Tragédia em Suzano: entenda o que é o estresse pós-traumático


Por G1

 


Enterro do corpo de Samuel Melchiades de Oliveira Silva, em Suzano — Foto: Ueslei Marcelino/ReutersEnterro do corpo de Samuel Melchiades de Oliveira Silva, em Suzano — Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Enterro do corpo de Samuel Melchiades de Oliveira Silva, em Suzano — Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

As imagens da tragédia em Suzano veiculadas na TV e nas redes sociais causaram mal estar, pavor, medo, insegurança, indignação, perplexidade e tantos outros sentimentos indescritíveis em todos os que as viram.

Imaginem então as sensações das pessoas que as viveram. Impossível descrever, pois só quem viveu aquele terror – na maioria, adolescentes, ainda por cima- sabe o que passou e o que está passando.

Estes adolescentes e adultos que passaram por isso – e também as famílias dos que perderam seus queridos- estão emocionalmente destroçados e podem desenvolver o que se conhece como estresse pós-traumático.

Importante reconhecê-lo para que as medidas terapêuticas mais indicadas possam ser tomadas.

O estresse pós-traumático faz com que as pessoas fiquem mentalmente “remoendo” e reexperimentando a sensação de pânico e terror a que foram expostas.

Não bastasse vivenciar tudo uma vez, a mente fica passando e repassando “um replay” dos acontecimentos muitas e muitas vezes. Isso desencadeia uma crise de ansiedade importante, que muitas vezes evolui para medos, inseguranças, fobias e sintomas correlatos à Síndrome do Pânico como: taquicardia, respiração curta e entrecortada, suor frio, enjoo, vômito, sensação de tontura e de desmaio iminente.

Além disso, é comum que as pessoas tenham distúrbios do sono, dificuldade para dormir, falta de apetite, falta de ânimo para a vida, depressão e apatia.

Por isso, infelizmente para quem passou de perto por isso, esta tragédia ainda durará muito tempo. Está longe de atenuar e acabar.

Assim, é absolutamente fundamental que se identifiquem estes sinais e que as todas pessoas – adolescentes, principalmente – recebam o tratamento adequado que deve, necessariamente, incluir o apoio profissional psicológico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s