Angular (plataforma de aplicações)


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa

Angular
Angular logo
Desenvolvedor Google
Plataforma Multiplataforma, apenas navegadores modernos
Lançamento setembro 14, 2016; há 2 anos
Versão estável 7.1.4 (dezembro 18, 2018; há 2 meses)
Versão em teste 7.2.0-beta.2 (dezembro 11, 2018; há 2 meses)
Linguagem TypeScript
Gênero(s) JavaScript, Aplicativo de Página única Framework
Licença MIT License
Estado do desenvolvimento Ativo

Angular (comumente referido como “Angular 2+” ou “Angular 2“) é uma plataforma de aplicações web de código-fonte aberto e front-end baseado em TypeScript liderado pela Equipe Angular do Google e por uma comunidade de indivíduos e corporações. Angular é uma reescrita completa do AngularJS, feito pela mesma equipe que o construiu.

Diferenças entre Angular e AngularJS[editar | editar código-fonte]

Arquitetura de uma aplicação Angular. Os principais blocos são módulos, componentes, templates, metadados, enlace de dados, directivas, serviços e injeção de dependência.

Angular foi uma base de reescrita do AngularJS.

  • Angular não tem um conceito de “escopo” ou controladores, em vez disso, ele usa uma hierarquia de componentes como o seu principal conceito arquitetônico
  • Angular tem uma expressão diferente de sintaxe, concentrando-se no uso de "[ ]" para a propriedade de ligação, e no uso de "( )" para ligação do evento
  • Modularidade – muito das funcionalidades principais foram movidas para os módulos
  • Angular recomenda o uso da linguagem da Microsoft, o TypeScript, que apresenta as seguintes características:
  • TypeScript é um superconjunto do ECMAScript 6 (ES6), e é compatível com ECMAScript 5 (i.e.: JavaScript). Angular também inclui ES6:
  • Carregamento dinâmico
  • Modelo de compilação assíncrono
  • A substituição de controladores e $escopo com componentes e diretrizes – um componente é uma directiva com um modelo
  • Programação reativa de suporte usando RxJS

História[editar | editar código-fonte]

Nomenclatura[editar | editar código-fonte]

Originalmente, a reescrita do AngularJS foi chamado de “Angular 2” pela equipe, mas isto levou à confusão entre os desenvolvedores. Para esclarecer, a equipe anunciou que termos separados devem ser usados para cada Framework, com “AngularJS”, referindo-se a 1.X versões e “Angular” sem o “JS”, referindo-se às versões à partir da 2 até a última.[1]

A versão 2.0[editar | editar código-fonte]

O Angular 2.0 foi anunciado no ng-Europe conference 22-23 de setembro de 2014.[2] As mudanças drásticas na versão 2.0 criou uma considerável controvérsia entre os desenvolvedores.[3] Em 30 de abril de 2015, os desenvolvedores Angular anunciaram que o Angular 2 foi transformado de Alfa a Developer Preview.[4] O Angular 2 mudou-se para o Beta em dezembro de 2015,[5] e a primeira versão foi publicada em Maio de 2016.[6] A versão final foi lançada em 14 de setembro de 2016.

Versão 4.0[editar | editar código-fonte]

Em 13 de dezembro de 2016 Angular 4 foi anunciado, ignorando o 3 para evitar uma confusão devido ao desalinhamento da versão do pacote do roteador que já foi distribuído como v3.3.0.[7] A versão final foi lançada em 23 de Março de 2017.[8] O Angular 4 é compatível com o Angular 2.[9]

O Angular versão 4.3 é uma versão menor, o que significa que ele contém alterações que não são de última hora e que é uma atualização pequena para 4.x.x.

Recursos na versão 4.3

  • Introdução de HttpClient, uma biblioteca menor, mais poderosa, e mais fácil de usar, para fazer Solicitações HTTP.
  • Novo roteador ciclo de vida de eventos para Guardas e Resoluções. Quatro novos eventos: GuardsCheckStartGuardsCheckEndResolveStartResolveEnd juntam-se ao conjunto existente de ciclo de vida, tais como a NavigationStart.
  • Condicionalmente desativa animações.

Versão 5.0[editar | editar código-fonte]

Angular 5 foi lançado em 1 de novembro de 2017.[10] Os principais aprimoramentos Angular 5 incluem suporte para web apps progressivos, uma compilação otimizadora e melhorias relacionadas ao Material Design.[11]

Versão 6.0[editar | editar código-fonte]

O lançamento da sexta versão do Angular ocorreu no dia quatro de Maio de 2018. Esta versão teve um foco menor na base do framework, e maior na cadeia de ferramentas e em como tornar mais fácil e rápida a migração com Angular nas atualizações futuras, como os comandos da CLI (Interface de Linha de Comando): ng update, ng add, Angular Elements, Componentes Angular Material + CDK, Componentes Iniciais Angular Material, CLI Workspaces, Suporte a biblioteca, Provedores de Árvore Shakable, Melhoramentos no desempenho de animações, e atualização do RxJS para a versão 6.

Versão 7.0[editar | editar código-fonte]

A sétima versão do Angular foi lançada no dia dezoito de Outubro de 2018. Atualizações relacionadas ao desempenho de aplicativos, Angular Material & CDK, Rolagem Virtual, Melhor acessibilidade do elemento de formulário select (também conhecido por combobox ou dropdownlist), agora suporta Content Projection usando o padrão web para elementos personalizados, e atualizações de dependência em relação ao Typescript 3.1, RxJS 6.3, Node 10 (ainda suportando Node 8).

Versão 7.1[editar | editar código-fonte]

O lançamento do Angular 7[12] ocorreu em novembro de 2018 e está disponível para download no github.com[13]

Futuros lançamentos[editar | editar código-fonte]

Um dos destaques esperados é o lançamento do novo compilador Ivy, que terá retrocompatibilidade, completamente novo mecanismo de renderização baseado na arquitetura de DOM incremental.

Cada versão está prevista para ser compatível com a versão anterior. O Google se comprometeu a fazer atualizações duas vezes por ano.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1.  «Angular: Branding Guidelines for AngularJS». Consultado em 4 de março de 2017
  2.  Coman Hamilton. «A sneak peek at the radically new Angular 2.0». Consultado em 21 de outubro de 2015
  3.  Coman Hamilton. «Angular 2.0 announcement backfires». Consultado em 21 de outubro de 2015
  4.  angularjs (30 Apr 2015). «Angular 2 moves from Alpha to Developer Preview! Dev guide and API docs now available at … angular.io/docs/js/latest» (Tweet). Consultado em 21 de outubro de 2015 – via Twitter Verifique data em: |data=(ajuda)
  5.  «Angular: Angular 2 Beta»angularjs.blogspot.it. Consultado em 13 de julho de 2016
  6.  «angular/angular»GitHub. Consultado em 4 de maio de 2016
  7.  «Ok… let me explain: it’s going to be Angular 4.0»angularjs.blogspot.kr. Consultado em 14 de dezembro de 2016
  8.  «Angular 4.0.0 Now Available»angularjs.blogspot.ca. Consultado em 23 de março de 2017
  9.  «Angular 4 coming in 2017, to be backwards compatible with Angular 2»react-etc.net. Consultado em 14 de dezembro de 2016
  10.  Fluin, Stephen. «Version 5.0.0 of Angular Now Available». Consultado em 2 de novembro de 2017
  11.  «Angular 5 JavaScript framework delayed»
  12.  What´s new in Angular version 7.1 arrives
  13.  Angular versão 7.1 disponível para download

Links externos[editar | editar código-fonte]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s