8 TIPOS DE KARMA – (RE)CONHEÇA O(S) SEU(S)



» CONSCIÊNCIA PLENAESPIRITUALIDADEREENCARNAÇÃO

Quando pensamos em karma (ou carma), quase sempre nos vem à mente acontecimentos ou relações difíceis que enfrentamos na vida. Mas karma tem um significado muito mais abrangente e se expressas na matéria sob diferentes aspectos. Sim, existem tipos diferentes de karma. Comece aqui uma viagem impressionante.

“O primeiro passo para a cura é saber qual é a doença”
Provérbio Latino

QUAL É O SEU KARMA? RECONHEÇA E IDENTIFIQUE O SEU

  • 1 KARMA INDIVIDUALEsse é o tipo de karma mais fácil de compreender, pois vivenciamos ele de maneira mais intensa. O karma individual é aquele karma fruto das escolhas que fazemos e das ações que tomamos, que vão, certamente, ter um efeito em nossa caminhada. No karma individual, a causa do karma é a própria pessoa, ou seja, é o indivíduo que atrai para si mesmo situações que são o resultado de suas próprias ações. O karma individual está totalmente relacionado com a vida íntima, com o nosso caráter e emoções, e, principalmente, na forma que nos relacionamos com o outro e expressamos nossa personalidade e afetividade. Quase sempre o karma individual é construído na atual encarnação, como, por exemplo, fumar e adquirir um câncer em decorrência desse péssimo hábito. Isso não estava na programação cármica, embora a pessoa possa trazer essa inclinação de outras vidas. Então, através do livre-arbítrio, a pessoa escolhe permanecer com este hábito terrivelmente nocivo, podendo inclusive abreviar sua encarnação em decorrência das consequências para a saúde que o tabagismo acarreta.Veja tambémTRANSMUTAÇÃO DO KARMA: O QUE É E COMO FAZER A ORAÇÃO
  • 2 KARMA FAMILIARO karma familiar também é muito fácil de identificar. São aquelas famílias cheias de conflitos e guerras emocionais, onde, apesar dos laços construídos através do amor, a paz e a harmonia não conseguem reinar. As pessoas que estão ao nosso lado na família são parte de uma escolha espiritual relacionada ao aprendizado e resgate que um espírito tenha como missão em uma encarnação.Quanto mais conflitos, mais cura e evolução. A família é o nosso núcleo de cura mais intenso. Existe, porém, o karma familiar que é a transmissão de padrões de geração para geração, dando um caráter mais coletivo ao karma familiar. Isso é muito tratado nas constelações familiares, onde observa-se que um determinado padrão de comportamento ou emocional vai se repetir em uma família, até que ele seja visto, aceito e curado. Por exemplo, “todos os homens da família são gananciosos” ou “todas as mulheres da família morrem cedo”. Esse tipo de karma traz uma carga de crenças, emoções e comportamentos que são passadas de pais para filhos e só tem fim quando alguém quebra o vínculo com essa carga e, ao invés de absorvê-la, permite que seja liberada.Veja tambémAS DORES DO CARMA FAMILIAR SÃO AS MAIS AGUDAS. VOCÊ SABE PORQUÊ?
  • 3 KARMA EMPRESARIALO karma empresarial tem a ver com a soma dos comportamentos dos fundadores, que vão conduzir o empreendimento por determinados caminhos. A relação entre os sócios de uma empresa, por exemplo, tanto pode afundar o negócio como elevá-lo às alturas. É essa soma, esse resultado entre a fusão das visões de mundos dos sócios que vai gerar o karma empresarial. Como exemplo, podemos citar a seguinte situação: dois sócios que possuem muito receio em arriscar e investir, criam por si mesmos as barreiras que impedem a expansão da empresa.Veja tambémO QUE É DE FATO O KARMA E COMO É POSSÍVEL CORRIGIR UM KARMA NEGATIVO?
  • 4 KARMA DE RELACIONAMENTOSO karma de relacionamentos até pode estar relacionado com vidas passadas, mas nesse caso, considera-se muito mais essa repetição de padrões como karma de outras vidas do que o karma de relacionamentos. Aqui, temos a ideia de que o karma de relacionamentos é gerado pela assimilação de crenças (quase sempre negativas) sobre relacionamentos, introjetadas a partir de experiências não muito positivas. E essas experiências podem ser individuais, ou seja, vivências da própria pessoa, ou a observação muito próxima de conflitos vividos por parentes.Por exemplo, uma criança que cresce em um lar onde ela vê o pai trair a mãe a vida inteira e assimila, através do comportamento do pai e do sofrimento da mãe, que o amor e o casamento machucam e que todos os homens traem. Essa pessoa vai, inconscientemente, atrair para si parceiros que confirmem esse padrão, sendo ela mesma uma vítima da traição constante do companheiro. O karma de relacionamentos também é bastante notável em relacionamentos abusivos. A filha vê a mãe apanhar a vida inteira e acaba assimilando essa dinâmica de relação e vai, mesmo sem desejar isso conscientemente, se envolver com homens que tenham o mesmo comportamento.Veja tambémCARMA: LIDAR COM CARMAS ANTIGOS E EVITAR NOVOS
