SysVale – Mais do que uma plataforma: “Um olhar para o futuro”


Mais do que uma plataforma: “Um olhar para o futuro”

O ano é 2018. Fazem apenas 4 anos que a Sysvale nasceu com uma missão:
Estar entre as principais empresas brasileiras de desenvolvimento e prestação de serviços relacionados a tecnologias livres, contribuindo com soluções que visem a plena satisfação de nossos clientes e a melhoria da sociedade, garantindo o constante aprendizado e uma vida feliz para seus colaboradores.

image

Pois bem, estamos caminhando. A plataforma Cidade Saudável este mês foi contemplada com uma maravilhosa notícia. Juntamente com as equipes e gestão de Petrolina/PE, conseguimos elevar a nota do PMAQ-AB que traz verba federal pra o município.

Na mais recente avaliação do Ministério da Saúde, em seu Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB), o município “simplesmente” ficou em primeiro lugar obtendo a MAIOR ARRECADAÇÃO do Estado de Pernambuco.

A cidade que antes recebia R$180 mil por mês, passará a receber pelos próximos 3 anos, R$460 mil mensais.

É uma forma magnífica de ajudar nossa sociedade: mais verbas para a saúde implica diretamente em mais promoção e qualidade para a saúde.

image

A secretária de saúde de Petrolina/PE, Sra. Magnilde Albuquerque comemorou o esforço conjunto de todos e divulgou em nota à imprensa: “Estamos muito satisfeitos com o primeiro lugar na captação de recursos em Pernambuco, avançamos muito na Atenção Básica do município e devemos agradecer a todos que se dedicaram para essa conquista. Trabalhamos diariamente para melhorarmos ainda mais os nossos indicadores, ofertando uma saúde pública de qualidade à população petrolinense.” Fonte: Blog do Carlos Britto

E não foi somente Petrolina-PE. Todos os nossos clientes que usam a  plataforma há pelo menos 6 meses, já obtiveram melhorias significativas na coleta de dados para a saúde, acompanhamento e monitoramento. É o caso de Miguel Calmon na Bahia, Marechal Deodoro em Alagoas, Queimadas na Paraíba e Afrânio em Pernambuco.

Isso é o resultado de um trabalho de equipe bem feito. Tratamos nossos clientes como parceiros e caminhamos juntos em busca de um mundo melhor.

Parabéns a todos os clientes que acreditam e acreditaram em nosso trabalho.


E agora, com a palavra, o cliente:

A ferramenta Cidade Saudável nos proporcionou um aumento de produtividade dos nossos agentes de saúde na ordem de 300% e nos deu um recurso incrível que foi a automação da busca ativa onde em 2 cliques a enfermeira localiza e manda vir a unidade gestantes com pré natal atrasado, mulheres há anos sem fazer citologia e muitas outras possibilidades.” (Aerton Lessa – Secretário de Saúde – Marechal Deodoro/AL)

Muito tem a ver com o Cidade Saudável. Uma grande parte da nota era sobre indicadores e avaliação externa. Seria impossível os enfermeiros gerenciarem tudo isso só com as informações do PEC. O Cidade Saudável foi imprescindível para esse resultado” (Enfermeira da Rede de Petrolina/PE)

Quer fazer parte deste seleto grupo de Cidades Saudáveis?

Fale conosco agora em: contato@sysvale.com

Fiocruz PE e Sysvale desenvolvem aplicativo para pesquisa em doenças crônicas

image

O desenvolvimento de um aplicativo voltado para pesquisas sobre doenças crônicas resultou na assinatura de uma parceria público-privada entre a Fiocruz Pernambuco e a empresa Sysvale. Trata-se do Collectivehealthmaps (HCMAPS), um software para uso em pesquisas qualitativas e quantitativas, que utiliza georreferenciamento. A ferramenta é compatível com celulares e tablets e utiliza o sistema operacional Android. O acordo, assinado na última sexta-feira (16/02) pelo diretor da Fiocruz PE, Sinval Brandão Filho (foto acima) e pelo sócio-administrador da Sysvale, Denisson Leal (foto abaixo), estabelece a propriedade conjunta do software, com participações iguais por parte das duas entidades.

