ENTREGUE-SE A DEUS


Entregue a Deus

 

pog344

 

ENTREGUE-SE A DEUS

Qual é a essência da fé?

A essência da fé é a entrega total e irrestrita a um plano maior de vida… Independente de como nós o compreendamos.

Essa entrega total deve ser feita com confiança.

Quando você se entrega a Deus, a vida, ao cosmos, ao real, a um plano maior, etc… Você se torna mais próximo do coração da existência, onde tudo começa a fluir e nada mais te bloqueia.

Entregar-se é o oposto de viver regido pelo egoísmo.

A fé verdadeira, autêntica, é o contrário de levar uma vida voltada apenas para satisfazer as necessidades do ego. Quando nos entregamos ao todo… tudo começa a fluir em nossa vida. Entramos em sintonia com o infinito… Como seria possível entrar em sintonia com algo maior sem que nos entreguemos a esse algo maior? Essa é a grande chave da fé…

No momento em que sentimos nossas forças humanas se esgotando… no momento em que sentimos um colapso de nosso psicológico… no momento em que sentimos que nosso poder terreno começa a se esvaziar… no momento em que perdemos tudo… no momento em que entramos em desespero, caímos na mais profunda escuridão e nada mais nos resta… esse é o momento em que somos forçados a nos entregar completamente a algo maior. É o momento em que nossas capacidades humanas limitadas falham, onde é revelada sua natureza insipiente, ilusória.

É justamente no momento em que o ser humano que existe em nós não consegue mais dar conta de resolver uma situação, de furar um bloqueio, de resolver um problema… quando parece que existe um paredão em nossas costas nos esmagando… esse é o momento em que caímos num vazio… e é justamente nesse vazio que devemos nos entregar ao infinito, nos entregar ao cosmos, nos entregar ao Deus de nosso coração e de nossa compreensão… e assim encontrar a plenitude.

É como a história bíblica de Jonas que foi engolido pelo grande peixe. Jonas ficou 3 dias no estômago da baleia. No momento em que Jonas estava começando a ser digerido, começando a morrer… foi justamente o momento em que ele se entregou ao Senhor e finalmente conseguiu sua libertação. Num ato de total entrega a Deus, ele conseguiu que o grande peixe o cuspisse para fora… saiu renovado e pôde levar a palavra de Deus a Nínive, e assim livra-la de toda iniquidade dos ímpios.

No momento derradeiro, Jonas contou que: “As águas me cercaram até à alma, o abismo me rodeou, e as algas se enrolaram na minha cabeça.
Eu desci até aos fundamentos dos montes; a terra me encerrou para sempre com os seus ferrolhos; mas tu fizeste subir a minha vida da perdição, ó Senhor meu Deus. Quando desfalecia em mim a minha alma, lembrei-me do Senhor; e entrou a ti a minha oração, no teu santo templo. Os que observam as falsas vaidades deixam a sua misericórdia. Mas eu te oferecerei sacrifício com a voz do agradecimento; o que votei pagarei. Do Senhor vem a salvação. Falou, pois, o Senhor ao peixe, e este vomitou a Jonas na terra seca.” (Jonas 2:1-10)

Nesse momento, Jonas decidiu entregar toda a sua vida a Deus e aceitou seu chamado rumo à transformação. Jonas disse que “Quando desfalecia em mim a minha alma, lembrei-me do Senhor; e entrou a ti a minha oração, no teu santo templo”. Isso significa que, quando ele estava prestes a morrer, ele conseguiu exercer a verdadeira fé… ele conseguiu entregar-se completamente ao infinito, a vida universal… e assim, conseguiu sua total libertação.

Fé é entrega com total confiança… Quando estamos presos no estômago do grande peixe, ou seja, vivendo o inferno que nós mesmos criamos, o ato da entrega é libertador… No momento da entrega é como se disséssemos assim: “Essência da vida, eu sou muito pequeno, meu ego é extremamente limitado. Eu não posso mais viver apenas pra mim. Viver buscando apenas interesses pessoais é o mesmo que ser engolido pelos sofrimentos do mundo. Eu me entrego a Deus para que Ele guie minha vida… para que apenas Deus seja minha luz, minha orientação, meu ser… e não as coisas passageiras e ilusórias desse mundo”. Como disse Jonas: “Os que observam as falsas vaidades deixam a sua misericórdia”. Aquele que vive apenas pelo individualismo, pela vaidade, pela própria imagem, buscando as coisas apenas para si… esse realiza algo que é o oposto da fé, pois fé é entrega a Deus, entrega a um plano mais elevado. Quando nos entregamos a algo mais elevado do que nós, naturalmente nos elevamos e nos libertamos.

Imagine um homem que está cercado por todos os lados pelas desgraças do mundo. Ele já passou por muita coisa e não vê mais saída. Olha para um lado e não há saída… olha para outro lado e não há saída… olha para todo os lados possíveis e não há solução, não há caminho para escapar… quando estamos cercados de todos os lados e não há escapatória das tribulações, o único caminho possível é para cima, para o alto. Assim deve fazer o homem de fé que não encontra mais caminhos possíveis neste mundo… quando se está cercado por todos os lados… a única passagem é pelo caminho do alto… é o caminho da ascensão, do despertar.

Quando existe a entrega total, mudamos nossa postura e reconhecemos que nada pode nos afetar quando estamos com Deus. Pode estar caindo um muro em cima de nós… se eu sou uma alma eterna, nada pode me afetar; se eu sou uma essência, um clarão cósmico, uma consciência, nada nesse mundo pode tirar minha paz. Se eu sou um ser espiritual, eu sou invulnerável a qualquer mal. O mal vem a mim, mas passa por mim, sem ficar em meu interior. A entrega completa ao ser eterno me faz sentir essa eternidade que não é atingida pela temporalidade. A entrega me desperta a consciência de que, se eu sou infinito, como é possível situações impermanentes me arrastarem?

É possível a um homem com um pau quebrar um copo de água… mas pode esse mesmo homem destruir o oceano com um pedaço de pau? O copo é limitado… mas o oceano é imenso e sua grandiosidade se perde aos nosso olhar… O rio precisa entregar-se ao mar, desaguando nele suas águas, para poder se tornar grandioso como o oceano. Da mesma forma, o homem precisa entregar plenamente o fluxo de sua consciência ao Eterno… pois somente assim ele poderá se tornar inatacável diante do caos do mundo. Assim, a entrega com fé me liberta de qualquer tribulação, de qualquer obstáculo, de qualquer prisão…

Entregue-se a Deus, esqueça suas picuinhas mundanas. Apenas entregue-se ao Eterno com toda a confiança… Entrega é libertação.

(Hugo Lapa)

Tratamento espiritual de vidas passadas à distância

portaldoespiritualismo@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s