  • 5 KARMA DE DOENÇASNesse caso, os karmas relacionados a doenças estão relacionados com a hereditariedade e problemas de saúde trazidos pelo DNA, como o mal de Parkinson ou Alzheimer. Quase sempre esse tipo de doença não está relacionada ao estilo de vida e a pessoa tem pouco ou nenhum controle sobre ela. O karma de doenças também pode ser entendido como a manifestação física de padrões mentais densos, que geram o adoecimento do corpo, saindo, portanto, do campo da hereditariedade e entrando na esfera individual. Por exemplo, uma pessoa extremamente rígida e inflexível que acaba criando no corpo físico uma artrite reumatoide.Veja tambémDOENÇAS DO KARMA: O QUE SÃO?
  • 6 KARMA DE VIDAS PASSADASO karma de vidas passadas é aquilo que de mais difícil enfrentamos na atual encarnação. São resgates pesados de erros do passado, que normalmente limitam a nossa liberdade na vida ou que geram muito sofrimento. É sempre bom dizer que um karma nunca é um castigo ou uma imposição, mas sim uma maneira que o espírito encontra de evoluir através da expiação de seus erros. Por exemplo, uma mãe que abandonou o filho na próxima vida, pode receber o mesmo tratamento de sua progenitora na atual encarnação.Também é possível que um karma individual, por exemplo, se transforme em um karma de vida passada em uma próxima encarnação. Vamos pegar o exemplo de uma pessoa com o vício em cigarro, que infelizmente desencarna em decorrência de um câncer no pulmão. Pode ser que essa escolha gere impactos para a próxima vida, fazendo com que esse espírito encarne novamente como uma criança com problemas respiratórios, como a asma, por exemplo.Veja tambémCOMO LIBERAR SEU CARMA COM ALGUÉM ATRAVÉS DO PERDÃO?
  • 7 KARMA COLETIVOkarma coletivo é aquele karma relacionado a determinado grupo social ou nação, resultante da soma de comportamentos individuais. Quando pensamos em termos de grupos sociais, podemos pensar que um grande exemplo desse tipo de karma são os grandes desastres de avião ou catástrofes naturais, onde um grupo grande de vidas é levada em questão de segundos. Aquelas pessoas todas que perdem a vida dessa forma possuíam alguma ligação entre si e não é uma coincidência que elas estejam na mesma hora e lugar quando um evento catastrófico acontece. Nações também possuem karmas coletivos, como, por exemplo, o Brasil com seu histórico de colônia e tradição escravagista.Muito do que vivemos atualmente, incluindo a violência urbana, a corrupção e a intolerância religiosa e racial tem raízes na história do país e são fruto das escolhas que o povo brasileiro vem fazendo com o passar dos séculos. Infelizmente, parece que não aprendemos nada com a nossa história e vivemos um ciclo eterno onde cometemos os mesmos erros e esperamos por resultados diferentes.Veja tambémKARMA E DHARMA: O DESTINO E O LIVRE ARBÍTRIO
  • 8 KARMA PLANETÁRIOO karma planetário é o karma menos conhecido e estudado pelo mundo místico, embora seja extremamente importante para compreendermos a natureza do mundo que nos cerca. E ele diz respeito exatamente a isso, ou seja, o porque esse mundo é da forma como é e o que faz dele um planeta de expiação. Para entender esse conceito, basta pensar que as consciências que aqui encarnam possuem um padrão evolutivo ainda muito baixo, embora tenham diferenças enormes entre si. Veja, no mesmo planeta em que caminharam alguns santos, também reinou Hitler, Gêngis Khan e outras figuras pavorosas que só fizeram derramar sangue e gerar muito sofrimento. Mas, de maneira geral, o que faz do mundo um lugar essencialmente mau é a média vibratória de quem vive aqui. E, como a Terra é um planeta de expiação, quem aqui encarna precisa da dureza das dificuldades da vida na matéria e da falta de conexão espiritual para aparar suas arestas espirituais. O karma planetário é o rumo que a vida no planeta toma, de acordo com as decisões dos líderes que governam o mundo. Por exemplo, falou-se muito em 2019 sobre a Data Limite e a possibilidade de extinção ou transição da Terra para a faixa de regeneração. Isso é o karma planetário.O micro-karma individual é responsável pela intelectualidade e pela visão de mundo que cada um constrói, que, por sua vez, se expressa nos posicionamentos políticos que levam este ou aquele a posições de liderança, que, portanto, possuem o poder para tomar decisões que tanto podem fazer eclodir uma III Guerra Mundial, como podem apaziguar os ânimos e gerar uma convivência mais pacífica e fraterna entre as nações. Outro exemplo é o estilo de vida que todos nós escolhemos sustentar, que tanto pode esgotar os recursos naturais do planeta e gerar a extinção da vida na Terra, quanto pode fazer com que os nossos hábitos alterem a forma destrutiva com a qual nos relacionamos com o meio ambiente e os animais.Veja tambémO SIGNIFICADO DAS 12 LEIS DO KARMA

