A fascinante sociedade das formigas


Ludson Ázara

Você já parou para pensar em qual é a espécie animal mais abundante no nosso planeta?

Muitas pessoas poderiam pensar que é a espécie humana: entretanto, estamos bem longe disso… Há um grupo de animais que detêm esse título: os insetos. Entre eles, há um grupo muito peculiar e que todos conhecem: as formigas!

Você já se deparou com formigas seguindo sempre uma mesma trilha, certo?

Bom, como elas sabem para onde ir?

Quando uma formiga sai do formigueiro em busca de alimento, ela deixa uma trilha com substâncias químicas, os feromônios, que indicam onde a comida está. A partir daí, outras formigas reconhecem essa trilha e passam a segui-la até encontrar o alimento!

Fonte: viajeaqui

Mais um dia de trabalho...

Mais um dia de trabalho…

Apesar de parecer que as formigas cortadeiras, que vemos nos nossos jardins, se alimentem de folhas, elas, na verdade, utilizam essas folhas para cultivar colônias de fungos no formigueiro, que servem como única fonte de alimento. Nesse sentido, as formigas podem ser consideradas as primeiras “agricultoras” do nosso planeta, já que estão aqui muito antes do surgimento da nossa espécie.

Outras espécies ainda podem se alimentar de pequenos insetos ou plantas. Muitas espécies são onívoras: ou seja, podem se alimentar de tudo!

As formigas também possuem uma incrível capacidade de trabalhar em equipe! Algumas espécies, como a formiga-lava-pés, conseguem formar pontes para atravessar obstáculos. Além disso, elas podem construir verdadeiras jangadas para se manterem acima da água e atravessar um rio, ou até mesmo para sobreviverem à uma inundação. Elas podem ficar assim por vários dias, até chegarem na terra firme.

Fonte: Giphy

Segurem-se!

Segurem-se!

Além disso, elas possuem um incrível senso de proteção, e defendem o formigueiro contra todo tipo de ameaça! Há uma espécie, conhecida como formigas-kamikaze (Camponotus saundersi), que vai ao extremo quando o assunto é proteger a própria casa! Elas literalmente se explodem para expulsar algum predador que esteja atacando a colônia. Essas formigas contraem violentamente sua musculatura, causando o rompimento de bolsas internas que armazenam substâncias químicas. Esse mecanismo causa uma explosão ácida, que pode espantar o predador invasor.

Um outro exemplo incrível é o caso das formigas-pote-de-mel (Myrmecocystus sp.), em que alguns indivíduos se tornam verdadeiros “potes de mel”, garantindo a sobrevivência de toda a colônia. Essas formigas vivem em regiões desérticas, nas quais as plantas produzem néctar por um curto período de tempo chuvoso. Nesse momento, algumas formigas são escolhidas para armazenar todo o néctar possível no seu próprio abdômen. Quando o alimento do ambiente acaba, essas formigas, que ficam no formigueiro, pois mal conseguem andar, regurgitam o néctar para as suas companheiras, evitando que elas morram de fome! Graças a isso, elas conseguem sobreviver em regiões desérticas, onde a comida é escassa.

Fonte: Wikipedia

Formigas-pote-de-mel prontas para alimentar as suas irmãs!

Formigas-pote-de-mel prontas para alimentar as suas irmãs!

Uma formiga sozinha pode até não conseguir fazer muita coisa, mas, juntas, elas são capazes de realizar incríveis façanhas. As formigas nos passam a clara mensagem do quão importante é trabalharmos em equipe para o bem da nossa sociedade!

Sozinhos, podemos fazer muitas coisas, mas, juntos, e com a ajuda da ciência, podemos literalmente mudar a nossa sociedade, e até mesmo o mundo!

Fonte: Imgur

A união faz a força!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s