image

O software foi criado no âmbito do projeto Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF): uma análise dos componentes alimentação, nutrição e atividade física na rede de atenção aos hipertensos e diabéticos em Pernambuco, do Laboratório de Avaliação, Monitoramento e Vigilância em Saúde (Lam-Saúde). O tempo de desenvolvimento do sistema foi de cerca de um ano e contou com financiamento pelo Programa de Excelência em Pesquisa (Proep) da Fiocruz, em convênio com a Facepe. “Esse aplicativo traz inúmeros benefícios à pesquisa, um dos mais importantes, com certeza, é a geração de dados em tempo real”, disse a coordenadora do Lam-Saúde, Eduarda Cesse.

A pesquisadora elogiou a criação dos editais do Proep, pela transparência e por permitir uma concorrência menor, limitada ao público no interno da Fiocruz, fazendo com que resultados como esse sejam revertidos para a instituição. O aplicativo, que está sendo testado em projetos de alunos do mestrado e doutorado em Saúde Pública da Fiocruz PE, encontra-se em análise para possível inclusão no portfólio de inovação da Fundação.

Mais informações sobre o projeto que originou o HCMAPS:

O projeto Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF): uma análise dos componentes alimentação, nutrição e atividade física na rede de atenção aos hipertensos e diabéticos em Pernambuco foi financiado pelo edital Facepe 19/2015 Apoio ao Programa de Excelência em Pesquisa- Proep – Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães – Cpqam – Convênio Fiocruz-Facepe.

Seu objetivo geral é analisar os componentes alimentação, nutrição e atividade física do NASF na Rede de Atenção à Saúde dos hipertensos e diabéticos em quatro pólos de macrorregiões do estado: Recife, Caruaru, Serra Talhada e Petrolina. O Sistema de Informática Collectivehealthmaps (HCMAPS) será utilizado para mapeamentos de feiras livres/orgânicas na área de abrangência da Estratégia Saúde da Família (ESF), a fim de gerar dados para a compreensão da influência do contexto sociocultural e ambiental na disponibilidade do acesso à alimentação saudável. Entre outros recursos, o sistema permite a captura de imagens georreferenciadas para posterior análise dos dados e mapeamento de espaços públicos que promovam ou dificultem alimentação saudável (feiras livres e orgânicas) e prática de atividades físicas (feiras e academias públicas). Possibilitará, ainda, construção de Ecomapas* para apoiar o monitoramento dos pacientes com hipertensão e diabetes. “Ao fim da pesquisa, apoiados pelo conhecimento gerado, pretendemos disponibilizar o software para uso pelos serviços de saúde”, explicou Eduarda.

* Um Ecomapa é uma representação gráfica que promove a visualização da família e das suas ligações com os equipamentos sociais presentes no território. Esse instrumento identifica o contexto do território, onde habitam os padrões organizacionais da família e suas relações com o meio, mostrando o equilíbrio ou desequilíbrio entre as necessidades e os recursos desta. Essa representação gráfica que o Ecomapa proporciona equivale a um “sistema ecológico” familiar, permitindo ao profissional destacar e avaliar os apoios e suportes disponíveis no território.

Sistema desenvolvido no Vale do São Francisco ajuda a diminuir índices de mortalidade infantil

Uma pesquisa com base nos dados da Secretaria Municipal de Saúde de Marechal Deodoro em Alagoas, mostrou que o Cidade Saudável eSUS+, sistema desenvolvido pela Sysvale, está contribuindo para a redução da mortalidade infantil.

