SIMULADO ANBIMA MÓDULO 5


1. O administrador de um fundo de investimento é responsável por:
A. registrar o fundo na CVM;
B. gerir os investimentos do fundo;
C. captar recursos de investidores;
D. distribuir as informações financeiras do fundo.

2. Os ativos em que um fundo de investimento investe são considerados de propriedade:
A. do banco administrador;
B. dos cotistas;
C. do custodiante;
D. do gestor.
3. O número de cotas de um fundo de investimento aberto diminui em determinado dia se:
A. ocorrer desvalorização do fundo;
B. ocorrer desvalorização dos ativos do fundo;
C. houver mais resgates do que aplicações;
D. houver mais aplicações do que resgates.
4. O número de cotas que um investidor possui em um fundo de investimento
diminui quando:
A. ocorrer desvalorização do fundo;
B. houver recolhimento de IR na forma de come cotas;
C. ocorrer desvalorização dos ativos do fundo;
D. ele fizer mais aplicações do que resgates.
5. A barreira de informação é utilizada para:
A. evitar possíveis conflitos de interesse entre o banco e a sua empresa de administrador
de recursos de terceiros;
B. impedir que o gestor de um fundo tenha acesso a informações do administrador
desse fundo;
C. preservar as informações cadastrais dos cotistas, evitando que um cotista tenha
acesso a informações de outros cotistas do mesmo fundo;
D. impedir que o gestor de um fundo tenha acesso a informações de empresas analisadas
pelas corretoras de valores.

6. O gestor de um fundo de investimento é responsável por:
A. captar recursos de investidores;
B. distribuir as informações financeiras do fundo;
C. comprar e vender os ativos do fundo;
D. contratar uma empresa de auditoria independente para o fundo.
7. Um investidor solicitou o resgate de suas cotas antes de transcorridos 60 dias de sua
aplicação e perdeu a rentabilidade acumulada. Essa característica é de um fundo:
A. com carência;
B. sem carência;
C. fechado;
D. exclusivo.

8. Considere um fundo com data de conversão de cotas em D+0 e data para
pagamento do resgate em D+3. Nesse caso, a contar da data de solicitação, o
cálculo do valor das cotas é realizado:
A. no dia seguinte;
B. após três dias úteis;
C. após quatro dias úteis;
D. no mesmo dia.
9. Considere um fundo com data de conversão de cotas em D+1 e data para pagamento
do resgate em D+4. Nesse caso, a contar da data de solicitação, o cálculo
do valor da cota que servirá de base para o pagamento do resgate é realizado:
A. no dia seguinte;
B. no mesmo dia;
C. três dias úteis após a conversão das cotas;
D. quatro dias úteis após a conversão das cotas.

10. Para atender às solicitações de resgate que ocorrem em determinado dia, o
gestor de um fundo de investimento:
A. comprará ativos;
B. venderá ativos;
C. fará hedge dos ativos;
D. tomará empréstimo para o fundo.
11. Um cotista deseja transformar suas cotas de um fundo de investimento em recursos
financeiros. Para isso, deverá vendê-las a outro investidor interessado por meio
de uma negociação em mercado organizado. Essa é uma característica de fundos:
A. com carência.;
B. exclusivos;
C. fechados;
D. abertos.

12. Uma das vantagens de investir em fundos de investimento é:
A. retorno superior ao do Tesouro Direto e mesma tributação;
B. menor risco do que na poupança;
C. possibilidade de diversificação de ativos com aplicação baixa;
D. isenção de IOF no resgate.

13. Um investidor decidiu investir em um Fundo de Investimento Renda Fixa que
aloca seus recursos em debêntures de diversos emissores e prazos, em vez de
aplicar numa única debênture de uma empresa. Nesse caso, ao aplicar nesse
fundo, o investidor beneficiou-se:
A. da alavancagem do fundo;
B. da garantia de rentabilidade superior do fundo;
C. da isenção de imposto de renda ao investir no fundo;
D. de um risco menor em função da diversificação do fundo.

