Recibos de depósitos de ações


Os recibos de depósitos DR (depositary receipts) são títulos negociados em um país que
tem, como lastro, ações de uma empresa que está instalada fora dele. Calma, explico melhor:
imagine que a empresa Apple Inc. queira vender ações aqui na B3. É possível? Sim, via DR.
A Apple, que tem suas ações negociadas na Nasdaq, vai custodiar ações em um banco de
investimento norte americano que, por sua vez, vai emitir um recibo lastreado nessa ação
e negociar na bolsa de valores do Brasil.

O mesmo acontece se a Petrobrás quiser vender ações na bolsa de valores de Nova York.
Para isso, a nossa estatal vai custodiar algumas ações em um banco de investimento
brasileiro que, por sua vez, levará recibos lastreados nessas ações à NYSE (New York Stock
Exchange, a bolsa de valores de Nova York).
Claro que, para diferenciar os papéis de acordo com as praças de negociação, temos
mais códigos nos DRs:
⯀ ADR’s – American Depositary Receipt: são títulos de empresas com sede fora dos
EUA e com títulos negociados na bolsa de valores daquele país. A Petrobrás, ao negociar
recibos nos EUA, vai negociar ADRs.
⯀ BDR’s – Brazilian Depositary Receipt: são títulos de empresas com sede fora do
Brasil e com títulos negociados aqui na B3. A Apple, ao negociar títulos aqui no
Brasil, vai negociar BDR.

Dica de ouro: lembre-se de que a primeira letra do recibo indica o mercado onde
aquele papel está sendo negociado.
Aqui, terminamos nossa cobertura do mercado de ações. Agora, vamos mergulhar no
mercado de derivativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s