Os dados apontam que em 2017 após a utilização diária do monitoramento efetivo de determinados grupos de riscos, em especial, gestantes e recém-nascidos, gerando lembretes, alertas e relatórios para auxiliar no processo de acompanhamento da população disponível no sistema, o índice de mortalidade infantil diminuiu em 48% em relação ao ano anterior, chegando a marca de 100 dias sem registro desse indicador.

image

O sistema também vem sendo utilizado pelos profissionais de saúde do município de Petrolina – PE desde maio de 2016 para substituir o preenchimento manual das fichas do Ministério da Saúde. Nesse período, mais de 200 mil pessoas foram cadastradas e mais de 2 milhões de visitas foram registradas, tendo um aumento de 43% no número de gestantes acompanhadas mensalmente pelos agentes de saúde.

image

Durante a visita domiciliar, o agente tem disponível na palma da mão um aplicativo com lembretes e informações atualizadas para o correto acompanhamento do indivíduo. Também através do aplicativo são coletados vários dados, em especial sobre as vacinas, consultas e exames pré-natal para gestantes e o peso e altura das crianças abaixo de 2 anos de idade. Quando sincronizados, os dados são processados, detalhados e disponibilizados em tempo real para as equipes de profissionais das Unidades de Saúde para agilidade e assertividade nas tomadas de decisão, para elaboração de planos estratégicos e práticas sociais que melhorem a saúde pública do município.

O sistema também disponibiliza para os enfermeiros todos os indicadores do PMAQ-AB, possibilitando realizar Busca Ativa, que é um pontos mais forte dos programas de saúde da família. Com isso, é possível criar e  acompanhar os grupos de riscos, verificar data de vacinação, coletar exames, gerar relatórios e enviar informações para os tablets dos agentes de saúde, sinalizando uma visita prioritária a uma família, para que eles conheçam de perto a realidade, analisem a frequência das consultas, façam orientações e realizem o acompanhamento de gestantes e crianças, registrando a assiduidade no pré-natal e a regularidade nas vacinas.

É bom lembrar que o sistema não substitui o trabalho dos profissionais de saúde. Os investimentos na capacitação das pessoas envolvidas com saúde pública e conhecer o contexto onde cada grupo familiar está inserido são passos necessários para tomar providência com base nos dados e informações disponibilizadas diariamente, seja para evitar doenças ou para atuar no cuidado em casos onde doenças já existam, garantindo uma vida melhor, com saúde para todos.

“Acredito que a missão de todo profissional de saúde é salvar vidas. Estamos muito felizes que nossa ferramenta esteja auxiliando nessa questão. Ainda há muito trabalho a fazer e estamos nos dedicando ao máximo para que grandes resultados como este continuem acontecendo”. Eugênio Marques, CEO Sysvale.

Conheça mais sobre o Cidade Saudável: https://youtu.be/6k_BB16Eq_0

Já são 100 dias com mortalidade infantil zero

image

Ajudamos a cidade de Marechal Deodoro – Alagoas a atingir outra marca importante. Já são 100 dias com zero de mortalidade infantil. As ferramentas de acompanhamento do pré-natal, monitoramento e busca ativa para crianças disponibilizadas para os profissionais de saúde da atenção básica através do Cidade Saudável eSUS+ tem contribuído para esse grande resultado.

Matéria completa aqui.

A utilização das tecnologias no combate a mortalidade infantil

Uma pesquisa com base nos dados da secretaria municipal de saúde (SMS), mostrou que o Cidade Saudável eSUS+, software desenvolvido pela Sysvale, localizada no Vale do São Francisco na Bahia, está contribuindo para a redução da mortalidade infantil na cidade de Marechal Deodoro – AL.

Os dados apontaram que em 2017 o índice de mortalidade infantil diminuiu em 48% em relação ao ano anterior, após a adoção de sistemas que realizam o monitoramento efetivo de determinados grupos de riscos, em especial, gestantes e recém-nascidos, gerando lembretes, alertas e relatórios para auxiliar no processo de acompanhamento da população.

http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2018/01/em-2017-marechal-deodoro-reduziu-a-mortalidade-infantil-em-48_46719.php

Conheça o Cidade Saúdavel

image

Cidade Saudável – Gestão inteligente para secretarias de saúde!

