TRÊS PASSOS PARA A FELICIDADE – EUNICE GONDIM


 [Total: 0    Média: 0/5]

Download PDF

            Contribuição de EUNICE GONDIM

Três Passos Para a Felicidade
Autor Espiritual: Um Espírito de Verdade
Pela Médium Eunice Gondim

  1. resignação na missão
  2. renúncia
  3. propósito

O crescimento espiritual de todos os seres humanos é diretamente proporcional às privações por eles enfrentados. Mas alguns perguntam: e por que algumas pessoas vêm a esse mundo e têm uma vida feliz e sem sofrimentos? Eu retorno a pergunta: será que isso existe mesmo? Será que alguém é feliz a ponto de não passar por nenhuma provação e assim não crescer espiritualmente?
Não nos compete fazer esse julgamento. Primeiro porque não sabemos e não nos é dado saber a vontade de Deus ao designar tal destino para tais pessoas. Segundo porque o que parece felicidade para alguns pode ser na verdade sofrimento para outro.
Exemplificando:
Para alguém muito pobre o fato de outro ter muito dinheiro faz dele uma pessoa imensamente feliz. Mas nem sempre é assim. Alguém com muito dinheiro pode, em algum momento, preferir não o ter, pois isso, em alguns casos, implica em vários problemas que o pobre não tem. O certo é que a felicidade é uma coisa relativa e não nos cabe fazer juízo de valores a seu respeito. O importante é que cada um procure ser feliz á sua maneira e respeite os direitos dos outros. Se cada um assim o fizer, a felicidade será um bem construído individualmente, no interior de cada um o que a torna mais firme e duradoura.
Quanto às provações a que me referi no começo do texto, são na verdade uma das maneiras de um ser humano evoluir realmente de forma a conquistar um bom avanço espiritual. Cada ser humano recebe a partir de Deus os desígnios de sua estadia na Terra e, juntamente com eles vêm as provações.

Não se deve nem se pode comparar as provações de uma pessoa com as de outra, pois tudo depende de suas vidas pretéritas. Cada um traz através do perispírito os carmas ou dívidas das existências que já cumpriram como encarnados. Dependendo desses débitos cada um tem, de forma diferente, suas missões a cumprir. Por isso não é certo fazermos comparações.
Existem, no entanto, padrões determinados para fazer com que alguém conquiste ou não a sua felicidade neste planeta.
O primeiro passo é resignar-se a cumprir a missão que lhe foi determinada. É preciso que todos analisem com cuidado que tipo de vida está definida para si e procure no seu íntimo, motivos para ter que passar por tantas coisas que às vezes nos parecem injustas e muito difíceis de suportar. Se uma determinada situação lhe é apresentada, com certeza estava prevista para essa sua encarnação e isso acontece por algum motivo que na maioria das vezes foge a vossa compreensão. Mas é fácil aceitar quando se tem uma compreensão espiritual. Rebelar-se contra os desígnios de Deus é o principal motivo de infelicidade humana, pois a revolta trás sofrimentos e é quase sempre motivo de blasfêmias. Quando nos revoltamos contra os desígnios de Deus estamos construindo novos carmas para encarnações vindouras em vez de quitarmos os que já trazemos.
O segundo passo é aprender a renunciar. A renúncia consciente é motivo de felicidade para o espírito embora não o seja para a matéria. Se existe uma visão espiritualista, o espírito conta mais que a matéria. Afinal de contas a verdadeira vida é a do espírito, já que a matéria é transitória. O ato da renúncia, quase sempre, traz sofrimento material, mas esse é compensado pela extrema felicidade e crescimento espiritual que produz em quem a pratica. De forma geral a renúncia é feita em prol de alguém que se ama. E ver a felicidade do ser amado é algo maravilhoso, indescritível pelos seres comuns. Talvez o ato de renunciar seja a melhor maneira de agradar a espiritualidade. Mas não se deve renunciar por renunciar. É preciso que essa renúncia seja movida por um sentimento firme e por uma necessidade imperiosa. A renúncia sem um verdadeiro motivo torna-se vaga e não é do agrado da espiritualidade.
O terceiro passo é procurar na sua existência o verdadeiro motivo de sua vinda a esse planeta. Ninguém vem aqui por acaso. Deus dá oportunidades de evolução para quem dela necessita, demonstra querer e faz por merecer. Sendo assim, se você aqui está foi por que quis e mereceu vir, ganhando assim uma nova oportunidade para conquistar novos níveis rumo a evolução espiritual que deseja. Com certeza você escolheu vir o que demonstra que deseja evoluir e Deus com justiça e sabedoria lhe concedeu essa graça. É sua obrigação agora fazer por onde merecer a oportunidade que teve e aproveitá-la dedicando-se de forma incondicional ao seu processo evolutivo. Desperdiçar essa encarnação pode significar para você ter que retornar ao planeta trazendo mais motivos para sofrimentos. E acredito que nenhum ser humano deseja isso.
Cada ser humano quando encarnado deve procurar desenvolver sua existência tendo como fundamentos esses três pontos que são determinantes do grau de evolução que pode conseguir.

Muitas vezes a falta dessa compreensão leva a uma vida infeliz e sem objetivos que termina se tornando uma carga muito difícil de se carregar. Se para as pessoas espiritualizadas já é difícil atravessar uma existência terrena com todas as provações que ela traz, imagine quão mais difícil se torna esse processo para quem não compreende os princípios que regem a vida dos encarnados. Por isso, irmãos, procurem orientar-se sobre a finalidade da sua vinda a esse planeta, descubra quais são suas missões e empenhe-se em cumpri-las sem questionamentos e sem revoltas, o que certamente resultará em bônus para a sua evolução espiritual. Que Deus e o Divino Espírito Santo abençoem a todos e os ajude no caminho da evolução espiritual de cada um

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s