Consumo consciente


Colégio e Curso Solução – PE

Projeto didático interdisciplinar
Série: 4º ano B e 5º ano A
Tema gerador: Consumo consciente
Período de duração: três meses

Objetivo geral

 Estimular o educando a refletir sobre o ato de consumir, compreendendo e analisando condicionantes e consequências do consumo na conjuntura atual.

Justificativa

Os estudos sobre consumo nas Ciências Sociais vêm crescendo em número e relevância. Atualmente, é possível encontrar diversas publicações disponíveis nas livrarias. O interesse pelo consumo abarca diferentes áreas do conhecimento, como o Marketing, a Antropologia e a Filosofia, ocasionando uma interdisciplinaridade entre os pesquisadores e os leitores. O campo de interesse sobre esse tema deixou de ser apenas de especialistas da Publicidade e da Economia; hoje, atrai ambientalistas, cientistas sociais e educadores, por exemplo. Barbosa (2006) destaca o fato de que vivemos numa sociedade que reflete pouco sobre o consumo, entretanto, autodefine-se como sociedade do consumo.

Barbosa e Campbell (2006) explicam que o consumo é ambíguo, pois tem significados positivos e negativos relacionados às maneiras como falamos acerca do que nos apropriamos, usamos e usufruímos. O consumo pode ser compreendido como manipulação, compra, realização, etc.

O ato de consumir tem grande relevância nas relações comunicacionais que vêm se estabelecendo na sociedade contemporânea. Através destas, os grupos sociais têm, ou desejam ter, determinadas mercadorias que são usadas como elementos de distinção. Estas também transmitem mensagens ao meio em que estão inseridas.

Pretende-se, por meio deste projeto, promover, no ambiente escolar, a discussão e a reflexão sobre o consumo enquanto difusor de crenças e desejos presentes na sociedade urbana, no que diz respeito aos aspectos midiáticos e simbólicos e ao direito à cidadania.

A importância de trabalhar a temática do consumo em sala de aula vem da necessidade de despertar a consciência crítica da sociedade brasileira sobre as práticas de consumo de produtos e serviços por crianças e adolescentes. O debate partindo da instituição escolar é premente para se apontar meios que visem minorar os impactos negativos gerados pela mercantilização da infância e da juventude, tais como o consumismo, a obesidade, a violência, o materialismo excessivo e o desgaste das relações sociais.

As etapas propostas neste projeto visam propiciar aos discentes o entendimento das várias faces do consumo, a fim de que, enquanto consumidores, eles possam agir de modo consciente e não mecânico diante de seus desejos e suas necessidades.

Com o intuito de oferecer estímulos adequados aos estudantes acerca da temática do projeto, foi elaborado um mapa conceitual. De acordo com a Psicologia Educacional, este é uma excelente ferramenta para organizar e representar o conhecimento, pois:

Quando se programa a matéria a ser lecionada de acordo com o princípio de diferenciação progressiva, apresentam-se, em primeiro lugar, as ideias mais gerais e inclusivas da disciplina e, depois, estas são progressivamente diferenciadas em termos de pormenor e de especificidade. Essa ordem de apresentação corresponde, presumivelmente, à sequência natural de aquisição de consciência cognitiva e de sofisticação, quando os seres humanos estão expostos, de forma espontânea, quer a uma área de conhecimento completamente desconhecida, quer a um ramo desconhecido de um conjunto de conhecimentos familiar. Também corresponde à forma postulada, através da qual se representam, organizam e armazenam esses conhecimentos nas estruturas cognitivas humanas (AUSUBEL, 1980).

A avaliação ocorrerá ao longo do desenvolvimento do projeto numa perspectiva mediadora, em que a ênfase estará no processo, e não apenas no produto. Isso implicará observação e intervenção cotidiana por parte do educador.

As aulas serão compostas por conteúdos factuais, procedimentais e atitudinais, visando promover, junto aos alunos, a atividade metacognitiva e a autorregulação.

Objetivos específicos

 Construir e analisar conceitos de consumo e consumismo.
 Conhecer os órgãos dos sentidos e suas relações com nossas necessidades e o despertar de desejos.
 Verificar relações entre natureza e trabalho.
 Emitir opinião própria.
 Argumentar e contra-argumentar durante discussões.
 Diferenciar desejos de necessidades.
 Familiarizar-se com o gênero anúncio publicitário.
 Identificar características do anúncio publicitário.
 Discutir o papel da mídia no incentivo ao consumo.
 Conhecer os direitos do consumidor.
 Reconhecer o aumento da poluição como fruto do mau uso dos recursos naturais.
 Identificar propriedades do ar e da água.
 Assimilar o conceito de atmosfera.
 Aprender o conceito de desenvolvimento sustentável e avaliar sua aplicabilidade.
 Realizar cálculos envolvendo números decimais.
 Conhecer aspectos do sistema monetário e aplicá-los.
 Expor estratégias de resolução de situações-problema.
 Expor conhecimentos prévios.
 Relacionar a história do dinheiro à história do consumo humano.
 Comparar o contexto do trabalho e do trabalhador no passado e no presente, nos meios rural e urbano.
 Apontar, classificar e analisar as atividades econômicas do município.
 Conceber a alimentação saudável como necessidade.
 Conhecer as funções sociais das roupas a partir da história do vestuário.
 Formular hipóteses sobre o conceito de consumo consciente.
 Planejar e elaborar/produzir o produto final do projeto.
 Organizar o momento de culminância do projeto.

Recursos didáticos

 TV.
 DVD.
 Aparelho de som.
 Quadro.
 Piloto.
 Apagador.
 Jogos.
 Textos de apoio.
 Músicas.
 Filmes.
 Cartazes.
 Datashow.
 Computador.
 Livros.
 Lápis de cor.
 Tesoura.
 Cola.
 Fita adesiva.

Estratégias metodológicas (resumidas)

 Audição de canções.
 Exibição de vídeos.
 Produção de cartazes.
 Leitura protocolada.
 Leitura coletiva.
 Leitura individual.
 Análise e produção de anúncio publicitário.
 Explanação oral de conteúdos.
 Explanação de conteúdos com uso do datashow.
 Realização de debates e discussões.
 Exercícios escritos de casa e de classe.
 Pesquisas.
 Produção de um diário de bordo.
 Produção e utilização de jogos.
 Atividade extraclasse.

Obs.: O produto final será um blog com relatos das experiências vividas pelos discentes. A culminância será na feira de conhecimentos da escola e numa palestra aos pais, ministrada pelos alunos.

Nathalie Sena é pedagoga, formada na UFPE, e
psicopedagoga. Atua também no planejamento
e na orientação de projetos didáticos e como
formadora na capacitação de professores.

Referências bibliográficas

AUSUBEL, D. P.; NOVAK, J. D. e HANESIAN, H. Psicologia Educacional. Rio de Janeiro: Interamericana, 1980.

BARBOSA, Lívia; CAMPBELL, Colin (Orgs.). Cultura, Consumo e Identidade. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

1. Mapa conceitual baseado nos conteúdos presentes na coleção do Projeto Buriti 3, da Editora Moderna.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s