Prevenir é o melhor remédio. Grande parte da população mundial não tem acesso a serviços essenciais de saúde e os que tem acesso gastam muito com despesas médicas. A atenção primária a saúde tenta resolver esse problema através da prevenção ou diagnóstico precoce de doenças, além de ser a porta de entrada para o sistema de saúde.

Fonte: https://g1.globo.com/bemestar/noticia/metade-da-populacao-mundial-nao-tem-acesso-a-servicos-essenciais-de-saude-diz-oms-e-banco-mundial.ghtml

Promover acesso universal e de qualidade a saúde é um grande desafio e uma boa gestão é fundamental!

Com o Cidade Saudável o gestor tem acesso a informações fundamentais para o direcionamento dos investimentos públicos em saúde de forma rápida e em tempo real. Como a quantidade de medicamentos utilizados pelos cidadãos com diabetes, a área com maior incidência de determinada doença, as áreas com a maior quantidade de gestante e muitas outras possibilidades que podem ser abordadas nos diversos mapas e relatórios disponíveis.

Conheça o Cidade Saudável e veja o quanto ele pode contribuir para uma saúde universal de qualidade.

Empresas de Tecnologia e a necessidade de gerar inovação

image

No dia 04 deste mês aconteceu uma mesa redonda durante o SCIENTEX 2017 na Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco), organizada pelo Curso de Engenharia de Produção, onde foram debatidos temas sobre inovação e as iniciativas locais em empreendedorismo. A mesa foi mediada pelo Prof. Dr. Rômulo Câmara e teve como convidados Cássio Nunes, Investidor Anjo da CampAnjos, Leene Falcão, empreededora na área de AgroBusiness e o CEO da Sysvale Softgroup, Eugênio Marques.

Um dos principais focos apontados por nosso CEO, foi justamente o árduo caminho das pedras para quem quer empreender e aproveitou para citar as várias maneiras que se pode inovar dentro de uma empresa, que não foca apenas em produtos e serviços, mas também na valorização do material humano.

Acreditamos que mais iniciativas como essa, de trazer o debate tecnológico para o dia a dia da academia, empresários e a população geral, abrirão muitas oportunidades de negócios e de inovação em nossa região”, salientou Eugênio Marques durante o evento.

Parabéns aos professores do Curso de Engenharia de Produção, especialmente em nome do Prof. Dr. Paulo Pereira, Coordenador do Projeto Tempos de Produção por iniciativas assim.

Sysvale Certificada – certificações Linux como incentivo aos colaboradores da empresa

image

Sysvale é uma empresa jovem, surgida de um projeto de residência em software público idealizado por acadêmicos da Universidade do Vale do São Francisco e por um pequeno grupo de empresários da região. A especialidade da empresa é a criação de soluções para a gestão pública municipal, sempre com base em softwares livres.

Desde o início, a Sysvale busca contratar estudantes que estão próximos da conclusão de seu ensino superior e proporciona a eles uma “residência tecnológica”, em um molde muito parecido com o das residências nas áreas da saúde, e permitir que eles cresçam profissionalmente usando, especialmente, a polinização cruzada de talentos, algo que é auxiliado pelos métodos ágeis (em especial o Scrum) adotados pela empresa.

Um profissional, na Sysvale, começa como um estagiário “residente”, torna-se um funcionário da empresa e, com o tempo, caso opte por seguir sua carreira dentro da Sysvale, pode tornar-se sócio.

Entre os dias 21 e 24 de outubro de 2017, os profissionais da Sysvale participaram do e-Info, Encontro Acadêmico de Informática sediado na FACAPE (Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina) e, após assistir à apresentação de Jon “maddog” Hallsobre carreiras com Linux e a importância das certificações profissionais, decidiram criar o programa “Sysvale Certificada”.

