DÊ UM BASTA NA SUA ANSIEDADE, ANGÚSTIA E ESTRESSE ORGANIZANDO OS PENSAMENTOS.


Não há saúde sem saúde mental. A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que 1 em cada 4 pessoas já sofrem de algum distúrbio emocional, por não conseguirem lidar com as tensões normais da vida.

Segundo a revista Pais e Filhos, cerca de 80% dos brasileiros sofre com a Síndrome do Pensamento Acelerado.

Pais e filhos

É muito mais fácil do que se imagina ter algum tipo de descontrole mental. E o pior, é que você se acostuma a viver de maneira desequilibrada e passa a achar que isso é normal.

Provavelmente você já se acostumou a não apreciar o gosto de cada refeição, porque está ocupado resolvendo algum problema.

O que poucas pessoas sabem é que todo desequilíbrio, falta de produtividade, procrastinação e ansiedade começam do mesmo ponto de partida: o Pensamento.

Nova metodologia reconhecida pela ONU e pela Universidade Sorbonne, em Paris, mostra como eliminar o excesso de pensamentos, aqueles, que se repetem insistentemente, dia após dia, hora após hora, tirando seu sono e sua paz.

Mais de 42 mil pessoas já tiveram resultados com esse passo-a-passo simples para organizar, de uma vez por todas, suas pendências e sair da procrastinação. E ainda,acabar com a sensação de angústia e ansiedade descontrolada.

É o fim definitivo das noites mal dormidas e da sensação de falta de ar que você tem quando respira fundo.

É sobre isso que vou falar aqui!

Paula Andrea
PAULA ANDRÉA

Psicóloga formada pela PUCCamp, com mais de 30 anos de experiência, Idealizadora do projeto Organizando os Pensamentos.

SE VOCÊ NÃO SABE MAIS O QUE FAZER COM TANTOS PENSAMENTOS, PRECISA SABER DISSO!

Caro leitor,

Se você chegou até essa carta é porque provavelmente você não está dando conta de tudo o que tem para fazer e sofre com isso.

Você chegou num ponto que, mesmo trabalhando mais, não consegue dar conta da sua lista de pendências. Aparecem mais tarefas do que você é capaz de fazer.

Sente-se frustrado por ter mais responsabilidades que momentos de lazer. Perde momentos valiosos com seus filhos porque você tem que ficar horas a mais no trabalho pelo medo de perder o emprego.

Você percebeu que tudo isso vem aumentando rapidamente a cada dia? E que por conta dessa crise que estamos passando, tudo está se agravando?

Política, mídia, consumismo, os bancos!

A pressão gerada por esse sistema é tanta que faz com que você PERCA O CONTROLE dos seus pensamentos, dependendo cada vez mais do que vem de fora.

Você é obrigado a trocar de celular todo ano. Viajar para os lugares mais exóticos e ter um carro de luxo que daria para comprar uma casa. Andar com roupas de última moda e ter um estilo só seu.

Será que é isso mesmo que você quer para você?

Será que você realmente está escolhendo onde está gastando o seu dinheiro?

Quem está fazendo suas escolhas por você?

Felizmente, em mais de 30 anos como psicóloga, tive o prazer de ajudar dezenas de milhares de pessoas que estavam na mesma situação que você. Sei exatamente o que você precisa para sair do Império da Mente.

Eu te garanto que você poderá aplicar isso nos próximos 15 dias, mesmo que tenha pouco tempo, ou que a situação esteja perto de fugir do controle!

Isso porque essas técnicas foram criadas, levando em consideração o mecanismo natural da mente humana. O ser humano não foi criado para viver mergulhado no universo de conflitos como está vivendo.

Através de um passo a passo simples, qualquer pessoa pode observar e organizar seus pensamentos, mesmo que ela não tenha nenhuma experiência ou interesse em psicologia ou análise comportamental.

Estou falando de um método consolidado com reconhecimento internacional através da análise do comportamento humano por mais de 50 anos, que usou como base mais de 45 culturas nos 5 continentes.

Durante toda minha carreira como psicóloga, tive o prazer de ajudar milhares de pessoas que compartilhavam desses sentimentos e dificuldades.

Por isso gostaria de te contar rapidamente a história de uma delas, que acabou se tornando uma grande amiga.

Mariana me permitiu relatar em detalhes sua experiência com a esperança de que outras pessoas não precisassem passar pelo que ela passou.

Mariana era uma pessoa alegre e extrovertida. Dividia o apartamento com mais duas amigas organizadas, e mesmo assim, raramente suas coisas estavam em ordem.

Sempre deixava alguma peça de roupa jogada na sala. Louça suja na pia da cozinha. E quanto cabelo no chão do banheiro…

No trabalho ela fazia amizade com todo mundo. Da faxineira ao presidente, todos sabiam quem era a Mari. Alegre, simpática e sempre de bom humor.

