Fernanda Young


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa

Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre alguém que morreu recentemente. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência afontes confiáveis(data da marcação: 25 de agosto de 2019; editado pela última vez em 25 de agosto de 2019) Twemoji 1f464.svg
Fernanda Young

Fernanda Young em entrevista na cidade de Belém, durante a edição de 2010 da Feira do Livro.

Nome completo Fernanda Maria Young de Carvalho Machado
Nascimento 1 de maio de 1970
NiteróiRJ
Morte 25 de agosto de 2019 (49 anos)
ParaisópolisMG
Nacionalidade brasileira
Cônjuge Alexandre Machado (1993-2019)
Filho(s) 4
Ocupação escritoraroteiristaapresentadora e atriz
Principais trabalhos
Página oficial
Página pessoal

Fernanda Maria Young de Carvalho Machado (Niterói1 de maio de 1970 — Paraisópolis25 de agosto de 2019) foi uma escritoraroteiristaapresentadora e atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sua formação literária foi em parte constituída durante a travessia da baía de Guanabaraem barcas ou ônibus.[1] Dedicou-se aos livros na busca de aperfeiçoamento, influências e distração. Interrompeu os estudos após a conclusão do ensino fundamental, posteriormente concluindo o médio por meio de um supletivo de seis meses. Frequentou a faculdade de Letras da Universidade Federal Fluminense, sem chegar a se formar. Ainda viria a cursar Jornalismo na Faculdade Hélio Alonso e, depois de mudar-se para São Paulo e iniciar sua carreira de escritora, virar aluna de Rádio & Televisão na FAAP, mas não terminaria nenhum dos cursos. Fernanda teria jurado nunca mais pisar em um campus universitário após as experiências, mas atualmente estava cursando Artes Plásticas na FAAP.[2]

Em 1995, foi roteirista do programa televisivo A Comédia da Vida Privada, da Rede Globo. No ano seguinte, Fernanda lançou seu primeiro romanceVergonha dos Pés, que já tem mais de 15 edições. No ano seguinte, lançou À Sombra de Vossas Asas, que conta a história de amorobsessão e vingança entre o fotógrafo Rigel (que reaparece no livro Aritmética) e da aspirante-a-top-model Catarina, que teve os direitos comprados por uma produtora de Hollywood interessada em fazer um filme da história.

A princípio, os livros de Fernanda conseguiram boa exposição na mídia devido à sua persona peculiar, suas declarações controversas, sua obsessão com cultura pop e seu visual, construído por cabelos geralmente curtos, grandes tatuagens e, por algum tempo, ostensivas pulseiras de baquelite das décadas de 1920 a 1950.

Em 1998 lançou o romance Carta para Alguém Bem Perto, seguido pelo criticado As Pessoas dos Livros (2000). Em 2001, após o lançamento de seu quarto romance, O Efeito Urano, Fernanda retomou a carreira de roteirista de televisão, com Os Normais. O seriado seria exibido durante dois anos na Rede Globo e culminaria em um longa-metragem, lançado em 2003. Fernanda também participaria dos roteiros do quadro Supersincero (2005), no programa Fantástico, e do seriado Minha Nada Mole Vida, em 2006.

Entre 2002 e 2003, Young coapresentou, ao lado de Rita LeeMônica Waldvogel e Marisa Orth, o programa feminino Saia Justa no canal a cabo GNT. Seus próximos livros, o romance Aritmética e a coletânea poética Dor do Amor Romântico, sairiam, respectivamente, em 2004 e 2005. Escreveu uma coluna mensal na revista Claudia. Apresentou no canal GNT o programa Irritando Fernanda Young, programa de entrevistas com celebridades entre 2006 a 2010. Em maio de 2012, estreia no GNT o programa Confissões do Apocalipse, seguindo a linha de entrevistas com pessoas conhecidas, porém tendo como pano de fundo a previsão maia acerca do fim do mundo, em 21 de dezembro de 2012, data de sua última exibição.

Em 2013, escreveu e atuou como uma das protagonistas da série Surtadas na Yoga, com 13 episódios na primeira temporada. A série conta a história de três mulheres que fazem ioga para não surtar. As “surtadas” Jessica (Fernanda Young), Ana Maria (Flávia Garrafa) e Marion (Anna Sophia Folch) não estão em busca de sexo e de homens. São solitárias, sim, gostariam de encontrar alguém, sim, mas estão mais preocupadas em sobreviver à loucura do mundo – e à loucura própria – com independência e a consciência tranquila. [3]Devido ao sucesso e crescimento de 115% na audiência do GNT [4] em abril de 2014, a segunda temporada entrava no ar com mais 13 episódios. Em outubro de 2014, após três temporadas, a série foi cancelada. [5][6]

Foi duas vezes indicada ao Emmy Internacional de melhor comédia, pelos seriados Separação?! (Rede Globo, 2010) e Como Aproveitar o Fim do Mundo (Rede Globo, 2012).

