Abandono paterno diante o diagnóstico de microcefalia 


2019
dgomesigarassu@hotmail.com
Estudantes de graduação em psicologia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO), Brasil

A- A A+

Abandono paterno diante o diagnóstico de microcefalia

O interesse pelo tema surgiu a partir de uma observação realizada acerca do aumento gradativo nos casos de abandono por parte do progenitor diante o diagnóstico de microcefalia nos dias atuais associadas ao surto do Zika Vírus, e a repercussão que se gerou no país acerca dessa problemática. Desta maneira, o objetivo geral do presente estudo é apresentar os principais motivos que levam os homens a abandonarem os filhos após o diagnóstico de microcefalia, averiguando-se o contexto histórico do abandono perante a deficiência, verificando os sentimentos que são gerados e afetam a criação desse vínculo afetivo entre o pai e o filho, e identificando alguns traços comuns que conduzem ao abandono após este momento. É importante destacar que a interação dos pais e filhos em relação à microcefalia é um tema bastante abrangente e que se faz necessário avançarmos na construção de novos referenciais teórico-metodológicos. Para este estudo utilizou-se a abordagem da pesquisa qualitativa mediante ao método bibliográfico.

 Ler texto integral em PDF

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s