14. Em fundos de investimento, além de variedade, conveniência e equidade no
tratamento aos cotistas, inclui-se, entre outros aspectos positivos:
A. liquidez;
B. garantia de rentabilidade;
C. garantia do recurso investido;
D. garantia do Fundo Garantidor de Crédito – FGC.
15. A aplicação em fundos de investimento permite:
A. tratamento diferenciado em função do número de cotas que cada cotista possui;
B. menor risco do que a poupança;
C. equidade no tratamento dos cotistas, independentemente do número de cotas que possui;
D. menor tributação do que a da poupança.
16. Oferece maior liquidez o fundo de investimento em que a conversão de cota e
o pagamento do resgate ocorrem em:
A. D+0 e crédito de resgate em D+1;
B. D+1 e crédito de resgate no mesmo dia da conversão da cota;
C. D+1 e crédito de resgate em D+2;
D. D+0 e crédito de resgate no mesmo dia da conversão da cota.
17. São consideradas características de fundos de investimento:
I. a possibilidade de que pequenos investidores tenham acesso a operações mais
complexas e sofisticadas do mercado financeiro e de capitais;
II. a garantia de maior rentabilidade em relação às aplicações que um investidor
realize isoladamente;
III. a rentabilidade dos títulos que compõem a carteira é dividida entre os investidores
na mesma proporção dos valores nominais que cada um deles aplicou.
Está correto o que se afirma apenas em:
A. I;
B. I e III;
C. I e II;
D. II e III.

18. O gestor de um fundo com estratégia de investimento alavancada investe com objetivo de:
A. replicar a composição de um determinado índice de referência;
B. obter rentabilidade superior à do índice de referência do fundo;
C. seguir a performance de um índice de referência;
D. obter rentabilidade superior aos índices do mercado.
19. O gestor de um fundo com estratégia de investimento passiva investe em
ativos com objetivo de:
A. obter rentabilidade superior ao do índice de referência do fundo;
B. superar a rentabilidade do Tesouro Direto;
C. replicar a composição de um índice de referência;
D. obter rentabilidade superior aos índices do mercado.

20. Uma das dificuldades do gestor de um fundo de investimento para replicar a
performance de índices de mercado é a:
A. cobrança da taxa de administração;
B. impossibilidade de usar derivativos para hedge;
C. mudança constante na metodologia dos índices;
D. marcação a mercado dos ativos.

21. A marcação a mercado em fundos de investimento:
A. opcional para os fundos de curto prazo;
B. o ato de atualizar o valor dos ativos dos fundos para o valor do dia;
C. opcional para os fundos de longo prazo;
D. o ato de atualizar o valor dos ativos dos fundos pela curva de juros do dia da sua
aquisição.
22. Uma característica dos fundos alavancados é o investimento em:
A. ativos indexados pelo câmbio;
B. ativos negociados no exterior;
C. títulos pós-fixados indexados pela inflação;
D. operações de derivativos.

23. Um fundo é considerado alavancado quando:
E. existir possibilidade de perda superior ao patrimônio do fundo;
A. utilizar operações com derivativos para hedge;
B. estiver comprado e vendido em ativos de diferentes classes;
C. estiver entre os dez maiores retornos de sua categoria.
24. A taxa de administração de um fundo de investimento é o valor cobrado:
A. pelo serviço de gestão profissional, apenas;
B. pelo serviço de custódia dos ativos e gestão profissional, apenas;
C. por todos os serviços para viabilizar sua distribuição;
D. por todos os serviços para sua operacionalização.
25. A taxa de administração em um fundo de investimento é uma:
A. taxa fixa expressa em percentual ao ano que é calculada e deduzida mensalmente
do valor da cota;
B. taxa variável expressa em percentual ao ano que é calculada e deduzida diariamente
do valor da cota;
C. taxa fixa expressa em percentual ao ano que é calculada e deduzida diariamente
do valor da cota;
D. taxa variável expressa em percentual ao ano que é calculada e deduzida mensalmente
do valor da cota.

26. Em um fundo de investimento, a taxa de performance é cobrada dos cotistas:
A. somente quando a rentabilidade do fundo supera a de um indicador de referência;
B. independentemente de a rentabilidade do fundo superar a de um indicador de referência;
C. semestralmente, quando a rentabilidade do fundo for superar a média dos
fundos da sua categoria;
D. mensalmente, quando a performance do fundo for positiva.

