COMPORTAMENTO AUTODESTRUTIVO


Psicologo para comportamento autodestrutivo– Fumamos e bebemos, apesar dos danos.
– Comemos demais.
– Tomamos remédios em excesso.
– Nos corroemos de ciúmes, raiva.
– Em casos extremos algumas pessoas até usam objetos cortantes sobre a própria pele com a intenção de provocar dor em si mesmo.

Acho interessante observamos a possibilidade de haver comportamentos auto-destrutivos em nosso dia a dia. Talvez algumas avaliações ajudem a nos conhecermos melhor, por exemplo: Avalie o inicio destes comportamentos, quando começaram? Avalie o que você ganha com cada um deles. Por exemplo: ao beber você “esquece” de seus problemas? Percebo que, algumas vezes, por trás de cada atitude auto destrutiva pode haver uma necessidade e uma tentativa (mal sucedida algumas vezes) em superar dificuldades.

O que mais causa sofrimento no ser humano podem ser as perdas. Perder emprego, perder bens materiais, perder pessoas queridas por morte, por mudança física ou afastamento emocional. Qualquer perda pode ser dolorida, mas perder pessoas muitas vezes são sofrimento quase impossíveis de serem esquecidos. O sofrimento é próprio do ser humano, os problemas existenciais são dores naturais do ser humano. Sofrimento faz parte da vida, e devemos aceitar a vida com todas suas vicissitudes mas precisamos continuar a sofrer eternamente? Podemos aceitar cada obstáculo como uma oportunidade de crescimento. Se a cada problema que lhe aparecer você se volta para a comportamentos autodestrutivos pode ser que você não esteja aprendendo com eles. As pessoas não sofrem só com o que acontecem com elas, sofrem pela forma como enxergam as coisas que acontecem com elas. A personalidade de cada um filtra o que aconteceu, conforme os recursos que cada um tem para enfrentar e superar os estresses da vida terá um final diferente. Os comportamentos autodestrutivos podem ser tentativas mal sucedidas de conviver com problemas, traumas e estresses, uma forma ansiosa de superação. Beber para esquecer, fumar para se distrair, utilizar da automedicação achando que cuidará facilmente e sua doença, deixar a raiva invadir sua mente por considerar que é impossível resolver os problemas.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s