Alavancagem na XP


Alavancagem financeira é multiplicar o seu potencial de lucro ou prejuízo por meio de uma operação de crédito. Ou seja, em vez do seu investimento oscilar apenas sobre o que você investiu, ele oscila sobre um valor superior.

Trata-se de uma técnica que tem como objetivo maximizar a rentabilidade, sendo realizada através de uma espécie de endividamento. Isso é, age como um limite de crédito, que permite que você movimente um valor superior ao que tem na Bolsa de Valores.

Alavancagem financeira é um recurso extremamente arriscado e só deve ser usado por investidores experientes.

É muito importante, dessa forma, entender melhor o funcionamento da Bolsa de Valores. Se você está começando nesse tipo de investimentos, leia nosso artigo sobre como investir em ações.

Agora, se você já conhece sobre o mercado financeiro e conhece seu perfil de investidor, é hora de aprender sobre alavancagem.

Como você provavelmente já percebeu, impulsionar as possibilidades de rendimentos com alavancagem também aumenta o risco de um investimento. A alavancagem financeira, por tanto, deve ser bem estudada.

Então, criamos esse artigo com tudo que você precisa saber sobre a técnica de alavancagem. Desde seus conceitos básicos até suas aplicações práticas nos investimentos.

A seguir, você vai ler mais sobre:

  • O que é alavancagem financeira?
  • Como funciona a alavancagem?
  • Como calcular a alavancagem de uma empresa?
  • Vantagens e desvantagens de operar alavancado
  • Como calcular a alavancagem de uma empresa?
  • Como fazer controle de riscos na alavancagem?
  • Comece a operar com a XP
  • Conclusão

Boa Leitura!

O que é alavancagem financeira?

Alavancagem financeira é uma técnica de investimento usada na Bolsa de Valores. Esse termo em finanças pode ser utilizado para se referir a qualquer técnica utilizada para multiplicar a rentabilidade por meio do endividamento.

Vamos entender melhor: a alavancagem funciona como um empréstimo para investidores da Bolsa. Esse crédito é disponibilizado pelas corretoras.

Por exemplo, imagine que você tenha R$ 10 mil para investir. Em sua corretora, o limite de alavancagem permitido é de até 8 vezes esse valor. Isso significa que você poderá aplicar R$ 80 mil na bolsa.

Essa estratégia pode ser utilizada para impulsionar seus ganhos em um ativo.

Afinal, investindo mais, você recebe mais. No nosso exemplo, se seus ativos tiverem 1% de lucro, esse cálculo será feito com o valor total, de R$ 80 mil. Ou seja, seus rendimentos são de R$ 800, e não de R$ 100.

Da mesma forma, no entanto, se os ativos derem prejuízo, você precisará pagar a diferença do valor total. Isso é, R$ 800.

É possível alcançar ótimos resultados com alavancagem. No entanto, como se trata de um método de alto risco, é uma estratégia mais adequada para investidores experientes e de perfil arrojado.

O que é alavancagem operacional?

O conceito é o mesmo da alavancagem financeira para investir. A diferença se dá porque essa alavancagem operacional se dá em empresas que estão tentando aumentar os resultados do seu negócio com capital que não é seu.

Isso é muito comum.

Assim, o termo alavancagem operacional se refere à tentativa de uma empresa de aumentar as vendas e criar novos produtos a partir de um financiamento ou empréstimo.

Nesse cenário, o objetivo é que os lucros produzidos pelas campanhas ou produtos sejam maiores do que os juros do empréstimo.

O que é grau de alavancagem?

O grau de alavancagem (GAF) é um indicador que aponta o risco ao qual a empresa em questão está exposta. Isso é, se a empresa pediu um empréstimo, está “alavancada”.

Da mesma forma, se um investidor utilizou o crédito disponibilizado pela corretora em um ativo da Bolsa de Valores, esse está alavancado.

Quanto mais capital de terceiros envolvido na negociação, maior é o grau de alavancagem.

Vale a pena operar alavancado?

Alavancar o capital, como você viu, representa o potencial de aumentar seus rendimentos. Ou seja, possibilita que pequenos investidores realizem movimentações maiores. Dessa forma, é possível alcançar resultados melhores.

No entanto, é preciso estar atento ao risco. Você está, afinal, aplicando um dinheiro que não possui. Para todos os efeitos, é a mesma coisa que realizar um empréstimo ou fazer uma dívida.

Em contrapartida, é interessante mencionar: as operações que permitem investir alavancado são de curto prazo. Isso é, possuem oscilações menores, como 0,5% ou 1%.

Isso faz com que o lucro ou prejuízo seja relativamente pequeno. Você ganha mesmo com a realização de diversas operações.

