Erros e Falhas —A Vitória Proveniente da Derrota


Maria Fontaine

O Senhor nunca falha, mesmo que nós falhemos. Não importa quantas vezes falhamos a Deus, Ele jamais nos abandonará, sempre nos ajudará. A melhor maneira de agir diante de um fracasso é manter a mente firme no Senhor e nEle confiar. Eu sei que Deus vai ajudar você porque nós e você estamos orando, e Ele atende às nossas orações. E o melhor de tudo é que “o Espírito vive para interceder pelos santos de acordo com a vontade de Deus.”[1]

Então, por que se preocupar? Todos nós falhamos em alguma ocasião, na verdade, frequentemente. Às vezes nos confundimos um pouco, e o Inimigo luta contra nós. Portanto, não devemos ficar com sentimento de culpa. Deveríamos ficar satisfeitos quando erramos. Se é para ter algum sentimento, então que seja de alegria, porque talvez o Senhor quisesse justamente que errássemos. Você consegue encarar a situação dessa maneira? O Senhor provavelmente permite que erremos para não ficarmos convencidos, pois se isso não acontecer, talvez fôssemos nos parabenizar pelo nosso bom desempenho. Mas errar nos torna mais humildes e dependentes do Senhor.

“Todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus.”[2] Não deveria sentir-se condenado e se preocupar com erros e falhas. Deveria, na verdade, ter a atitude oposta e ficar feliz pelos bons resultados que poderiam acontecer. Fique agradecido por não ser uma falha em grandes proporções e pelo fato do problema poder ser remediado. Ou pode ficar agradecido porque o Senhor lhe deu um chacoalhão antes de ir longe demais, e aprendeu com a situação. Ou que o Senhor não permitiu problemas maiores, mais drásticos ou catastróficos como resultado.

Na verdade, provavelmente teve mais efeitos positivos do que prejudiciais. Eu acho que devíamos considerar as falhas e erros com uma perspectiva positiva e ver as coisas boas que resultam disso. Em certo sentido, o nosso orgulho é que nos faz sentir tristes quando falhamos. Mas não é só orgulho, porque nos sentimos mal de verdade quando tomamos decisões erradas, e nos sentimos mal a respeito dos problemas ou mágoas que isso causa. Mas, como Paulo disse:

Vocês se esqueceram da palavra de ânimo que ele lhes dirige como filhos: “Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, nem se magoe com a sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho”. Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. Pois, qual o filho que não é disciplinado por seu pai? Se vocês não são disciplinados, e a disciplina é para todos os filhos, então vocês não são filhos legítimos, mas sim ilegítimos.

Além disso, tínhamos pais humanos que nos disciplinavam, e nós os respeitávamos. Quanto mais devemos submeter-nos ao Pai dos espíritos, para assim vivermos! Nossos pais nos disciplinavam por curto período, segundo lhes parecia melhor; mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade.
Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados. —Hebreus 12:5-11[3]

É como acontece na relação dos pais com os filhos. Você fica chateado ou sofre quando seus filhos comete um erro? É claro que fica um pouco chateado, mas sabe que vão errar, se comportar mal, ou tomar decisões erradas em algumas ocasiões, pois faz parte do processo de amadurecimento. Você sabe que não são perfeitos. Tudo isso faz parte da vida. O desapontamento se perde na felicidade que sente quando vê o filho aprender uma lição e agir corretamente. E é assim que Deus pensa em relação a nós, Seus filhos. Nós estamos em um processo de aprendizagem e cometer erros é inevitável.

Logicamente, também não queremos prejudicar outros com nossos erros nem falharmos ao Senhor. Mas, quando o Senhor quer lidar com o nosso orgulho, faz bem errar, falhar ou errar o alvo, porque então percebemos que o Senhor tem que agir por meio de nós, e quando temos um bom desempenho, vamos dar a Ele a glória.

Às vezes, Ele tem que permitir que erremos para nos mostrar que Ele esquematiza nossos sucessos. Por isso, às vezes Ele tem que nos deixar falhar para nos manter humildes.

O orgulho é um grande problema na vida de muitos, mas o Senhor conhece nosso coração e sabe que não queremos ter esse problema, que oramos para mudarmos, portanto Ele atende as nossas orações. Ele nem sempre atende como queremos e nem com a facilidade como gostaríamos, mas Ele sabe qual a melhor maneira e nos atenderá se Lhe pedirmos — da maneira que Ele sabe ser melhor.

Nós precisamos ver falhas e erros com uma perspectiva positiva, entendendo que o Senhor não quer nos arrasar nem deixar o Inimigo nos espezinhar. Na verdade, Ele nos honra por nos permitir essas lições e acontecimentos.  Nós devíamos realmente agradecer a Ele por essas situações, pois mesmo nos sentindo mal, é maravilhoso aprender lições. É até mesmo uma bênção falharmos às vezes, porque frequentemente é disso que resultam nossas maiores vitórias.

Continue olhando para o alto e tendo uma atitude positiva. O Senhor talvez tenha permitido que ficasse um pouco confuso acerca das situações, para você não se engrandecer. Ele permite essas coisas porque deseja nos ensinar lições mais importantes e nos dar uma vitória ainda maior.

O que estou querendo dizer é que devemos ficar contentes e nos alegrarmos! Não precisamos nos preocupar nem ficar com sentimento de culpa quando erramos e falhamos, porque, se seguirmos o Senhor, todas essas coisas vão contribuir para o bem. Eu só queria incentivá-los a ver o lado brilhante e positivo quando cometerem erros ou falharem, pois se confiam no Senhor Ele trará muito mais resultados positivos do que negativos.

Publicado originalmente em fevereiro 1985. Adaptado e republicado em novembro 2013. Tradução Hebe Rondon Flandoli.


[1] Romanos 8:27 NVI.

[2] Romanos 8:28.

[3] NVI.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s