jp-energia solar-ILUMINAÇÃO SOLAR EXTERNA


No post de hoje falaremos de uma das aplicações mais comuns dos sistemas de energia solar fotovoltaica off-grid (sistemas isolados), ILUMINAÇÃO SOLAR EXTERNA.

Princípio de funcionamento: os módulos fotovoltaicos geram energia ao longo do dia e acumulam em baterias para disponibilizar energia necessária a alimentação da iluminação no período noturno.

Geralmente o sistema é acionado por fotocélula ou timer dependendo do projeto e do tempo necessário de utilização da iluminação.

A operação é totalmente automática, podendo ser programada para acendimento contínuo por toda a noite ou por apenas um número determinado de horas a partir do crepúsculo ou de um horário programado.

Aplicação: Iluminação geral em locais aonde a rede pública de energia não chega, iluminação de estradas, ponto de ônibus, praças, parques, porteiras, iluminação de jardim, iluminação decorativa, iluminação pública, iluminação de placas de estradas, iluminação de placas de publicidade, outdoors, postes solares, iluminação em locais de passagens, entre muitas outras.

Existem considerações a serem levadas em conta ao se escolher a lâmpada mais adequada para esta aplicação tais como: eficiência, luminosidade, potência e custo.

Tipos: Os sistemas de iluminação solar externa podem ser centralizados ou autônomos. Os autônomos são dimensionados para funcionar um sistema solar por luminária, ou seja, há um sistema solar fotovoltaico completo por luminária, enquanto que os centralizados são dimensionados para funcionamento de um único sistema solar fotovoltaico capaz de gerar energia para um grupo de luminárias.

ComposiçãoNormalmente o sistema solar fotovoltaico para iluminação solar externa é composto por: módulo solar fotovoltaico, controlador de carga, fotocélula (ou controlador de carga com função noturna ou timer quando as lâmpadas forem em corrente contínua), e inversor, (no caso de luminárias em corrente alternada) e outros conforme projeto.

O dimensionamento do sistema fotovoltaico é feito de acordo com o consumo da(s) lâmpadas(s) em função do tempo de uso (nº de horas/dia de uso) e condições do local (irradiação solar do local a ser instalado). Com base neste dimensionamento e aplicação que se calcula o custo e a do sistema.

Um sistema de iluminação solar fotovoltaico externo quando bem dimensionado não costuma dar manutenção, há somente que se atentar a troca de baterias a cada 3 anos e a limpeza dos módulos fotovoltaicos.

Existem controladores de carga para sistemas fotovoltaicos que são fabricados especialmente para sistemas de iluminação solar externa tais quais a linha CIS da Phocos e linha SR da SRNE  que contam com saída dimmer, podem controlar diversas luminárias, possuem estrutura compacta e são encapsulados em epóxi com grau de proteção IP 68, alguns possuem controle remoto de infravermelho, funções de temporizador inteligentes para controle de iluminação, detecção de dia/noite que se adapta automaticamente às mudanças sazonais, podem controlar diversas lâmpadas em série, monitoramento abrangente e efetivo, entre outras funções que variam conforme p modelo do controlador de carga.

A composição do sistema  e o custo do mesmo depende da aplicação, porte e complexidade e sofisticação do projeto de iluminação .

Exemplo:

1 -) Para alimentar uma luminária Led  5W  12Vcc por 12 horas/noite, precisaremos de 1 módulo solar fotovoltaico  de 50 a 60W, controlador de carga de 5A com função noturna ou uma fotocélula 12V e uma bateria estacionária de 70Ah para uma autonomia de 4 dias e as miscelâneas para instalação conforme aplicação.

2-) Para alimentar uma luminária Led 50W 12Vcc por 12 horas/noite, precisaremos de 1módulo solar fotovoltaico 260W, 1 controlador de carga MPPT 20A 12V com função noturna e uma bateria estacionária de 240Ah para uma autonomia média de 3 dias e as miscelâneas de instalação conforme aplicação.

 

http://www.unitron.com.br/images/site/poste-solar-instalacao.jpg

http://www.unitron.com.br/media/k2/items/cache/a9ccd7cd1c4267a50c67ac0bd7180172_M.jpg

 

Anúncios