Em resumo, para saber se vale a pena operar alavancado, é preciso considerar alguns fatores:

  • Seu perfil de investidor
  • Seu conhecimento sobre a Bolsa de Valores
  • Seus objetivos financeiros

Isso significa que a resposta será diferente para cada investidor.

Como funciona a alavancagem?

O conceito da alavancagem pode parecer complicado no começo. Mas não se preocupe: o funcionamento dessa estratégia, em essência, é muito simples.

A alavancagem é majoritariamente utilizada em operações de Day Trade. Isso é, duram apenas poucos minutos ou horas. Por essa característica ágil, não é preciso pagar pelo valor total do que você está comprando – nem receber o valor total do que está vendendo.

Ou seja: ao investir com alavancagem, você paga ou recebe apenas o correspondente à oscilação do ativo.

É por isso que, ao investir R$ 80 mil, como no nosso exemplo, você recebe R$ 800 – e não R$ 80.800. Isso significa que você não precisa contar com o valor integral no momento da aplicação – apenas uma margem.

Isso é chamado de margem de garantia. Trata-se de uma quantia suficiente para arcar com a oscilação do ativo. Como o nome já diz, essa quantia é apenas uma garantia. Ou seja, você só precisará utilizá-la caso tenha algum prejuízo.

Essa quantia também não precisa estar disponível em dinheiro. Pode estar aplicada em açõestítulos públicos ou CDB.

Efetivamente, você:

  1. Pegou dinheiro emprestado com sua corretora: no nosso exemplo, R$ 80 mil
  2. Aplicou a quantia total em ações
  3. Vendeu os ativos no mesmo dia com uma valorização de 1%: R$ 800
  4. Pagou, no mesmo dia, o empréstimo para a corretora: R$ 80 mil
  5. Ficou com o lucro da operação: R$ 800

Como funciona a alavancagem com ações?

Normalmente, o Day Trade é a modalidade escolhida por investidores que operam alavancado. O objetivo nesse tipo de operações é lucrar rápido, tirando proveito das pequenas e constantes oscilações no preço dos ativos.

Assim, a alavancagem nas ações visa realizar um número maior de operações e lucrar no montante de todas.

Como funciona a alavancagem no mercado futuro?

Também é possível utilizar a técnica de alavancagem financeira no mercado futuro. Nesse caso, o investidor compra contratos ao invés de comprar ações. Esses contratos podem ser de commodities, índices ou de dólar, por exemplo.

Normalmente, o limite oferecido para alavancagem é maior do que para ações. Isso significa que os lucros podem ser ainda maiores.

Mas nunca esqueça: quanto maiores as possibilidades de rendimento, maior o risco.

Como funciona a alavancagem na venda a descoberto

A venda a descoberto, também conhecida como Short Selling, é quando o investidor busca ganhar com a queda de ativos.

Para isso, é realizada a venda de uma ação sem tê-la.

Isso é possível através da recompra quando o ativo estiver mais barato. Se todo o processo não for realizado no mesmo dia, no entanto, será necessário alugar a ação de alguém e devolvê-la ao dono no ato de recompra.

Vantagens e desvantagens de operar alavancado

Operar alavancado, como você viu, permite que pequenos investidores obtenham resultados muito melhores, acompanhando os gigantes da Bolsa de Valores. No entanto, existem riscos.

Se você ainda não conseguiu decidir se investir alavancado vale a pena para você, confira nosso comparativo de vantagens e desvantagens desse método:

3 vantagens de fazer alavancagem

Veja a lista de pontos positivos na estratégia de alavancagem:

  1. Oportunidade de obter os mesmos resultados que grandes investidores, mesmo sem muito capital para investir.
  2. Possibilidade de ótimos ganhos em curtíssimo prazo.
  3. Em caso de prejuízo, você só precisa arcar com o valor da variação do ativo, e não com o valor total.

3 desvantagens de fazer alavancagem

Também é importante olhar o outro lado dessa situação. Veja as desvantagens do método de alavancagem:

  1. Alavancagem não aumenta apenas o potencial de lucro, mas também o de prejuízo. Ou seja, você pode obter rendimentos melhores, mas também perderá mais dinheiro se os resultados forem diferentes do esperado.
  2. O manejo de riscos nesse tipo de operação exige maior entendimento do mercado financeiro. É possível, inclusive, que o investidor acabe por perder todo o capital investido.
  3. Essa é uma estratégia para perfis arrojados, que funciona apenas no curto prazo e exige monitoramento constante do preço dos ativos. Assim, não é o mais indicado para a maioria dos investidores.

Como calcular a alavancagem de uma empresa?

A alavancagem de uma empresa nada mais é do que o GAF, ou Grau de Alavancagem, o índice que já mencionamos nesse artigo.

Isso é, uma empresa está alavancada quando conta com capital de terceiros na estrutura de capital. Quando está alavancada, ela é é considerada uma empresa em risco financeiro.

Esse indicador, o GAF, demonstra os efeitos das variações no lucro antes dos juros e do imposto de renda (LAJIR). Essas oscilações se refletem no lucro líquido da aplicação.

Assim, é possível calcular o grau de alavancagem com as seguintes fórmulas:

GAF = Variação % no Lucro Líquido / Variação % no LAJIR = ∆LL / ∆LAJIR

ou

GAF = LAJIR / LAJIR – Despesas Financeiras = LAJIR / LAIR

Sendo:

LAIR: lucro depois dos juros e antes do imposto de renda

ou

GAF = RPL/RAT

Sendo:

RPL = Retorno sobre o Patrimônio Líquido = Lucro líquido/Patrimônio Líquido

RAT = Retorno sobre o Ativo Total= Lucro depois do Imposto de Renda e antes dos juros/Ativo Total

Como fazer controle de riscos na alavancagem?

A alavancagem pode ser um recurso muito interessante para ampliar seus ganhos na Bolsa de Valores. Para isso, no entanto, é preciso usar de cautela, conhecimento e estudo.

Primeiramente, é fundamental avaliar se essa é uma estratégia adequada ao seu perfil de investidor. Ou seja, você deve estar disposto a correr maiores riscos para isso.

Uma recomendação geral é que você já possua um patrimônio confortável em investimentos de médio e longo prazo antes de começar a operar alavancado no Day Trade.

O manejo de riscos nas operações com alavancagem é feito, de forma geral, da mesma forma que qualquer aplicação em ações.

É importante fundamentar suas decisões em estratégias e técnicas sólidas. Para isso, é essencial estudar sobre o mercado financeiro e entender como realizar análises técnicas e fundamentalistas.

Outro ponto essencial para quem quer investir alavancado é a diversificação. Vale a máxima: não coloque todos seus ovos em apenas uma cesta.

Comece a operar com a XP

Na XP, você conta com muito mais do que o básico. Você pode operar alavancado utilizando ativos da sua carteira como margem de garantia, por exemplo.

Aqui, você conta com muitas vantagens que tornam o investimento alavancado mais intuitivo e simples. Além disso, você tem funcionalidades que permitem um manejo de riscos muito mais eficaz.

Para aproveitar tudo isso, é só clicar aqui e abrir sua conta . O processo é rápido e pode ser realizado completamente online.

A seguir, você confere as principais vantagens para traders que escolhem a XP para operar alavancado:

Vantagens de ser um trader XP

Aqui na XP, disponibilizamos tudo que você precisa para potencializar seus rendimentos com o melhor controle de risco que você já viu. Veja as vantagens:

  • Análise automática de riscos: calculadora de garantia inteligente
  • Maior liberdade: você pode vender a descoberto e calcular as operações estruturadas de maneira simples
  • Otimização: nossa calculadora considera o risco real de cada ativo da sua carteira, de acordo com o cenário atual do mercado
  • Margem de garantia justa: calculada de acordo com a realidade de mercado
  • Alavancagem de até 200x no mini dólar e 100x no mini índice: obtenha os mesmos resultados dos grandes investidores
  • Cobertura automática: para chamada de margem com carta fiança
  • Diferenciação de risco: entre diversos tipos de operações
  • Maior alavancagem: para operações em mercado futuro

Clique aqui para aprender mais sobre as vantagens de operar com alavancagem na XP!

Conclusão

A alavancagem é uma das estratégias utilizadas para potencializar os rendimentos no curto prazo, em especial no Day Trade. O processo consiste em tomar um empréstimo junto a sua corretora para realizar operações maiores na Bolsa de Valores.

Como em geral os ativos são vendidos no mesmo dia da compra, o investidor recebe ou paga apenas o equivalente a variação das ações.

Esse é um método recomendado para investidores de perfil arrojado e mais experientes. Isso porque exige monitoração constante do preço dos ativos e bastante conhecimento prévio sobre o mercado financeiro. Vale para qualquer operação de Day Trade.

Com maior potencial de rendimentos, os riscos também sobem. Assim, é fundamental que o investidor esteja disposto a correr esses riscos e aplique estratégias para minimizá-los.

Quer continuar aprendendo sobre o tema? Conheça o curso A Grande Tacada. Neste curso você aprenderá como é possível multiplicar o capital investido em 3x, 5x, 10x ou mais em operações de curto prazo com risco controlado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s