Abrale – Boa alimentação para quem tem câncer


 

 

alimentos1

Os efeitos colaterais do tratamento contra o câncer atrapalham a ingestão de uma série de alimentos, e a alimentação rica e balanceada é fundamental no apoio ao tratamento. Mas que alimentos são os mais adequados? Quais as normas de higiene para manuseá-los? Essas são algumas perguntas feitas pelos pacientes.

Aqui, colocaremos algumas dicas que irão te ajudar neste momento, mas é importante salientar que o nutricionista, com foco no tratamento oncológico, é o profissional responsável por indicar qual a melhor dieta. Converse com o médico e veja se em seu centro de tratamento este serviço está disponível.

 

Alimentos contra os efeitos colaterais

Náuseas, vômitos e modificações no trânsito intestinal (tanto diarreia quanto intestino preso) podem ocorrer durante o tratamento oncológico. Além disso, alguns medicamentos alteram o paladar, o que causa menos apetite.

Contra náuseas e vômitos:

• Prefira alimentos frios ou gelados, como sorvetes, milk-shakes, vitaminas, frutas e saladas

• Diminua ou evite o uso de temperos fortes na preparação dos alimentos

• Faça as refeições em ambientes calmos e coma pequenas porções várias vezes ao dia

Contra a diarreia:

• Aumente a ingestão de líquidos, como água, chá, suco e água de coco

• Evite alimentos laxativos, como doces concentrados, leite de vaca, creme de leite, manteiga, queijos, verduras, cereais e pães integrais, além de frutas como mamão, laranja, uva e ameixa preta

Contra a obstipação (prisão de ventre):

• Evite o consumo de cereais refinados (arroz branco, farinha de trigo refinada, fubá, semolina, maisena, polvilho)

• Substitua alimentos pobres em fibras por alimentos ricos nesse nutriente (ex.: feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, soja, arroz integral, linhaça, aveia, cevada, milho, trigo, pães e biscoitos integrais, cereais matinais, agrião, alface, abóbora, abobrinha, aipo, aspargos, beterraba, bró- colis, couve, acelga, batata-doce, rúcula, escarola, erva-doce, espinafre, repolho, salsa, cebolinha, cebola, cenoura crua, couve-flor, nabo, pepino, pimentão, quiabo, rabanete, tomate cru, vagem, abacaxi, ameixa, amora, banana, caju, cereja fresca, coco, damasco seco, figo, goiaba, kiwi, laranja com o bagaço, maçã com casca, manga, maracujá, mamão, melancia, melão, tangerina, morango, nectarina, pera com casca, pêssego com casca, tâmara, uva fresca e passa)

• Para maior benefício, consuma esses alimentos durante o dia, acompanhados de no mínimo dois litros de líquidos

• Para evitar a flatulência (formação excessiva de gases), que pode ocorrer com o aumento súbito de fibras na dieta, aumente esse consumo gradativamente

• Inclua na sua alimentação leites fermentados ou suplementos contendo probióticos (ex.: lactobacilos)

Receita de Pudim de Sorvete

Contra a mucosite:

• Evite alimentos picantes e salgados com temperos fortes e alimentos ácidos (ex.: limão, laranja pera, morango, maracujá, abacaxi e kiwi)

• Consuma preferencialmente alimentos macios ou pastosos (ex.: creme de espinafre, milho, purês, pães macios, sorvetes, flans, pudins e gelatinas)

Contra a xerostomia (boca seca):

• Procure mascar chicletes e chupar balas

• Beba líquidos em abundância (ex.: água, chá, suco, sopa)

• Aumente a ingestão de alimentos ácidos e cítricos

• Acrescente molhos e caldos nas preparações salgadas

• Evite alimentos ricos em sal

• Chupe cubos de gelo ao longo do dia

• Utilize pomadas industrializadas (“salivas artificiais”) antes das refeições

 

Higienização dos alimentos

Durante o tratamento, o paciente costuma ficar com a imunidade bastante baixa, e sem as precauções necessárias, pode vir a contrair infecções. Portanto, há um importante cuidado a ser tomado na alimentação de pacientes com câncer: todos os alimentos devem ser armazenados, preparados e servidos de maneira adequada.

A higienização e o cuidado com todas as etapas antes da ingestão de um alimento são fundamentais para evitar infecções alimentares e outros problemas relacionados à contaminação em um momento tão sensível.

• Coma carnes sempre bem cozidas (bem passadas), para que não reste nenhuma parte crua ou mesmo rosada

• Descongele as carnes vermelhas, peixes ou aves na geladeira ou no micro-ondas, nunca em temperatura ambiente

• Não deixe alimentos perecíveis fora da geladeira por mais de duas horas

• Não deixe os alimentos com ovos, cremes ou à base de maionese fora da geladeira por mais de uma hora

• Divida grandes quantidades de alimentos em pequenas porções e guarde em potes rasos. Deixe na geladeira somente o alimento que for consumir nos próximos dois ou três dias e congele o restante

• Lave bem as frutas e vegetais em água corrente, e retire todas as áreas “machucadas” e estragadas dos vegetais

• Lave a embalagem dos alimentos (como enlatados) antes de abrir

• Não use o talher da preparação do alimento para provar o tempero

• Não prove alimentos com cheiro de azedo ou estragado

• Cozinhe os ovos até a clara estar completamente dura, e a gema, espessa

 

Água, a fonte da vida

agua

Pesquisas apontam que o câncer é causado por, entre outros fatores, acúmulo de toxinas. Sendo assim, tomar muita água não só previne o aparecimento de tumores como também ajuda no tratamento. É raríssimo que um indivíduo em terapia tenha que regular a quantidade de água ingerida. Quanto mais, melhor.

Posso tomar qualquer tipo de água?

Pois é, não é toda água que o paciente em tratamento do câncer pode beber. A água que vem da torneira, por exemplo, pode não ser muito adequada, já que contém produtos, como o cloro, que é tóxico e pode causar reações no organismo. O ideal é tomar a água mineral, aquela que vem na garrafinha, ou água filtrada, processo realizado por diversos aparelhos acessíveis a todos.

 

Ao comprar um alimento, todo cuidado é pouco

• Checar a data de fabricação e validade do produto, principalmente carnes, ovos e peixes

• Observe o odor, presença de insetos ou corpos estranhos nas embalagens danificadas e estufadas

• Selecione os vegetais e frutas mais frescas, sem áreas amassadas

• Evite salgadinhos e sobremesas não refrigeradas

• Evite estocar alimentos por longo tempo

 

Comitê de Nutrição Abrale

É constituído por nutricionistas com experiência na área de Onco-Hematologia, que objetivam trabalhar por um melhor atendimento oncológico no país, no que diz respeito à promoção da saúde do paciente e à alimentação saudável e correta no pré e pós tratamento. Os membros que compõem este Comitê também ajudam na divulgação de informações e elaboração de materiais didáticos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s