Gestão Financeira Pessoal ou Familiar?


TEMPO DE LEITURA: 4 MINUTOS

A gestão financeira é uma atividade que deve se adaptar ao seu estilo de vida, principalmente quando você está convivendo em conjunto financeiramente com outros membros da sua família!

Identificar se você está numa fase de vida de fazer sua gestão financeira pessoal ou familiar é um passo primordial para você começar a controlar o seu dinheiro!

Esse é o objetivo desse artigo: te ajudar a definir se você deve fazer uma gestão financeira pessoal ou familiar. Você vai aprender sobre:

PORQUE EU DEVO TER UMA GESTÃO FINANCEIRA?

Quando você quer comprar ou trocar de carro, qual é a primeira informação que você busca?

Talvez você tenha respondido: escolher qual carro eu quero. Ou talvez você tenha respondido: saber quanto custa o carro que eu quero.

Independente de ser a primeira ou a segunda resposta, no topo da sua decisão está conhecer quanto custa o novo carro que você quer adquirir.

Sem saber quanto custa, é impossível fazer um planejamento para trocar de carro.

Você quer ser livre financeiramente? Então a primeira informação que você precisa saber é quanto custa para você ser livre financeiramente.

No Método Liberdade Financeira, chamamos esse valor de “Custo de Vida“.

Inclusive, recomendamos que você leia nosso e-book: “O primeiro e mais importante passo para você alcançar sua liberdade financeira“, onde falamos mais sobre isso!

Baixe gratuitamente o e-book

“O primeiro e mais importante passo para você alcançar sua liberdade financeira”

Ter clareza do seu custo de vida é uma etapa fundamental para que você conquiste sua liberdade financeira. Sem essa clareza, os próximos passos ficam extremamente abstratos.

Como obter essa clareza? Através da sua gestão financeira.

O QUE É UMA GESTÃO FINANCEIRA?

Para nós do Método Liberdade Financeira, fazer sua gestão financeira é criar hábitos que te permitam organizar suas finanças pessoais, avaliar seus investimentos e acompanhar a evolução do seu patrimônio.

Existem várias formas de se fazer uma gestão financeira. Mas, não se engane sobre o que não é fazer uma gestão financeira:

  • Apenas olhar seu saldo bancário;
  • Apenas acompanhar a fatura do seu cartão de crédito;
  • Não saber quanto é seu custo de vida por mês;
  • Não ter ideia de para onde seu dinheiro está indo.

Definitivamente, essas não são práticas de quem faz uma boa gestão financeira.

Aqui no Método Liberdade Financeira, nós criamos alguns rituais que podem te ajudar na sua gestão financeira, mas nesse artigo estamos discutindo se ela deve ser pessoal ou familiar.

E, a principal resposta para essa pergunta é: depende. Depende basicamente da fase de vida que você se encontra.

Dica: Leia esse esse artigo para encontrar sua fase de vida financeira.

GESTÃO FINANCEIRA PESSOAL

Recomendamos que você tenha uma gestão financeira pessoal, ou seja, apenas sua, quando o controle sua vida financeira depender apenas de você.

Isso costuma acontecer nas seguintes situações:

  • Quando você ainda é dependente de seus pais – mesmo que a renda não seja ainda mérito seu, o que você faz com esse dinheiro já é totalmente escolha sua!
  • Quando você obtém sua primeira renda (seja por uma bolsa, um estágio ou seu primeiro emprego);
  • Enquanto você ainda é solteiro;
  • Na sua aposentadoria, se você for sozinho (sem cônjuge).

Na prática, você pode passar sua vida toda fazendo sua gestão financeira pessoal e nunca passar para a gestão financeira familiar – e não há nenhum problema nisso!

GESTÃO FINANCEIRA FAMILIAR

Já nas fases da vida que você convive com outras pessoas, nossa recomendação é que você faça uma gestão financeira familiar.

Isso vai acontecer, então, quando você:

  • Está vivendo uma vida a dois – mesmo que ainda esteja apenas namorando (e dividindo gastos dos encontros), ou quando já estiver casado e/ou morando junto;
  • Vive em família, ou seja, tem mais gente para sustentar – seja seu cônjuge, seus filhos, ou algum parente que é seu dependente.

A principal diferença entre quando você faz uma gestão financeira pessoal para quando você está realizando uma gestão financeira familiar, é que no segundo caso, você passa a usar todos os indicadores financeiros voltados para sua família.

Na prática, você terá uma quantidade maior de formas de pagamento para controlar, sua ferramenta de Balanço Patrimonialterá vários itens que não são somente seus (mas sim divididos) e seu custo de vida não envolve apenas o seu custo – mas sim de toda a família.

Ter essa clareza é fundamental para que você possa ter seus dependentes juntos com você na missão de realizar uma boa gestão financeira familiar!

#desafioMetodoLF

E aí, consegue identificar se hoje você faz ou deveria estar fazendo uma gestão financeira pessoal ou familiar?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s