“Com esse programa abordamos duas frentes: mostramos aos nossos clientes a nossa preocupação em manter nossos colaboradores certificados na base de toda a tecnologia de ponta do mercado atual (nuvem, mobile, IoT, inteligência artificial, etc) e criamos um incentivo adicional para que nossos colaboradores apostem em seu crescimento dentro da própria empresa.”, diz Eugênio Marques, CEO da Sysvale.

Fonte: https://goo.gl/5vznBh

LINUX E O VALE DO SÃO FRANCISCO, UMA PERSPECTIVA PESSOAL

image

Em 2014 fui convidado pelos professores João Sedraz e Jorge Cavalcanti para auxiliá-los em um projeto que criou a primeira residência tecnológica em software público brasileiro no Vale do São Francisco. Conheci, então, a Sysvale, empresa que, ainda em formação, acolheria os residentes. A ideia era simples: copiar as residências das áreas de saúde e ampliá-las para a área de tecnologia. De uma ideia inicial, a de atender às necessidades tecnológicas de prefeituras carentes na região, a Sysvale rapidamente passou a oferecer serviços para clientes no Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Campinas e mais do que dobrou seu quadro de colaboradores entre 2014 e 2017.

Em março de 2016 tive uma coroação em minha vida profissional, ao tornar-me diretor de desenvolvimento regional do Linux Professional Institute. O LPI, através de sua rede de parceiros, incentiva a capacitação e posterior certificação de profissionais Linux, dos quais há uma carência enorme no mercado. A Sysvale é um exemplo clássico de que basta conhecer Linux e outros softwares livres para exportar serviços para outras regiões de nosso país e do mundo. Mas creio que o mais importante que isso é a possibilidade de manutenção de talentos na região que, mesmo exportando serviços, pensam localmente e promovem a economia local e a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Há poucos meses participei do FLISOL (Festival Latino Americano de Instalação de Softwares Livres) no IF Sertão, em Salgueiro. Fiquei encantado com a capacidade dos alunos que, dentre outras coisas, criaram uma distribuição Linux que descomplica a vida dos colegas que querem entrar no maravilhoso mundo do software livre, hoje traduzido em aplicações na nuvem, em dispositivos móveis e para a internet de tudo (antes internet das coisas).

Foi antes e depois desse evento que ampliei meus contatos com o pessoal bacana do IMC, Instituto Múltiplo de Cidadania, cuja presidente, Sueli Leal, provocou-me a construir a participação do LPI em um evento onde exploraremos possibilidades de empreendedorismo e geração de emprego e renda para a região do Vale do São Francisco, unindo a academia e empresas da região junto a estudantes e a qualquer pessoa interessada em avançar ou construir uma carreira na área de tecnologia, com softwares livres.

Aceitei o desafio e aproveitei a oportunidade da visita de nosso diretor executivo, Matt Rice, para montarmos um conjunto de palestras falando desde os projetos e empresas que usam software livre (NASA, DreamWorks, TESLA, Google e, acredite, Microsoft!), passando por dicas para empreender e arrumar emprego e culminando com a fala do Matt: o futuro está empregando!

Todas as tecnologias emergentes e já crescentes têm por base softwares livres: as já mencionadas aplicações em nuvem, dispositivos móveis e internet de tudo, mas incluindo a ciência necessária para o processamento de enormes volumes de dados gerados por essas aplicações e sua tradução em mecanismos de inteligência artificial.

Cesar Brod, 03/07/2017

Venha conhecer mais sobre tudo isso a partir do dia 14 de julho em Petrolina. Acesse o site http://lpivale.modeon.co/.

Inscreva-se nas provas de certificação: Realizar Inscrição.
Ir para o site do evento: Acessar site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s