O que é Síndrome de Asperger?


crianca com adulto 1216 1400x800
MARIADUBOVA/ISTOCK

É um tipo de autismo que possui alto funcionamento, ou seja, seus indivíduos têm inteligência próxima à normalidade. Este transtorno neuro-comportamental tem como característica principal a dificuldade de interação social, que se manifesta por alterações de linguagem e fala, além de interesses isolados e intensos. Ou seja, quem possui asperger não consegue entender corretamente as entrelinhas do que é dito, como metáforas e emoções, e é extremamente focado em alguns temas.

“Imagine que um homem com Asperger se interessa por uma mulher. Ele dá um sorriso e o indivíduo não consegue identificar se ela está sorrindo para ele ou rindo dele”, explica o psiquiatra infantil Franscisco Assumpção, que continua. “Vamos supor que eles se aproximem e comece a conversar. Pouco depois, o homem passa a falar sobre dinossauros, que seria um tema que ele possui fixação. A mulher diz que não gosta de dinossauros e ele insiste no mesmo assunto incessantemente, sem perceber que a moça não quer conversar sobre isso”, finaliza.

Causas

fator genetico dna 1216 1400x800
KONSTANTIN FARAKTINOV/SHUTTERSTOCK

De acordo com o psiquiatra Mario Louzã, ainda são desconhecidas as causas dos transtornos de espectro autista: “Há estudos que indicam alguns fatores que podem acarretar nessas condições, como predisposição genética e problemas durante a gravidez que influenciam o neurodesenvolvimento do bebê, como sangramentos e diabetes”.

Apesar de não haver comprovação absoluta, alguns especialistas também ligam gestação tardia e episódios traumáticos no período perinatal como possíveis causas do autismo leve.

Sintomas

homem falando demais 1216 1400x800
ANTONIO GUILLEM/SHUTTERSTOCK

De acordo com o psiquiatra infantil Franscisco Assumpção, as características da Síndrome de Asperger podem ser percebidas por volta dos 6 anos de idade, quando já são esperadas respostas comunicativas que possibilitam o diagnóstico.

Confira abaixo quais são os sinais de alerta de uma criança com a condição, em comparação com o desenvolvimento normal:

  • Problemas de interação social e dificuldade para fazer amigos.
  • Dificuldade para entender e identificar expressões faciais e sinais de linguagem corporal.
  • Problemas para entender as entrelinhas, pois são muito literais e dificilmente entendem metáforas.
  • Poucos e intensos interesses, que beiram a obsessão, como em esportes e animais, por exemplo.
  • Ausência ou diminuição de expressões emocionais e faciais associadas ao contato visual.
  • Ausência ou redução do interesse por comentários e opiniões de outras pessoas.

Tem cura?

Não. Asperger é uma síndrome que nasce com o indivíduo e permanece durante toda a vida.

Tratamento

tratamento para autista 1216 1400x800
PHOTOGRAPHEE.EU/SHUTTERSTOCK

O psiquiatra Franscisco Assumpção explica que o tratamento primário para um Asperger deve ocorrer no sistema de educação. O aluno pode estudar em escolas comuns, mas é preciso que elas tenham maneiras de ampará-lo de modo especial e individual.

Além disso, é preciso que ele seja treinado para melhorar habilidades sociais, aprender regras de educação e desenvolver o senso do que pode ou não falar. “Dependendo da reação e características de cada pessoa, também é necessário passar por sessões de psicólogo, terapia ocupacional e fonoaudiologia”, conta o profissional.

Em casos de alteração de conduta, como agitação e agressividade, são receitadas medicações.

Síndrome de Asperger e autismo: quais são as diferenças?

garoto autista 1216 1400x800
MARIADUBOVA/ISTOCK

Asperger e autismo são considerados transtornos do espectro autista de acordo com o Manual de Diagnóstico e Estatística da Associação Psiquiátrica Americana. Apesar de terem suas diferenças, as duas condições compartilham problemas relacionados à interação social e interesses repetitivos e restritos. Entretanto, a Síndrome de Asperger se difere por preservar melhor a capacidade cognitiva, ou seja, a inteligência.

Famosos com Síndrome de Asperger

Susan Boye, Messi, Daryl Hannah e Dan Aykroyd são celebridades que partilham do transtorno. Alguns pesquisadores também sugerem que grandes pensadores, cientistas e escritores também eram autistas, como o criador de “Alice no País das Maravilhas”, Lewis Carroll, e o cientista Albert Einstein.

Importante: muito se fala sobre o jogador argentino Lionel Messi ser um dos portadores da síndrome. Contudo, isso nunca foi confirmado e há evidências de que é somente um boato que circula por redes sociais após um texto de um autor famoso afirmar isso.

Transtorno infantil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s