Como exercitar os punhos


Quem pratica uma arte marcial sabe da importância de se ter um punho firme para um bom soco. Muitos praticantes tem dúvidas sobre como exercitar os punhos. Alguns artifícios muito utilizados para a estabilização desta articulação são o uso de ataduras e a prática de flexões com os punhos fechados. Neste artigo eu procuro sanar esta dúvida e no vídeo abaixo ensino um exercício para exercitar os punhos.

Punhos estáveis para um bom golpe

É de extrema importância que os punhos tenham estabilidade, caso o contrário a chance de lesão é grande. Para se aprofundar neste assunto acesse o artigo sobre usar luvas ou não, onde eu discuto isso detalhadamente. Ao desferir um soco contra um alvo é possível sofrer um entorse nesta articulação, independente de este golpe ser desferido com ou sem luvas. Ter um punho estável, portanto, protege contra este entorse, em primeiro lugar. Por isso os músculos desta articulação devem estar muito bem preparados para suportar o impacto sem que sofra nenhum dano.

Além disso, a estabilidade do punho permite que a energia gerada pela aceleração do corpo chegue até as mãos. O corpo como um todo deve estar num determinado estado de tensão para que a energia flua por ele. É como uma corrente: todos os elos devem ser igualmente fortes e suportar a tensão. Se um elo for mais fraco, a corrente se rompe. Portanto, se o punho não for suficientemente estável, será como o elo da corrente: não haverá força no golpe e a lesão será inevitável.

como exercitar os punhos

Relaxamento é indispensável

Porém, a capacidade de golpear com força por si só não evita o dano à saúde da articulação. Não adianta apenas ter um golpe forte se o punho for rígido, pois a rigidez e tensão excessiva também são causas de lesões. As lesões articulares mais comuns são nos ligamentos, desgaste nas cartilagens e lesões de tendões, as famosas tendinites. Muitas vezes isso acontece por falta de espaço nas articulações porque os ossos se comprimem uns contra os outros. O hábito de gerar tensão excessiva leva a esse quadro, por isso precisamos relaxar. Para isso recorro novamente ao exemplo da corrente: sem tensão os elos ficam soltos. A tensão entre os elos surge apenas quando é aplicada uma tensão à corrente. Um exemplo muito famoso diz que as artes marciais chinesas são como uma corrente com uma bola de ferro na ponta.

O exemplo evoca a imagem do equilíbrio entre tensão e relaxamento, portanto o punho deve ter uma combinação de relaxamento e estabilidade. Esta combinação permite um movimento articular que torna o soco mais potente por causa da aceleração da articulação do punho. Além disso, permite a formação de um ângulo que evita que o impacto seja concentrado na articulação.

Quando não utilizamos o movimento de uma articulação é como se ela não existisse. Portanto o impacto do soco sobre a mão é transmitido diretamente da mão para o antebraço. Isso acontece porque o impacto sobre o alvo é igual ao impacto sentido pela mão. Esse impacto vai se acumular na articulação do punho. Porém, ele pode ser dissipado ao formar um ângulo na articulação que desvia parte dessa força para fora dela.

Como exercitar os punhos

Recapitulando o que vimos até agora, precisamos pensar em como exercitar os punhos corretamente para:

    1. evitar lesões;
    2. .adquirir estabilidade articular;
    3. desenvolver o relaxamento;
    4. aumentar a potência do golpe.

E por último cito mais um motivo: projetar a parte desejada da mão em direção ao alvo. Se você leu o artigo sobre como golpear com as mãos, você entendeu que alguns ossos da mão são muito frágeis. Portanto o movimento da articulação é importante também para expor apenas a parte desejada da mão, evitando atingir o alvo com alguma parte indesejada.

como exercitar os punhos

Exercitar os punhos para fazer tudo isso não é muito complicado. Existe um exercício muito simples para praticar o controle dos músculos, tornando-os relaxados e dando estabilidade articular. Não se trata de flexões com os punhos fechados, pois isso torna a articulação muito tensa e comprime os ossos uns contra os outros. Neste exercício você irá desenvolver a coordenação motora do antebraço, mão e das articulações do cotovelo e punho. Comece com movimentos lentos e círculos pequenos, pois no início são mais fáceis. Os círculos podem ser pequenos ao ponto de quase não serem vistos. Então vamos lá, assista o vídeo acima e comece já a se exercitar!

Esse artigo foi útil para você? Compartilhe para ajudar outras pessoas e deixe um comentário dizendo como te ajudou!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s