25-10-2019 – Petroleiros aceitam proposta do TST, mas greve ainda pode ocorrer em Minas


A FUP (Federação Única dos Petroleiros) anunciou na noite desta sexta-feira (25) que aceitou a proposta do TST (Tribunal Superior do Trabalho) em relação ao acordo de convenção coletiva da categoria.

“Este, portanto, é um momento decisivo para os petroleiros e petroleiras. Diante da nova proposta apresentada pelo TST, a FUP está indicando a sua aprovação, com suspensão da greve. Se a Petrobrás não aprovar até o dia 03/11 a proposta, a greve pelo Acordo Coletivo será retomada com data a ser definida pela FUP”, diz o posicionamento da FUP.

Desta forma, a possibilidade de greve geral nas refinarias pode ser reduzida, mas não está totalmente descartada ainda. É que o Sindipetro-MG (Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais), que havia anunciado a paralisação a partir deste sábado (26), disse que só irá decidir sobre o fato amanhã.

“No final do dia de hoje, o Tribunal Superior do Trabalho apresentou uma nova proposta para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos petroleiros. Diante do novo quadro, o Sindipetro-MG reafirma seu compromisso com a categoria e avaliará junto aos trabalhadores a continuidade do movimento grevista em Minas Gerais”, diz a nota do Sindpetro-MG.

A diretoria do Sindipetro/MG se reunirá com os trabalhadores da Refinaria Gabriel Passos (Regap) e Usina Termelétrica Aureliano Chaves durante as trocas de turno ainda nesta sexta, às 23h30.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s