O caminho para Deus passa pelo encontro consigo mesmo


                                       pela  descida para dentro de nossa realidade humana…

       …o caminho para o verdadeiro eu.”
 “Muitas vezes nós  nos identificamos de tal maneira com os ideais, que acabamos recalcando nossas nossas próprias fraquezas e limites pelo fato de eles não corresponderem ao ideal. Isso conduz a uma divisão, e é justamente esta divisão que nos torna doentes. Esta divisão muitas vezes, se evidencia em nós uma discrepância existente entre o ideal e a realidade. E, por não sermos capazes de reconhecer que não correspondemos ao ideal, acabamos projetando nossas incapacidades sobre os outros, sendo desse modo muito rigorosos para com eles.

   Sem o autoconhecimento corremos sempre o perigo de nossos pensamentos acerca de Deus serem meras projeções. Em muitas pessoas piedosas, percebe-se que elas querem por meio de sua religiosidade esquivar-se da própria verdade. Elas se refugiam em pensamentos e sentimentos piedosos para não precisarem encontrar consigo mesmas, dizem os monges.

A espiritualidade a partir da nossa realidade, mostra-nos que chegamos a Deus através de uma rigorosa auto-observação e por sincero autoconhecimento. O que Deus quer de nós, não podemos conhecer por meio de altos ideais que colocamos para nós mesmos. Queremos alcançarmos altos ideais para darmos a impressão de estar bem diante dos outros e também diante dele.

  Iniciando nossa espiritualidade pelo autoconhecimento, olhando para nós mesmos, atentos às nossas paixões, é considerado o melhor caminho para o crescimento espiritual. Para os padres do deserto, o caminho para Deus sempre conduz ao autoconhecimento. Nesse sentido, se questiona antes de tudo acerca da sinceridade e da autenticidade. No interior de mim mesmo, sem distrair ou fugir para as atividades, e ou de sonhar acordado; é justamente neste lugar que preciso me colocar. É então que Deus me pede explicações, colocando em questão tudo o que eu havia imaginado a respeito dele e sobre minha vida. Na minha fraqueza sou capaz de reconhecer o plano de Deus para comigo e o que ele poderá fazer de mim quando realizar totalmente sua graça em mim. Aí é possível  experimentar o amor de Deus e sua proximidade salvadora.

  “A espiritualidade sincera não passa por cima da realidade humana, mas no encontro consigo mesmo, é o pressuposto fundamental para todo e qualquer autêntico encontro com Deus.” A espiritualidade dos monges é sincera. Ela não passa por cima da realidade humana.  Os monges ‘não falam’ sobre Deus, eles ‘o experimentam’. Eles procuram afastar todas possibilidades de dispersão, a fim de direcionar o espírito completamente para Deus”.

Reflexão: “A escada para o reino do céu está escondida em tua alma. Mergulha para dentro dos pecados que estão em ti mesmo e, assim encontrarás ali uma escada pelo qual poderás ascender”( Isaac 302). O caminho espiritual começa nas paixões da alma. São as paixões da alma e as forças impulsivas,  que devem ser primeiramente observadas e com elas se devem lutar. É somente então que se compreende algo a cerca de Deus. Sim, o tratamento das paixões é, o caminho até Deus, afirma Poimen. Onde nós caímos, onde afastamos de Deus, é que aprendemos a lição, a lição que nossas virtudes não são capazes de nos ensinar. Deus nos educa também através de nosso “entulho”. Ele nos conduz pelo caminho da humildade e é somente este caminho que conduz a Deus. “O homem necessita de humildade e do temor de Deus como necessita de respiração que lhe sai das narinas”( Miller, SabPad 49). Sem humildade, estamos continuamente em perigo  de colocar Deus a nosso serviço.”

Fonte:   – Do livro: O Céu Começa em Você.
A sabedoria dos padres do deserto para hoje.
– autor- Anselm Grün – Editora Vozes – 13a. ed.
– imagem:- “o espelho-2.jpg” – ( representando a dificuldade de conhecer o verdadeiro eu)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s