jp-cc-ccf-aula 5-Apuração do resultado usando o inventário periódico e permanente


Introdução

Nesta aula, trataremos sobre as formas de apurar o resultado bruto considerando os dois tipos de inventários:

  • o inventário periódico e
  • o inventário permanente.

Você já conhece essas duas variantes e também as contabilizações pertinentes a essas formas de controle de entradas e saídas de mercadorias.

Quando nos referimos a resultado, estamos falando de Lucro ou Prejuízo. Dizemos que o resultado da atividade de uma empresa é Lucro se o total de receitas auferidas for superior ao total das despesas (FERRARI, 2013). Ao contrário, ou seja, quando as receitas obtidas pelas vendas de produtos, mercadorias ou serviços prestados forem menores do que as despesas a situação apresentará um prejuízo.

  • Objetivos

    Apurar o resultado bruto com mercadorias utilizando o inventário periódico.

    Apurar o resultado bruto com mercadorias utilizando o inventário permanente.

  • Créditos

    Ana Carolina Pessoa

    Designer Instrucional

Evolução econômica e financeira da empresa

Antes de começarmos nossa aula, vamos assistir a um vídeo?

Nele, você observará que a empresa deve acompanhar a evolução econômica e financeira da empresa. Podemos perceber que não basta apenas comprar e vender mercadorias para ter lucro. É necessário ter Planejamento, Controle e Gestão dos Resultados.

Assim, o proprietário conseguirá responder à pergunta “— Como saber se a empresa tem lucro?”

A seguir, vamos reconhecer ou apurar o resultado bruto de uma empresa comercial.

Apuração do resultado bruto com mercadorias utilizando o inventário periódico

O Resultado Operacional Bruto ou lucro bruto (LB), “representa exclusivamente o resultado obtido com a atividade principal da empresa, sem levar em consideração as demais despesas necessárias à sua obtenção” (FERRARI, 2013, p. 606).

Observe a seguir como determinar o lucro bruto conforme a atividade das empresas:

  •  Lucro Bruto = Vendas Liquidas – Custos do que foi vendido

    Empresa industrial

    LUCRO BRUTO = VENDAS LÍQUIDAS – CUSTO DOS PRODUTOS VENDIDOS

    O Custo dos Produtos Vendido ou CPV refere-se a todos os valores gastos no processo de produção fabril, como por exemplo, de aço.

  • Empresa Prestadora de Serviços

    LUCRO BRUTO = VENDAS LÍQUIDAS – CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS

    O Custo dos Serviços Prestados ou CSP refere-se a todos os valores gastos para prestar um determinado serviço, como por exemplo, de vigilância.

  • Empresa Comercial

    LUCRO BRUTO = VENDAS LÍQUIDAS – CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS

    O Custo das Mercadorias Vendidas ou CMV refere-se a todos os valores gastos desde a aquisição da mercadoria até a venda das mesmas, por exemplo, de alimentos.

  1. 01
  2. 02
  3. 03

Lembramos que vendas líquidas e receitas líquidas são expressões sinônimas.

Conforme a Lei nº 6.404/76, Art.187, o resultado operacional bruto ou Lucro Bruto corresponde à:

RECEITA BRUTA DE VENDAS DE MERCADORIAS

(-)        DEDUÇÕES SOBRE VENDAS
(=)        RECEITA LÍQUIDA
(-)        CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS

Ressalta-se que o regulamento do Imposto de Renda define que a receita líquida de vendas e serviços será a receita bruta diminuída das vendas canceladas, dos descontos concedidos incondicionalmente e dos impostos incidentes sobre as vendas (Decreto-lei nº 1.598, de 1977, art. 12).

Quando a empresa utiliza o inventário periódico, conforme visto nas aulas anteriores, a empresa conhece o volume e os valores das mercadorias de tempos em tempos, sendo indispensável o levantamento físico. Assim, o valor do CMV também só é conhecido ao final de um determinado período. Por isso, não há registro contábil do CMV à medida que as vendas ocorrem.

Por não registrar as movimentações com mercadorias (entradas e saídas), no momento em que ocorre, o método do inventário periódico deixa de detectar, por exemplo, as saídas não motivadas por vendas que distorcem o valor do CMV:

Por não registrar as movimentações com mercadorias (entradas e saídas), no momento em que ocorre, o método do inventário periódico deixa de detectar, por exemplo, as saídas não motivadas por vendas que distorcem o valor do CMV:

Devoluções de compras;

Roubos;

Perdas por casos fortuitos, dentre outros.

Ressalta-se que uma vez distorcido o valor do CMV, estará distorcido o valor do RCM ou do resultado bruto.

Apuração do resultado bruto com mercadorias utilizando o inventário permanente

A característica básica do inventário permanente é que a empresa controla cada item de estoque negociado. Isso permite que se conheça, após cada operação (compra ou venda), o nível de seus estoques.

Vamos considerar que uma empresa usa o método de inventário permanente.

No início de um período, o estoque de mercadorias era de 45 unidades a R$80,00 cada. Ao longo do tempo, ocorreram as seguintes movimentações:

05.08 — Compra de 80 unidades a R$90,00 cada;
06.08 — Devolução de 25 unidades das compras do dia 05.08;
07.08 — Abatimento sobre as compras para evitar nova devolução, no valor de R$165,00;
11.08 — Venda de 80 unidades, cujo preço foi de R$180,00 cada;
12.08 — Devolução de 40 unidades da venda do dia 11.08

FICHA DE CONTROLE DE ESTOQUE – PEPS
Data Entradas Saídas Saldo
Qte Vr. Unit Vr. Total Qte Vr. Total Vr.Unit Qte Vr. Unit Vr. Total
01/08 45 80,00 3.600
06/05 80 90,00 7.200 45
80
80,00
90,00
3.600
7.200
07/06 (25) 90,00 (2.250) 45
55
80,00
90,00
3.600
4.950
07/08 (165,00) 45
55
80,00
87,00
3.600
4.785
11/08 45
35
80,00
87,00
3.600
3.045
20

87,00

1.740
11/08 (35)
(5)
87,00
80,00
(3.045)
(400)
5
55
400
4.785

Logo:

Estoque Final = 400,00 + 4.785 = 5.185
CMV = 3.200 (igual ao somatório da coluna de saída)
RCM = ((80 X 180,00) – (40 X 180) – 3.200
RCM = 4.000

Legenda:

• CVM: Custo da Mercadoria Vendida;
• RCM: Resultado com Mercadoria, também chamado de lucro bruto.