Fernanda Young posou nua para a edição brasileira da revista Playboy, lançada em novembro de 2009.[7]

Em maio de 2015, lançou seu 11º livro e o 2º de poesias de sua carreira, intitulado “A Mão Esquerda de Vênus”, pela Editora Globo. O lançamento aconteceu na Galeria Vermelho em São Paulo.[8]

E estaria na nova versão do TV Mulher com estreia prevista em 31 de maio de 2016 no Canal Viva.[9]

Lançou sua última obra literária, “Estragos”, em outubro de 2016. O livro, que oferece dezoito contos inéditos da artista, escritos entre 1987 e 1995, época de seus dezesseis a vinte e poucos anos de idade, convida a conhecer o ícone ainda jovem, procurando seu caminho em meio as palavras, afinando a escritora que hoje conhecemos.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 1990, iniciou um namoro com o roteirista e escritor Alexandre Machado. Ambos casaram em 1993. Juntos, tiveram as gêmeas Cecília Madonna e Estela May, nascidas em 19 de março de 2000, via cesariana, no Rio de Janeiro. Em 2007, novamente grávida de uma menina, sofreu um aborto espontâneo aos quatro meses de gestação. Muito abalada emocionalmente com o episódio, decidiu, em comum acordo com seu marido, entrar na fila de adoção, paralelamente a um tratamento de fertilização, mas que não obteve êxito. Em 2010 conseguiu adotar seus dois filhos: Catarina Lakshimi, nascida em 10 de novembro de 2008, e John Gopala, nascido em 21 de julhode 2009.

Em entrevistas revelou ter sido uma criança bastante deprimida, mas sem nenhuma causa que a fizesse constantemente estar triste. Aos dez anos de idade cortou os pulsos, mas só iniciou tratamento psicoterápico aos treze anos, quando descobriu possuir dislexia. Também revelou que foi violentada aos dezesseis anos por seu primeiro namorado, e isto constituiu um trauma que a fez abandonar a escola e isolar-se. Só aos vinte e quatro anos voltou a estudar e terminou o ensino médio, na mesma época em que foi diagnosticada com depressão, e iniciou tratamento com antidepressivos e ansiolíticos, remédios que tomou por mais de dez anos, mas decidiu manter uma vida saudável, sem medicamentos, tendo voltado para a terapia, passando a praticar exercício físico e meditação, o que atenuou os sintomas de sua depressão. católica desde o nascimento, em 1996 converteu-se ao hinduísmo.

Morte[editar | editar código-fonte]

Fernanda era portadora de asma desde sua infância, sempre fazendo tratamento, mas devido a uma crise asmática intensa e repentina, faleceu no dia 25 de agosto de 2019, aos 49 anos. A artista estava hospedada no sítio de sua família, em GonçalvesMinas Gerais, onde sempre ia para visitá-los e descansar em meio a natureza. Após passar mal e desmaiar no quarto, foi chamada a ambulância, que a levou para o hospital mais próximo, localizado na cidade de Paraisópolis, tendo morrido vítima de uma parada cardiorrespiratória durante a madrugada, pouco mais de uma hora depois de sua internação na UTI.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • 1996 – Vergonha dos Pés – Ed. Objetiva
  • 1997 – A Sombra das Vossas Asas – Ed. Objetiva
  • 1998 – Cartas para Alguém Bem Perto – Ed. Objetiva
  • 2000 – As Pessoas dos Livros – Ed. Objetiva
  • 2001 – O Efeito Urano – Ed. Objetiva
  • 2004 – Aritmética – Ed. Ediouro
  • 2005 – Dores do Amor Romântico (poesias) – Ed. Ediouro
  • 2005 – Melhores Momentos de Os Normais Ed. Objetiva
  • 2007 – Tudo que Você Não Soube – Ed. Ediouro
  • 2009 – O Pau – Ed. Rocco
  • 2012 – A Louca Debaixo Do Branco – Ed. Rocco
  • 2016 – A Mão Esquerda de Vênus – Ed. Globo
  • 2016 – “Estragos” – Ed. Globo
  • 2018 – Pos-F – Ed. LeYa

Televisão[editar | editar código-fonte]

Como atriz e apresentadora
Como roteirista

Cinema[editar | editar código-fonte]

Como roteirista

Referências

  1.  Marília Gabriela entrevista Fernanda Young – GNT, 27 de março de 2011.
  2.  Aos 45, Fernanda Young passa em oitavo lugar em seu quarto vestibular
  3.  «Fernanda Young estreia nova série no GNT, ‘Surtadas na Yoga’». Surtadas na Yoga – GNT. 5 de abril de 2013. Consultado em 14 de outubro de 2014
  4.  [http://www.telaviva.com.br/13/06/2013/ficcao-nacional-eleva-audiencia-do-gnt-no-horario-nobre/tl/343979/news.aspx[ligação inativa]
  5.  Patrícia Kogut (11 de outubro de 2014). «GNT cancela ‘Surtadas na yoga’»O Globo. Consultado em 14 de outubro de 2014
  6.  «Após três temporadas, ‘Surtadas na Yoga’ não será renovada»F5 – televisãoO Globo. 11 de outubro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014
  7.  Fernanda Young confirma que posará para a Playboy – Terra, 12 de setembro de 2009.
  8.  Conheça “A Mão Esquerda de Vênus”, novo livro de Fernanda Young – Folha, 28 de abril de 2016.
  9.  TV Mulher chega ao Viva de cara nova – Meio e Mensagem, 28 de maio de 2016.
  10.  «Sobre o programa». Surtadas na Yoga – GNT. Consultado em 14 de outubro de 2014

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
Wikiquote possui citações de ou sobre: Fernanda Young
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s