27. Um Fundo de Ações aplica:
A. no máximo 67% do seu patrimônio em ações;
B. no máximo 51% do seu patrimônio em ações;
C. no mínimo 67% do seu patrimônio em ações;
D. no mínimo 95% do seu patrimônio em ações.
28. Os Fundos de Renda Fixa aplicam no mínimo:
A. 80% em títulos de renda fixa prefixados ou pós-fixados;
B. 67% em títulos de renda fixa prefixados ou pós-fixados;
C. 95% em títulos de renda fixa prefixados;
D. 95% em títulos de renda fixa pós-fixados.
29. O percentual do patrimônio investido em ativos que sejam relacionados diretamente
ou indiretamente à variação de preços de uma moeda estrangeira para
um Fundo Cambial deve ser no mínimo:
A. 95%;
B. 67%;
C. 80%;
D. 51%.
30. Segundo a classificação da Receita Federal, os Fundos de Curto Prazo:
A. não são obrigados a marcar a mercado sua carteira de títulos;
B. têm prazo médio da carteira de títulos menor ou igual a 365 dias;
C. têm alíquota de come cotas de 15%;
D. têm prazo médio da carteira de títulos menor ou igual a 60 dias.
31. Nos Fundos de Renda Fixa de Longo Prazo, na classificação da Receita Federal,
o come cotas incide:
A. semestralmente à alíquota de 15%;
B. anualmente à alíquota de 15%;
C. anualmente à alíquota de 20%;
D. semestralmente à alíquota de 20%.

32. Nos Fundos de Renda Fixa de Curto Prazo, na classificação da Receita Federal,
o come cotas incide:
A. anualmente pela alíquota de 15%;
B. anualmente pela alíquota de 20%;
C. semestralmente pela alíquota de 20%;
D. semestralmente pela alíquota de 15%.
33. Nos Fundos de Investimento de Ações:
A. não há come cotas;
B. o come cotas é semestral e a alíquota são de 20%;
C. o come cotas é semestral, e a alíquota é de 15%;
D. o come cotas é anual, e a alíquota é de 15%.
34. Em um fundo de investimento, a responsabilidade pelo recolhimento de IOF é do:
A. Cotista;
B. Gestor;
C. administrador do fundo;
D. custodiante.
35. Entre as alternativas de investimento abaixo, não ocorre a cobrança de IOF para
resgates de aplicações em prazos inferiores a 30 dias nos:
A. Fundos de Ações;
B. Fundos Multimercados;
C. Fundos Cambiais;
D. Fundos de Renda Fixa.

GABARITO
1. A. Justificativa: O regulador exige dos administradores dos fundos uma série de
procedimentos. O registro do fundo na CVM é um deles.
2. B. Justificativa: A propriedade dos ativos do fundo é dos cotistas.
3. C. Justificativa: Quando há um resgate de cotas, ocorre a transformação das cotas
no valor correspondente financeiro, reduzindo a quantidade de cotas do fundo.
4. B. Justificativa: Quando ocorre o recolhimento de IR como come cotas, o efeito
prático é a redução no número de cotas do fundo.
5. A. Justificativa: A barreira de informação é utilizada para evitar possíveis conflitos de
interesse entre o banco e o seu administrador de fundos, restringindo as informações
como forma de proteger contra eventuais conflitos de interesse esses dois atores.
6. C. Justificativa: O gestor de um fundo de investimento é responsável por gerir os
investimentos do fundo e negociar os ativos do fundo no mercado.
7. A. Justificativa: Caso o cotista de um fundo com carência tenha necessidade imediata dos
recursos e não esteja disposto a esperar o prazo de carência, pode existir a possibilidade
de pagamento de uma taxa ou da perda da rentabilidade acumulada no período.
8. D. Justificativa: Considerando que o dia “D” é o dia da solicitação do resgate,
para este exemplo, o cálculo do valor das cotas é realizado no mesmo dia da
solicitação (conversão em D+0).
9. A. Justificativa: Considerando que o dia “D” é o dia da solicitação do resgate, para
este exemplo, o cálculo do valor das cotas é realizado no dia seguinte da solicitação
(conversão em D+1).
10. B. Justificativa: Para atender às solicitações de resgate em um fundo de investimento,
o gestor deve vender ativos do Fundo.
11. C. Justificativa: Nos fundos fechados é necessário transacionar a cota com outro
investidor, caso exista o desejo de transformar as cotas em recursos financeiros. Isso
normalmente ocorre em uma bolsa de valores.