O CONCEITO DE KARMA EXPLICADO

A palavra Karma significa literalmente “ação”, ela pertence à antiga língua sagrada da Índia (sânscrito). Trata-se de um termo de uso religioso que é utilizado nas doutrinas budista, hinduísta, jainista, sique, teosófica e na modernidade adotado pelo espiritismo.

Nas religiões, o Karma é uma espécie de lei universal de causa e efeito. Para cada ação praticada em vida, haverá uma reação providenciada pelo universo. De acordo com a crença indiana, que acredita no renascimento após a morte, o Karma pode durar mais de uma vida e os acontecimentos na vida de cada pessoa são consequências de ações de vidas passadas.

Embora as religiões e filosofias indianas não incluírem o significado de culpa, castigo, remissão e redenção para o Karma, ele funciona como um tipo de ordem para determinar a importância dos comportamentos individuais. Existem algumas diferenças do significado do Karma nas doutrinas.

“Elimine a causa e o efeito cessa”
Miguel de Cervantes

O KARMA NO HINDUÍSMO

Para o Hinduísmo, o karma se refere ao efeito que nossas ações podem gerar no nosso futuro. Estas consequências podem acontecer tanto na vida atual, quanto em outras vidas, depois de possíveis reencarnações.

O KARMA NO BUDISMO

Na religião Budista, a palavra karma faz referência à nossas intenções, que podem ser negativas positivas ou neutras. As boas intenções trazem bons frutos e as más trazem maus frutos. A intensão de cada um, leva à reencarnação em outros corpos. Ao gerar Karma, as pessoas ficam presas em um ciclo de reencarnações. O objetivo Budista é se livrar deste Karma e se libertar das reencarnações.

O KARMA NO ESPIRITISMO

O termo karma não é utilizado na doutrina Espírita codificada por Allan Kardec. Porém, existe o conceito da lei de ação e reação. No espiritismo, acredita-se que as ações dos homens terão necessariamente consequências. Quem pratica o mal, receberá o mal de volta na mesma intensidade. Você poderá entender mais detalhadamente o conceito de karma no espiritismo, neste artigo.

O KARMA E O DHARMA

A palavra Dharma também vem do sânscrito indiano e significa lei ou realidade. Para os hinduístas, o Dharma rege a lei religiosa e moral e controla o comportamento dos indivíduos. Também pode ser definido como o propósito de vida ou missão no mundo dos seres humanos.

Na religião Budista Dharma significa benção ou recompensa, concedidas por merecimento e bom comportamento. Já no Jainismo, o Dharma é o termo utilizado para o elemento eterno, que proporciona o movimento dos seres. O Karma é uma lei que determina se estamos próximos ou longe do nosso Dharma, nossa missão no mundo e propósito de vida.

Em linhas gerais, o karma é o mecanismo alimentado pela Lei da Causa e Efeito, uma lei divina que serve para o aprendizado e evolução do espírito através do livre-arbítrio e expiação dos erros através do resgate.

