HISTÓRIA DA ILUMINAÇÃO LED: EVOLUÇÃO, REVOLUÇÃO E INOVAÇÃO


A História da iluminação LED passou por um longo caminho até se tornar realidade

O LED representa hoje o ponto mais alto da evolução no mercado de iluminação. No entanto, para chegar ao topo da inovação a história da iluminação led percorreu um longo caminho. Da mesma maneira, é considerável o tempo para que a iluminação industrial, pública e residencial tenha adesão completa pelas novas soluções em iluminação. Por outro lado, o LED atualmente está tão presente em nosso cotidiano que ele não se concentra “apenas” nas áreas citadas, mas também está presente em televisores, monitores de computador, faróis automotivos e telões de exposições e shows. Diante dessa presença tão massiva podemos afirmar que o LED causou uma verdadeira revolução na iluminação. Isso se tornou possível porque as soluções LED, especialmente a luminária industrial LED, unem a qualidade na iluminação ao menor custo de manutenção. Além disso, elas consomem uma quantidade muito menor de energia em uma comparação com as soluções tradicionais. Diante de todos esses benefícios no desempenho das soluções em iluminação surgiram também os benefícios financeiros, fazendo com que houvesse uma rápida adoção da iluminação industrial LED.

O INÍCIO DA HISTÓRIA DA ILUMINAÇÃO LED: UMA REVOLUÇÃO QUE ENGATINHAVA

A história da iluminação LED teve os seus primeiros avanços no início do século XX. Em 1907, o engenheiro inglês Henry Round descobriu que materiais inorgânicos eram capazes de gerar luminosidade quando percorridos por uma corrente elétrica. Essa descoberta de Henry foi publicada no jornal Electrical World, mas o desenvolvimento do LED ainda não começaria nessa época. Em 1921, o físico russo Oleg Lossew passou a estudar a descoberta de Henry. Durante a pesquisa, os conceitos foram mais detalhados. Baseado nessa evolução, o físico francês Georges Destriau descobriu a emissão de luz pelo sulfeto de zinco. Ele batizou a sua descoberta de “luz de Lossew”, em uma homenagem ao colega russo. Por conta dessa contribuição com a história da iluminação LED, Destriau é considerado o pai da eletroluminescência.

OS PRIMEIROS PASSOS DA HISTÓRIA DA ILUMINAÇÃO LED

Nos anos 1950 aconteceu a criação do transistor, fato que contribuiu de forma decisiva para a história da iluminação LED. Em 1962, o engenheiro da empresa norte-americana General Eletric, Nick Holoniak Jr., desenvolveu o que é considerada a primeira lâmpada de LED. Nessa época ela só era fabricada na cor vermelha e ainda oferecia baixa intensidade luminosa (1 mcd). Dessa forma, basicamente, ela era usada em toca-discos, televisores, rádios, TVs e outros aparelhos elétricos para sinalizar que estavam ligados. Alguns anos depois surgiu também a luz LED nas cores amarelo e verde. Nesse início, elas eram usadas para sinalizações, mas já começavam a despertar o interesse devido à sua eficiência e economia. Nesse período os LEDs apresentavam de 4.000 a 8.000 milicandelas, no máximo, com um ângulo de emissão que variava entre 8 e 30 graus.

A REVOLUÇÃO DA ILUMINAÇÃO LED SE TORNOU UMA REALIDADE

Já na década de 90, o engenheiro japonês Shuji Nakamura desenvolveu o LED na cor azul. Essa descoberta foi decisiva porque, a partir dela, fundindo as três cores básicas (vermelho, verde e azul) foi possível gerar o LED branco. Dessa maneira, ao lado de dois outros pesquisadores (Isamu Akasaki e Hiroshi Amano), Nakamura entrou definitivamente para a história da iluminação LED ao ganhar o prêmio Nobel de 2014 por conta dessa descoberta que durou 30 anos de estudo. A partir disso, houve a popularização do LED, o que motivou empresas do setor eletrônico a se dedicar ao led por conta do seu processo de fabricação ser mais simples e o seu resultado mais eficiente já que os LEDs alcançam a marca de 120 lúmens de fluxo luminoso, com potência de 1,0, 3,0 e 5,0 watts.

Shuji Nakamura: Vencedor do Prêmio Nobel e responsável pelo LED na cor azul

A ILUMINAÇÃO LED NO BRASIL

Diante desse cenário, em 2015, um ano após o Nobel, eram 20 as empresas que fabricavam LED no Brasil segundo a Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux). Essas empresas eram em sua maioria de pequeno e médio porte, sendo a sua parte mais significativa distribuidoras que invés de importar viram as vantagens de fabricar e foram as responsáveis por uma produção de 2,5 milhões de lâmpadas em 2014. Essa revolução do LED fez com que a indústria de iluminação no Brasil tivesse um renascimento ao reunir 37 mil trabalhadores em 600 empresas e movimentando R$ 4,2 bilhões em 2015 apesar de o chip ainda ser importado. Neste período, entre os anos de 2015 e 2016, o uso do LED cresceu 60% em escala mundial.

PREVISÕES: A CONTINUAÇÃO DA HISTÓRIA DA ILUMINAÇÃO LED

A previsão é de que o mercado mundial de iluminação LED passe até o ano de 2023 a marca dos US $ 70,2 bilhões, apresentando uma expansão que chega a 12,6% entre os anos de 2017 e 2023 a P & S Market Research. No período há a previsão de que o mercado latino-americano tenha o crescimento mais rápido com uma taxa de 14,5%. Entre os países do continente o Brasil deve contribuir com a maior receita devido à redução dos custos de produção e a ampliação na demanda por iluminação sustentável e eficiente.

MAS AFINAL, PORQUE A ILUMINAÇÃO LED É TÃO USADA?

Essa revolução se tornou possível pelo fato de que o LED precisa de menos energia para produzir luz já que ele opera em baixa voltagem. Dessa forma, o consumo de eletricidade também diminui. Paralelo a isso, a sua durabilidade é até 12 vezes maior do que as soluções em iluminação tradicionais. Com isso, a necessidade de manutenção, bem como a verba destinada a isso, diminuem, assim como se tornam reduzidos também os danos ao meio ambiente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: