Biografia de Hermann Hesse

Hermann Hesse (1877-1962) foi um escritor alemão, autor de importantes obras, como, “Lobo da Estepe” e “O Jogo das Contas de Vidro”, que resumem a crise espiritual e estética do século XX. Recebeu o Prêmio Nobel de Literatura de 1946.

Hermann Karl Hesse nasceu em Calw, Alemanha, no dia 2 de julho de 1877. Descendente de uma família de missionários pietistas, desde cedo foi preparado para seguir o mesmo caminho.

Em 1881, quando ele estava com quatro anos a família mudou-se para a Basileia, na Suíça, onde permaneceu por seis anos. De volta a Calw frequentou a Escola em Göppingen. Em 1891 entrou para o seminário Teológico da Abadia de Maulbronn.

Durante sua permanência no seminário escreveu algumas peças de teatro em latim, que apresentava junto com alguns colegas. As cartas que enviava aos pais eram em forma de rimas e muitas em latim. Redigiu alguns ensaios e traduziu poesia grega clássica para o alemão.

Lutando contra a religião, as dúvidas, anseios e aflições, mostrava-se um jovem rebelde.

Depois de sete meses fugiu do seminário, sendo encontrado depois de alguns dias perambulando pelo campo, confuso e transtornado. Começou então uma jornada através de instituições e escolas. Atravessou intensos conflitos com os pais. Após o tratamento, em 1893 concluiu sua escolaridade.

Hermann Hesse aspirava ser poeta, mas começou um aprendizado em uma fábrica de relógios em Calw. A monotonia do trabalho fez com que ele se voltasse para as atividades espirituais. Em 1895 começou novo aprendizado em uma livraria em Tübingen.

Carreira literária

Em 1899, publicou seus primeiros trabalhos literários, “Romantische Lieder” e “Eine Stunde Hinter Mitternacht”. Em seguida publicou “Poemas” (1902) e “Peter Camenzind” (1904), um romance que conta a história de um jovem que se rebela contra o sistema educacional de sua aldeia natal.

Depois do êxito de “Peter Camenzind”, Hesse casa-se com a fotógrafa Maria Bernoulli e compra uma propriedade em Gaienhofen, às margens do Lago de Constanza, na divisa da Alemanha e Suíça, e passa a se dedicar à literatura.  

Em 1906 publicou “Debaixo das Rodas”, onde critica severamente a educação que se concentra apenas no desempenho acadêmico dos alunos. Na obra há também elementos autobiográficos. Em “Gertrudes” (1910), uma novela escrita na primeira pessoa, narra os infortúnios de uma dolorosa experiência de amor.  Entre 1905 e 1911 nasceram seus três filhos.

Em 1911, buscando se aprofundar no estudo de religiões orientais, viaja para a Índia, onde mantém contato com a espiritualidade e a cultura dos antigos hindus, temas que exerceram grande influência em suas obras. A viagem se estende até a Indonésia e a China.

Nessa época, Maria Bernoulli é internada em um hospital psiquiátrico e os três filhos são entregues à tutela de parentes e amigos. Em 1912, Hesse deixa sua propriedade e muda-se para Berna, na Suíça. Em 1913 publicou “Rosshalde”, romance no qual fala do fracasso do casamento de um casal de artistas. A obra traz marcantes traços biográficos.

Com o início da Primeira Guerra Mundial escreveu denúncias contra o militarismo e nacionalismo alemão. Hesse se engajou em projetos e serviços humanitários. Um de seus trabalhos foi a criação de um grupo que se ocupava com a remessa de livros para presos em campo de concentração.

Em 1919 publicou “O Regresso de Zaratustra”, uma obra dirigida aos jovens. Muda-se para Montagnola, no Tessino.

Nesse mesmo ano, publica “Demian”, escrita em meio a uma profunda depressão e influenciada por JB Lang, discípulo de Carl Jung, onde descreve o processo de busca do indivíduo pela realização interior e pelo autoconhecimento.

Faz amizade com a cantora Ruth Wenger, com quem se casa em 1924, mas o casamento durou apenas 3 anos.

Siddhartha

Em 1922, Hermann Hess publicou “Siddhartha” onde relata a viagem que fez à Índia, país onde seus pais haviam sido missionários. A obra é um romance lírico baseado na vida de Buda o Sublime, que conta a história do sacerdote brâmane que deixa o lar paterno em busca da verdade e da sabedoria

Acompanhado de um amigo, Govinda (en que estaria simbolizado o Ocidente), o personagem mergulha na floresta e tem um encontro com Buda.

Descobre, então, que a sabedoria e a verdade estão na própria vida e retorna ao convívio dos homens, disposto a uma aceitação total da humanidade.

O Lobo da Estepe

Em 1927 publica “Lobo da Estepe”, o mais célebre de seus livros, onde descreve o conflito de Harry Haller (mesmas iniciais do autor). A história consta de três partes: sua apresentação, sua confissão e um pequeno tratado intercalado nessas confissãoes. O personagem é um solitário  que vai morar em uma casa burguesa.

Considerado um lobo feroz, na verdade é um homem de meia-idade que tenta se equilibrar à beira do abismo dos problemas sociais e individuais.

O Jogo da Contas de Vidro

Em 1931 começa a escrever “O Jogo das Contas de Vidro”, um romance utópico, situado nos anos 2200, passa-se em um país imaginário, chamado Castália. O herói estuda o segredo do jogo das contas de vidro – transformação da cultura do passado e da civilização atual. è a sua obra mais longa e só foi publicada em 1943.

Ainda em 1931, casa-se com Ninon Dolbin e vai morar na “Casa Rossa”, uma mansão construída pelo rico admirador H.C. Bodmer, onde viveu até a morte. Junto à porta de entrada Hesse prendeu uma tabuleta que dizia: “Não recebo visitas”.

Em 1946 recebeu o Prêmio Nobel de Literatura. Suas obras foram traduzidas para diversos países e Hermann Hesse passou a ser visto como uma espécie de “guru”. A banda americana que adotou o nome “Steppenwolf” (Lobo da Estepe) fez com que a obra de Hesse influenciasse várias gerações. Em Calw, sua cidade natal, foi criado o “Museu Hesse”. Sua casa em Gaienhofen, também foi transformada em museu.

Hermann Hesse faleceu em Montagnola, na Suíça, no dia 9 de agosto de 1962

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s