Isso significa dizer que muito do que nos acontece é fruto das escolhas que fazemos nesta encarnação, mas também trazemos conosco tendências e necessidades de aprendizados que são referentes a vidas passadas. Ou seja, você sempre vai sofrer as consequências e os resultados de todas as suas ações, palavras e pensamentos, sendo que esses resultados serão usados em seu benefício para gerar aprendizado e proporcionar sua evolução. Você pode entender melhor o conceito de Dharma neste artigo que preparamos sobre esse incrível tópico.

Agora que você já tem algumas bases para construir a sua opinião sobre o conceito de karma, vamos mostrar para você os tipos de carma que existem. São 8 e todos podemos passar por todos eles.

ASTROLOGIA KÁRMICA – COMO SABER O MEU KARMA ASTROLÓGICO?

CALCULADORA KÁRMICAPara identificar seu Karma Astrológico, insira a sua data de nascimento. Confira as revelações que temos para você.data de nascimentoDia01020304050607080910111213141516171819202122232425262728293031Mês010203040506070809101112Ano2011201020092008200720062005200420032002200120001999199819971996199519941993199219911990198919881987198619851984198319821981198019791978197719761975197419731972197119701969196819671966196519641963196219611960195919581957195619551954195319521951195019491948194719461945194419431942194119401939193819371936193519341933193219311930Calcular

É POSSÍVEL REVERTER OS KARMAS?

Sim, de certa forma sempre há algo que podemos fazer para reverter, anular ou amenizar um karma. Mas nem sempre, pois, há determinadas situações que fogem ao nosso controle e não permitem que nenhuma ação seja tomada nesta encarnação. Esses casos são os mais radicais, e normalmente estão relacionados com encarnações expiatórias, onde erros do passado são trazidos para a atual encarnação em forma de doenças e condições físicas que limitam a liberdade da pessoa.

Por exemplo, pessoas que nascem sem os membros ou com doenças incuráveis que prendem o corpo físico a uma cama. Muito pouco é possível ser feito nesses casos, pois, a pessoa vai ter que carregar essa condição até o final da encarnação. O que acontece é que, quanto mais resiliência e aceitação esse espírito tiver em relação a sua condição, esse contexto de vida pode se tornar mais fácil ou mais difícil, no sentido de que a pessoa pode receber mais ajuda, ter acesso a tratamentos que amenizem dores ou serem colocadas no caminho de outras consciências benevolentes, que consigam dar um suporte mais significativo aquela pessoa.

“Aqueles que não conhecem a história, estão fadados a repeti-la”
Edmund Burke

Karma planetário também foge um pouco ao controle individual, embora seja a iluminação e o esclarecimento de cada um de nós que ajude a direcionar o mundo para um caminho de trevas ou de luz. Um karma de doença, quando envolve a hereditariedade, também é mais complicado de reverter, embora possa ocorrer da pessoa possuir a tendência a desenvolver uma certa doença mas essa enfermidade nunca ser desencadeada. A medicina, apesar de avançada, não é uma ciência matemática e há muitos mistérios que os médicos não conseguem explicar.

Já os outros tipos de karma são totalmente reversíveis e dependem das escolhas que fazemos e do quanto nos desenvolvemos na encarnação. Para revertê-los, o primeiro passo é aceitar que tudo em nossa vida terrena faz parte de um ciclo de causalidade, e não é o acaso que determina a ordem das coisas. Sendo assim, nada é por acaso e também não existem injustiças. Logo, a aceitação e resiliência são as chaves mais poderosas que abrem as portas da transformação e da felicidade que buscamos na vida.

E porquê?

Porque a aceitação traz crescimento e evolução. E a maneira como lidamos com as nossas aflições é determinante. A felicidade não consiste na ausência de problemas, mas em saber administrá-los. Autoconhecimento, resiliência e perdão certamente vão ajudar a reverter qualquer karma que seja.


Saiba mais :


Guta Monteiro

AUTOR

GUTA MONTEIRO

Apaixonada por filosofia e literatura, é formada em publicidade e estuda espiritualidade desde criança. Buscadora incansável dos mistérios da vida, adora compartilhar ideias sobre Deus e as forças que movem o universo, para ajudar no seu próprio despertar e no encontro com poder divino que existe em nós. Usa a espiritualidade para crescer e ajudar a crescer aos demais e sonha com um mundo feito de igualdade, fraternidade, liberdade e amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s