“Ao morrer, seguirei olhando por meu filho autista. Mas quem cuidará dele?”


 

Deir abandonou tudo para cuidar do filho Marcos, que tem autismo Imagem: Arquivo pessoal Claudia Rato Colaboração para o VivaBem 10/04/2018 04h00

Você já pensou sobre quem vai tomar conta do seu filho quando o senhor falecer? Ao ouvir a pergunta, Deir Ferreira de Arruda, 53 anos, teve que interromper a entrevista para conter a emoção e controlar a pressão alta, que chegou a 15 por 11. “Preciso tomar remédio, é muito sofrimento”, afirmou.

Deir é pai solteiro, ex-gerente administrativo e abriu mão de sua vida profissional e social para cuidar em tempo integral do filho Marcos, autista com grau severo, q… –

Veja mais em

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/04/10/ao-partir-seguirei-olhando-meu-filho-autista-mas-quem-cuidara-dele-aqui.htm?cmpid=copiaecola

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s