Finalmente podemos ver o resultado bruto na DRE

Receita Bruta de Vendas R$ 14.400,00
( – ) Dedução sobre as vendas R$ 7.200,00
( = ) Receita Líquida R$ 7.200,00
( – ) CMV R$ 3.200,00
( = ) Lucro Bruto R$ 4.000,00

Para fins de aprofundamento, considere uma empresa que apresentou os seguintes saldos em seu balancete de verificação mensal:

BALANCETE DE VERIFICAÇÃO
Banco conta movimento 500,00 D
Duplicatas a pagar 430,00 C
Veículos 2.000,00 D
CMV 80,00 D
Fretes e carretos 20,00 D
Refeições 50,00 D
Impostos e taxas 100,00 D
Receita Líquida 320,00 C
Estoques 1000,00 D
Capital Social 3.000,00 C

Procedimentos para apuração do resultado do exercício considerando o balancete:

Transferir os saldos das contas de receitas para a conta transitória denominada ARE:

D – Receita Líquida
C – ARE……………R$ 320,00

Transferir os saldos das contas de despesas e custos para a conta transitória denominada ARE:

D – ARE………………….R$250,00
C – CMV………………….R$ 80,00
C – Fretes e carretos……R$ 20,00
C – Refeições……………R$ 50,00
C – Impostos e taxas….. R$100,00

Observa-se que o saldo da conta ARE será R$70,00 (Saldo Credor), logo, podemos afirmar que o resultado será positivo. Observe o registro do Lucro:

D – ARE………………..R$ 70,00
C – Reserva de Lucro….R$ 70,00 (Conta do Patrimônio Líquido)

Neste exemplo, teremos o balanço patrimonial a seguir:

ATIVO R$ PASSIVO R$
AC PC
Banco conta movimento 500,00 Duplicatas a pagar 430,00
Estoques 1.000,00
ANC PNC
Veículos 2.000,00
PL
Capital Social 3.000,00
Reserva de Lucro 70,00
ATIVO TOTAL 3.500,00 PASSIVO TOTAL 3.500,00

A DRE, por sua vez, seria:

DRE R$
Receita Líquida 320,00
( – ) CMV (80,00)
( = ) Lucro Bruto 240,00
( – ) Despesas
Fretes e carretos (20,00)
Refeições (50,00)
Impostos e taxas (100,00)
( = ) Lucro do Exercício 70,00

Observe a importância da correta apuração do resultado do exercício, visto que, após conhecer o resultado devem ser calculados os impostos e as contribuições que incidem sobre o lucro.

Questão 1: Considere as informações obtidas da contabilidade a Cia. Delta Ltda.:

Vendas de mercadorias…………….R$ 357.400,00

Estoque Inicial de mercadorias…….R$ 134.500,00

Compras de mercadorias……………R$ 236.800,00

Estoque final de mercadorias………R$ 111.300,00

Considerando as informações, qual o Resultado com Mercadorias (RCM), em reais?

97.400,00

107.400,00

112.500,00

246.200,00

260.000,00

Questão 2: Ao longo de um período foram obtidas as seguintes informações na empresa TCL Ltda.:

Receita de Vendas = R$ 32.000,00

Receita de Alugueis = R$ 4.000,00

ICMS sobre vendas = R$ 2.240,00

Custo da Mercadoria Vendida = R$ 8.300,00

Despesas Administrativas = R$ 9.000,00

O valor da Receita Líquida será:

36.000,00

23.700,00

29.760,00

21.460,00

9.000,00

Questão 3: Considere os dados a seguir:

Vendas = R$ 32.000,00

Abatimentos sobre vendas = R$ 4.000,00

Comissões sobre vendas = R$ 3.000,00

CMV = R$ 11.000,00

Impostos sobre vendas = R$ 5.000,00

Qual o Lucro Bruto em reais?

12.000,00

9.000,00

8.000,00

2.000,00

3.000,00

Questão 4: Em fevereiro de 2016, uma sociedade empresária apresentava os seguintes dados a respeito de suas operações com mercadorias.

Data – Operações

2.2.16 – Estoque inicial de mercadorias: 80 unidades ao custo unitário de R$20,00.

10.2.16 – Compra de mercadorias: 170 unidades ao preço total de R$6.000,00, nesse valor incluído o ICMS recuperável de 15%.

20.2.16 – Venda de mercadorias: 200 unidades pelo preço total de R$8.000,00, com incidência de ICMS de 15%.

28.2.16 – Compra de mercadorias: 50 unidades ao preço total de R$3.000,00, nesse valor incluído o ICMS recuperável de 15%.

A empresa utiliza Registro de Inventário Permanente. O estoque de mercadorias é avaliado pela Média Ponderada Móvel.

Com base nos dados informados, o valor do Custo das Mercadorias Vendidas no período é de:

R$ 1.340,00

R$ 2.290,00

R$ 3.890,00

R$ 5.360,00

Atividade

Como o lucro bruto é obtido?

Referências
desta aula

Próximos
passos

Explore +

Anúncios