A Culpa em Ter Dinheiro e o Ciclo da Autossabotagem


Home|Autossabotagem|A Culpa em Ter Dinheiro e o Ciclo da Autossabotagem

Recebi uma mensagem de um leitor, onde ele dizia o seguinte:

“Toda vez que eu estou bem e me sinto mais aliviado com as dívidas, recebo uma ligação ou acontece algo e meu dinheiro some. Ou alguém me liga pedindo ajuda ou acontece algo que dá um prejuízo e eu tenho que gastar.

O pior é que eu sei que vai acontecer. Eu sinto que alguém vai me ligar.

Eu me sinto culpado por estar com algum dinheiro.”

A culpa em ter dinheiro é extremamente prejudicial e leva ao ciclo da autossabotagem. Nesse ciclo um conjunto de coisas acontecem que impedem que a pessoa prospere.

Primeiro, a pessoa toma atitudes inconscientes pra deixar de ganhar ou para perder dinheiro.

Ela pode entrar num investimento furado, emprestar dinheiro pra alguém que não vai pagar, ou então não aproveita uma chance onde poderia crescer profissionalmente.

Segundo, a mente da pessoa, contaminada pela culpa, fica programada pra trazer mais lembranças e criar pensamentos que geram mais culpa.

Terceiro, a pessoa atrai mais situações e circunstâncias onde ela se sentirá culpada. E quanto mais culpa, mais ela se sabota financeiramente.

E em quarto lugar, a pessoa atrai prejuízos.

São situações inesperadas que levam o dinheiro.

A culpa em ter dinheiro não acontece por acaso. Ela pode ser uma consequência da crença na escassez. Essa crença diz que não há o suficiente pra todo mundo, e que pra você ficar bem, outras pessoas tem que necessariamente perder algo ou nunca ter algo. Assim, no inconsciente fica aquela sensação de que se existe pobreza, você é em parte responsável pelo sofrimento dessas pessoas.

Dessa forma você não vai ser permitir crescer, por que quanto mais você cresce, mais essa culpa aumenta. E o que nós queremos é ficarmos em paz com a nossa consciência. Mais do que dinheiro ou qualquer outra coisa.

A culpa pode ainda ter origem no passado de pobreza. É comum pessoas que saíram de famílias humildes e se destacaram, se sentirem culpadas por terem conquistado uma vida melhor que os pais ou os irmãos. Ela sente uma necessidade de ajudar a família como se fosse uma obrigação. As vezes essa sensação de obrigação é tão pesada e cansa tanto, que a pessoa se sabota pra não prosperar. Quando ajuda, muitas vezes se sente explorado e injustiçado e secretamente acumula raiva da situação. Se não ajuda, a culpa se torna insuportável e a pessoa passa a ser uma vítima fácil de chantagem e manipulação.

Esse foi o caso do leitor que me escreveu. De uma família humilde de oito irmãos, ele foi o único a ter completado o segundo grau. Em outro trecho ele relatou: “Minha família é muito carente e toda vez que eu me divirto ou viajo eu me sinto um pouco mau, pois eu fico imaginando que o dinheiro que estou gastando eu poderia mandar pra alguém. Minha irmã cunhada me mandou uma mensagem, ela disse que eu era falso pois não a ajudava. Me senti a pior pessoa do mundo e me culpava.”

É preciso se libertar do sentimento da culpa. Quando nos libertamos, vem a compreensão de que cada pessoa tem o seu caminho e é responsável pelo seu próprio crescimento. Você é responsável somente pela sua vida. Vem também a compreensão de que as pessoas são capazes de superar suas dificuldades, e que não é necessário sentir pena delas. Ao acabar com a culpa você rompe o ciclo da autossabotagem e começa a prosperar.

EFT (Técnica para Autolimpeza Emocional – Clique Aqui e solicite o Manual Gratuito para aprender a eliminar emoções e pensamentos negativos em minutos!) é uma ferramenta extraordinária pra dissolver as emoções negativas, inclusive a culpa em prosperar.

Um forte abraço!

André Lima.

 

PS.: Se você gostou desse artigo e acredita que esse conhecimento pode ajudar outras pessoas, então clica em Curtir em algum lugar dessa página. Vou ficar muito grato a você!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: