Tunai


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa

Tunai
Informação geral
Nome completo José Antônio de Freitas Mucci
Nascimento 13 de novembro de 1950
Origem Ponte NovaMinas Gerais
País Brasil
Morte 26 de janeiro de 2020 (69 anos)
Local de morte Rio de Janeiro
Gênero(s) MPB
Ocupação(ões) cantor e compositor
Instrumento(s) vocal e violão
Período em atividade 19782020
Página oficial www.tunai.art.br

José Antônio de Freitas Mucci (Ponte Nova13 de novembro de 1950 – Rio de Janeiro26 de janeiro de 2020), mais conhecido como Tunai, foi um cantor e compositor brasileiro.

Biografia e carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou o seu curso de Engenharia Civil na cidade de Ouro Preto, onde também estudou seu irmão e compositor João Bosco. Depois de se transferir para Belo Horizonte, onde concluiu seu curso, trabalhou durante um tempo como engenheiro e depois deixou a engenharia civil para se dedicar à carreira de músico, estreando em 1978. Trabalhou com o letrista Sergio Natureza, com quem compôs músicas para vários artistas como Elis ReginaSimoneGal CostaNana CaymmiMilton NascimentoBeto GuedesRoupa NovaFafá de BelémElba Ramalho e Sérgio Mendes, sempre com sucesso.

Na carreira-solo, tornou-se famoso com o hit Frisson, do disco Em Cartaz (1984) e que foi tema da novela “Suave Veneno“, da TV Globo. Escrevendo para o Yahoo!Regis Tadeu publicou uma crítica positiva para o cantor em 2012: “Este talentoso e veterano cantor mineiro nunca recebeu os devidos créditos por conta de seu trabalho bem acima da média dos compositores advindos dos anos 70, mesmo que várias de suas canções tenham sido gravadas por Elis ReginaFafá de Belém e Gal Costa. (…)”[1]

Morte[editar | editar código-fonte]

Tunai morreu na madrugada do dia 26 de janeiro de 2020 em sua casa, no Rio de Janeiro, vítima de uma parada cardíaca.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Trovoada – as aparências enganam (1980) – Polydor
  • Festival da Nova Música Popular Brasileira – Adeus à dor (1981) – Polydor
  • Todos os Tons (1981) – PolyGram
  • Olhos do Coração (1983) – PolyGram
  • Em Cartaz (1984) – PolyGram
  • Tunai (1985) – PolyGram
  • Sobrou pra Mim (1988) – Eldorado
  • Dom (1993) – Maracujazz
  • Certas Canções (2000) – Jam Music
  • Sem Limites – CD duplo – (2003) – Universal Music
  • Dança das Cadeiras (2004) – Independente
  • Eternamente… (2011) – MZA Music

Referências

  1.  Regis Tadeu (31 de março de 2012). «É show ou é fria – Abril»(Na Mira do Regis) Yahoo!. br.noticias.yahoo.com/blogs. Consultado em 10 de fevereiro de 2017

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s