Elogiar faz bem…


Elogios, devemos aprender a aceitá-los e a fazê-los

“Uma palavra, dita com sinceridade e amor, pode mudar o seu dia…”

Quem de nós não gosta de receber um elogio? Parece insignificante, mas o elogio tem um poder transformador. E transforma para melhor, acreditem! Entretanto, muitos de nós não sabe elogiar e, nem tampouco, receber um elogio.

O primeiro ponto é aprendermos a receber um elogio. Devemos “soltar nossas armas e escudos” e deixar de nos perguntar “Qual foi a real intenção de “fulano” ao me elogiar?”. Isso acontece porque não sabemos receber esse tipo carinho… Desconfiamos… Não acreditamos na verdade das palavras ditas e, o pior: não acreditamos que somos merecedores daquelas palavras.

A contraparte também é verdadeira: Elogiar, ás vezes, pode ser muito difícil… Normalmente, somos superficiais e fazemos críticas que não agregam valor à pessoa… Quando elogiamos verdadeiramente, estamos valorizando o outro, mostrando o seu melhor. Se esta dificuldade existir, é porque estabelecemos uma “competição” velada com o nosso interlocutor: Você pode estar pensando “ Ele é bom, mas eu sou melhor do que ele…”, não deixando você ser verdadeiro consigo mesmo e com o outro.

Pense nisso: Todos nós, em algum momento da vida, recebemos uma crítica dura, não? Lembre-se de como você se sentiu… Mal, não é mesmo? Agora, lembre-se de uma situação em que você tenha recebido um elogio verdadeiro… O sentimento foi de valorização e confiança, não é verdade?

Isso acontece porque somos seres sociais, precisamos uns dos outros. E os elogios verdadeiros nos ajudam a consolidar as relações de confiança, motivando e incentivando as pessoas a praticarem o seu melhor! Por isso, é importante que os elogios feitos valorizem as reais qualidades e atitudes das pessoas, dando peso e valor aos verbos lançados.

Outro ponto que não posso deixar de falar: as críticas também fazem parte das nossas vidas. E devem receber uma atenção especial, para serem “disparadas” com serenidade e brandura e para serem utilizadas de maneira construtiva . Sempre digo que “flechadas” (críticas) são importantes, mas mais importante do que as flechas, é o “pote de mel” que você deve ter consigo para “molhar” a ponta da flecha, antes de atirá-la…

Pense nisso!

Elogiar faz bem para a alma e para o coração… Tanta de quem faz, como de quem recebe…

Aliás, você já fez um elogio verdadeiro hoje?

Aloha

Claudia Michepud Rizzo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s