez Fagundes Soldador Caldeireiro Aposentado
    Ermezindo Cabral Téc. de Perfuração
    Aposentado
    Formação
    Edson (Batata)
    Téc. de Manutenção
    Aposentado
    Carlson Magno
    Almoxarife
    UO-BC | AL-05 Jocimar (Comandão)
    Téc. de Operações
    Aposentado

A CHAPA 2 da Categoria

  1. propõe a mudança do quadro atual, onde correntes partidárias dominam as entidades sindicais e impõem pautas em defesa da gestão da empresa, do governo e da precarização da PETROS em troca de cargos e benesses,
    causando sérios prejuízos à categoria petroleira.
    Sindicalismo Classista deve ser exercido por trabalhadores
    comuns por no máximo dois mandatos.

Trabalho de Base

Os partidos políticos são importantes, mas jamais podemos nos atrelar aos ditames deles, pois os mesmos têm objetivos diferentes do sindicalismo, enquanto o sindicato deve representar e lutar por avanços aos petroleiros, os partidos políticos lutam para conquistar e manter o poder a qualquer custo, inclusive subjugando o movimento sindical, restringindo direitos e atentando contra a PETROS.

Fortalecer e apoiar a organização por local de trabalho.

Defender a convocação de Assembleia Estatuinte para criação de estatutos democráticos que visem a mobilização da categoria e sua organização de base
como parte da estrutura sindical. Defender a eleição de comandos de mobilização da base para as lutas e apoio aos novos ativistas que surgirem.

Tornar o Sindicato Mais Presente na Vida dos Peroleiros

Setor Privado

TTTTr
rrrra
aaaab
bbbba
aaaal
LLh
hhhho
oooo e
EE D
DDDDi
iiiir
rrrre
EEi
iiiit
tttto
oooos
ssss I
IIIIg
ggggu
uuuua
aaaai
iiiis
ssss

Unificação das representações sindicais de todas as empresas terceirizadas pela mesma data-base do sistema PETROBRAS.
Ampliação da representação sindical com filiação de todos os trabalhadores do ramo do petróleo. Regime 14×21 para todos, PLR nas contratadas, direito de recusa, plano de cargos e estabilidade no emprego. Pagamento das horas-extras, RSR, atrasados e respeito às folgas.
Em Defesa da Petrobras e do Petróleo Brasileiro
Criação das Comissões de Base nos locais de trabalho.
Fomentar e organizar, com responsabilidade e democracia, paralisações e greves para conquistar direitos.

A Chapa 2 defende o Classismo

Independência política e financeira em relação ao Estado, ao Governo, às Empresas e aos Partidos Políticos. Uma direção sindical não pode ter dúvida de que seu papel é a defesa dos interesses dos trabalhadores. A direção deve trabalhar para a unidade da categoria, próprios e do setor privado, sindicalizados ou não.
Assista nossos vídeos:

CHAPA 2 DA CATEGORIA NF
A ingerência e o aparelhamento político favorecem a gestão temerária, a corrupção e a imobilidade sindical, com perdas irreparáveis à categoria Petroleira e aos interesses nacionais.
Os sindicatos e os trabalhadores precisam estar novamente mobilizados contra o desmonte da Petrobras e a entrega do nosso Petróleo.
É preciso que os Petroleiros estejam informados, mobilizados e confiantes para a luta que se apresenta. Só um sindicato voltado para o trabalhador e para defesa da Petrobras conseguirá a união de todos os Petroleiros para a luta.

CHAPA 2 NF FALE COM A GENTE
chapadacategoriaBC@gmail.com NF2 (22) 99288-6595

Ana Paula (22) 99747-0722
Edson Batata (22) 99778-8214
Márcio (22) 99773-2593
Caixeta (22) 99946-3893
Aledala (22) 99901-6469
Jocimar (Comandão) (22) 99902-1346
Borborema (22) 98801-4157
Ventura (22) 99969-7908
Jorjan (22) 99863-6071
Elder Simões (22) 98163-7703
Carlson (32) 9104-6900
Edson Lima (21) 96808-4449
Dimas (HaLiburton) (22) 99832-5761

Por eleições on-line, eletrônicas


BORBOREMA:
https://www.scytl.com/pt-br/products/pre-eleitoral/scytl-online-voting-eleicoes/

PORQUÊ UM DOS MAIORES SINDICATOS DA AL, AS ELEIÇÕES AINDA SÃO CONFUSAS E COM ESPÍRITO DE FRAUDULENTAS?

JÁ PODERÍAMOS ESTAR NA ÉRA DIGITAL COM TRANSPARÊNCIA, SEGURANÇA E DEMOCRACIA TÃO DEFENDIDOS PELA CUT E FUP?
CLARO QUE SIM!

O Scytl é o único provedor de votação pela internet que foi auditado por doze países.

O Scytl Online Voting reproduz um processo semelhante às eleições tradicionais, permitindo que pessoas com diversos níveis de proficiência em computação votem facilmente sem nenhum treinamento adicional. O sistema de votação on-line pode ser configurado para copiar qualquer estilo de cédula impressa e pleito.

VAMOS RESGATAR O SINDIPETRONF, VOTEM NA CHAPA-2.

Borborema – VAMOS RESGATAR O SINDIPETRO NF, VOTEM NA CHAPA-2.


BORBOREMA:
VAMOS APRENDER COM OUTROS PLEITOS E COM A CUT.
Um breve histórico de outras fraudes eletorais onde o CUT estabelece base…..

No SINCOTELBA vinha sendo dirigido há mais duas décadas pelo PT e a CUT.

A atual direção do sindicato levou a categoria ao fundo do poço. Com uma direção completamente atrelada à empresa e ao governo, transformou o sindicato em um grande balcão de negócios, um verdadeiro trampolim para que os dirigentes assumissem cargos na empresa.

Diante da postura governista e antidemocrática, um setor dos dirigentes rompeu com a atual direção do sindicato.

A crise se aprofundou quando a direção ligada à CUT foi destituída na justiça por conta das irregularidades do processo eleitoral anterior. Essa mesma direção traiu a luta da categoria contra o Postal Saúde.

Os trabalhadores queriam mudança e muitos encontraram na Chapa 5 (Independência para Lutar) uma alternativa. Diante da possível derrota e do rechaço massivo da categoria à Chapa 4, os golpistas travaram a saída das urnas de Salvador no segundo dia. O objetivo era claro: impedir que se atingisse o quórum para anular a eleição, e evitar uma estrondosa derrota. Para isso, os mesários da Chapa 4 e seus capangas foram orientados a impedir a votação, chegando a rasgar cédulas e roubar urnas no interior.

VAMOS RESGATAR O SINDIPETRONF, VOTEM NA CHAPA-2.

http://www.adusc.org.br/declaracao-da-csp-conlutas-sobre-o-golpe-nas-eleicoes-do-sincotelba-ba/