Bolsonaro a milhares em euforia: “Vamos varrer do mapa os bandidos vermelhos”


“Nós somos o Brasil de verdade”, diz candidato de extrema direita a uma semana do segundo turno. Seus eleitores deram demonstração de força nas ruas em dezenas de cidades

Apoiadores ouvem Bolsonaro falar em vídeo na av. Paulista. FERNANDO BIZERRA JR. (EFE) / VÍDEO: REUTERS-QUALITY

Vestidos de verde e amarelo, os apoiadores do candidato de extrema direita Jair Bolsonaro (PSL) exibiram neste domingo na Avenida Paulista sua força e euforia a uma semana do segundo turno das eleições em que o candidato aparece com uma enorme vantagem sobre o seu concorrente, Fernando Haddad (PT), segundo as pesquisas eleitorais. O capitão retirado do Exército não compareceu à manifestação paulista que encheu vários quarteirões da avenida, mas discursou por meio de um telão. A um passo do Palácio do Planalto e contra alguns prognósticos de que a corrida do segundo modularia sua retórica, repetiu o discurso mais virulento contra os adversários do PT: “Vamos varrer do mapa os bandidos vermelhos do Brasil”, disse. “Essa turma, se quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a lei de todos nós. Ou vão para fora ou vão para a cadeia”, afirmou. Bolsonaro, que descreveu a si e aos seus seguidores como “o Brasil de verdade”, agradeceu outras dezenas de manifestações pelo país.

Os 19 pontos de vantagem que as pesquisas dão ao militar reformado faz com que seus seguidores se sintam cada dia mais confiantes. Enquanto isso, o candidato e seu entorno continuam enviando sinais inquietantes sobre como atuará caso seja eleito presidente. Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável e deputado eleito, sugeriu em um vídeo de julho que circulou nas redes neste domingo a possibilidade de fechar o Superior Tribunal Federal (STF), algo que para ser feito basta, afirma,“um soldado e um cabo”. Horas depois, ele publicou uma nota na sua página do Facebook em que explicava suas palavras, que respondiam a uma pergunta sobre a hipótese do seu pai ter sua candidatura impugnada pelo STF sem qualquer fundamento. “Se alguém defender que o STF precisa ser fechado, de fato essa pessoa precisa de um psiquiatra”, completou.

Há entre seus apoiadores, no entanto, os que manifestam uma fé cega no líder do Partido Social Liberal. “Se Bolsonaro começar a falar em fechar o STF, eu vou confiar nele. Estou dando meu voto de confiança a ele. Se lá na frente o presidente nos decepcionar, voltaremos novamente aqui para a Paulista para protestar”, explicava Hilston Oliveira, um artista plástico, que junto com a mulher e três filhos participava do ato a favor do capitão reformado. “Somos evangélicos e Bolsonaro defende exatamente os valores que acreditamos”. Participante assídua das manifestação convocadas contra a corrupção, a advogada Ana Maria Straub diz apoiar Bolsonaro por ele ser uma pessoa íntegra “um patriota e sem os istas [racista, fascista, machista…] que é acusado”. “Ele é um candidato que defende os valores da família e é contra o aborto”, diz a advogada que garante que, em sua família, conhece apenas um primo que não irá votar no capitão reformado do Exército.

Outro grande protagonista ausente da mobilização foi o PT. A ameaça feita por Bolsonaro no telão retroalimentava o ódio visceral que seus votantes exibiam no chão. “Fora PT” e “Eu vim de graça”, foram alguns dos gritos mais entoados por um mar de gente com camisetas de Bolsonaro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s