12. C. Justificativa: Investir em fundos permite a diversificação de ativos com uma aplicação
baixa, pois o fundo reúne recursos de vários cotistas e negocia grandes volumes no mercado.
13. D. Justificativa: Num fundo com vários ativos, ao se somar os retornos e se
avaliar o risco, será obtido um valor para o risco menor do que as somas dos riscos
individuais dos ativos.
14. A. Justificativa: A liquidez é um aspecto positivo dos fundos de investimento, pois ela
permite o resgate (fundo aberto) ou a negociação da cota (fundo fechado) diariamente.
15. C. Justificativa: Investir em fundos permite a equidade no tratamento dos cotistas.
16. D. Justificativa: Liquidez é a facilidade de vender um ativo a um preço justo. Em
fundos de investimento, a liquidez é um reflexo direto dos prazos de conversão de
cota e pagamento do resgate.
17. A. Justificativa: A afirmativa I está correta, pois fundos de investimento são considerados
“comunhão de recursos” e constituídos com o objetivo de promover a aplicação coletiva
dos recursos de seus participantes – cotistas. Dessa forma, funcionam como um veículo
que tem a finalidade de captar e investir recursos no mercado financeiro, com vantagens,
sobretudo, para o pequeno investidor individual. As afirmações II e II estão erradas, pois
não pode se ter a garantia de que a rentabilidade do fundo será superior ao investimento
individual, nem a rentabilidade dos títulos é dividida entre os investidores.
18. B. Justificativa: O gestor ativo procura obter para o fundo uma rentabilidade superior
ao seu índice de referência.
19. C. Justificativa: Ao contrário do gestor ativo, o gestor passivo procura replicar
a composição de um determinado índice de referência para o fundo para que a
performance do fundo seja a mais próxima possível.
20. A. Justificativa: A cobrança de taxa de administração, ao reduzir a rentabilidade de
um fundo, dificulta a replicação exata da performance de um índice de referência.
21. B. Justificativa: Marcação a mercado é o ato de atualizar o valor dos ativos dos
fundos para o valor do dia.
22. D. Justificativa: Uma diferença dos fundos alavancados é a utilização de operações
com derivativos.
23. A. Justificativa: Os fundos alavancados investem em derivativos com o objetivo de
obter maior lucro, mas existe possibilidade de perda superior ao patrimônio do fundo

24. D. Justificativa: A taxa de administração de um fundo é o valor cobrado pela instituição
financeira que administra o fundo para pagar por todos os serviços.
25. C. Justificativa: A taxa de administração é uma taxa fixa expressa em percentual ao
ano, calculada e deduzida diariamente do valor da cota dos fundos de investimento.
26. A. Justificativa: A taxa de performance é a taxa que pode ser cobrada dos cotistas
somente quando a rentabilidade do fundo supera a de um indicador de referência.
27. C. Justificativa: Em um fundo de ações, o investimento deve ser ao menos 67% da
carteira em ações, cotas de fundos de ações e outros títulos negociados em bolsa,
como os BDRs, de empresas estrangeiras.
28. A. Justificativa: Os fundos de Renda Fixa aplicam uma parcela significativa de seu
patrimônio (mínimo 80%) em títulos de renda fixa prefixados ou pós-fixados.
29. C. Justificativa: O fundo Cambial deve manter, no mínimo, 80% de seu patrimônio
investido em ativos que sejam relacionados, diretamente ou indiretamente (via
derivativos), à variação de preços de uma moeda estrangeira.
30. B. Justificativa: Para fins de tributação, os fundos de curto prazo têm prazo médio
da carteira de títulos menor ou igual a 365 dias.
31. A. Justificativa: Nos fundos de Renda Fixa de longo prazo, o come cotas é aplicado
semestralmente pela alíquota de 15%.
32. C. Justificativa: Nos fundos de Renda Fixa de curto prazo, o come cotas é aplicado
semestralmente a alíquota de 20%.
33. A. Justificativa: Nos fundos de ações não há incidência de IR na forma de come cotas.
34. C. Justificativa: A responsabilidade pelo recolhimento de IOF em um fundo de
investimento é do administrador do fundo.
35. A. Justificativa: Os fundos de ações não têm a incidência do IOF.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s