Se dizia feliz (dentro do entendimento dela de felicidade). Até trabalho comunitário fazia…

Mari era designer, e suas criações eram incríveis. Muita arte, técnica e capricho. Já o prazo não era seu forte… com seu jeitinho, ela ia levando seu chefe, negociando as datas de entrega.

Num dia comum, enquanto o chefe distribuia para a equipe os entregáveis da semana, um colega chegou a falar: Nossa, essa campanha tem que sair essa semana, então é melhor que eu faça, não a Mariana.

Na hora a Mari ficou inteira vermelha de tanta vergonha e o que mais queria era um buraco no chão para sumir dali. Todo mundo riu, mas o clima de insatisfação foi nítido e era um sentimento que toda equipe compartilhava. Mesmo os amigos mais próximos de Mariana.

Com o tempo, o favoritismo que ela tinha com o chefe passou a ser óbvio demais. Chegou ao ponto do RH falar com o diretor que o clima no departamento estava sendo prejudicado.

Como a corda sempre arrebenta do lado mais fraco, a Mari foi mandada embora do emprego perfeito

Sem estar trabalhando, acabou cedendo à pressão dos pais, voltando a morar na casa deles.

A Mari não desanimou.

Começou um projeto pessoal, e ainda no começo, mesmo quando tinha um único contrato fechado, ela teve que trabalhar o fim de semana inteiro para conseguir entregar tudo no prazo (que era segunda-feira). Nada de amigos naquele fim de semana.

Num determinado momento, ela resolveu tomar um chá e colocou a água para ferver. Enquanto isso, quis aproveitar o tempo para navegar nas mídias sociais.

Vagando entre um perfil e outro, ela começou a sentir um cheiro estranho, mas não deu muita importância. Até que o cheiro de queimado invadiu a sala e ela se deu conta do que era: A chaleira!

Quando ela saiu correndo para desligar o fogo, tropeçou e acabou tombando o copo que estava sobre a mesa derramando toda a água em cima do teclado.

Ela não sabia se corria para desligar o fogão ou para pegar uma toalha e socorrer o computador…

Ela teve que ficar o resto do final de semana sem fazer nada. Foi assim que ela começou a atender seus clientes, fora do prazo.

Ela sabia que o cliente entenderia. Mas ela queria ter conseguido fazer diferente.

No final da noite, não só o computador se afogou na água, como ela se afogou em lágrimas até o dia amanhecer.

Nesse momento, ela começou a perceber que tinha alguma coisa errada.

Lembra que a Mari era voluntária? Pois é, éramos voluntárias na mesma ONG. Até então, nunca tínhamos conversado profundamente, só conversas de elevador nos eventos da instituição.

Ela pegou meu número do grupo do Whats App da ONG e me mandou uma mensagem:

Conversa com Mariana no WhatsApp

Logo que conversamos pela primeira vez, já percebi que se tratava de alguém que estava contrariada com os acontecimentos da vida.

Mais que isso… a sensação de descontrole sobre suas ações estava começando a impactar seu dia a dia.Mergulhada no universo de conflitos, já não confiava em si mesma.

Ficava o tempo todo pensando se estava sendo julgada pelos outros.

Eu já tinha recebido mensagens semelhantes de pessoas que compartilhavam da mesma sensação de esgotamento. Cansaço que as noites de sono não eram capazes de recuperar.

Quanto mais o vazio ia tomando conta dela, mais ela se isolava daqueles que realmente amava e queria por perto. Fazia isso com pequenas agressões, indiretas ácidas e respostas curtas. Seus relacionamentos estavam cada vez mais enfraquecidos e desgastados.

Tudo que Mariana queria era retomar o seu dia a dia. Conseguir entrar no mercado de trabalho novamente e ter um relacionamento feliz com aqueles que ama.

Queria conseguir cumprir os prazos, ser mais organizada e não precisar usar de tantos  artifícios para tentar chegar nos resultados.

Por estar determinada e por ser uma pessoa corajosa, eu sabia que Mariana conseguiria.

No momento em que Mariana se dedicou ao método, ela percebeu que estava fazendo tudo errado. Jamais conseguiria ter equilíbrio novamente do “jeito” dela, como ela sempre acreditou.

Ela aprendeu o que não funciona quando está tentando organizar seus pensamentos:

  • Não adianta usar do seu carisma e da capacidade de persuasão para empurrar os problemas para frente;
  • Não adiantou buscar o refúgio na casa dos pais. Mesmo assim, ela teve que enfrentar seus próprios problemas e dificuldades;
  • Para se ter um relacionamento é preciso estar atento ao outro e para isso, sua mente precisa ter espaço.

Foi então que depois de umas semanas daquela ligação, ela me enviou a seguinte mensagem:<

Depoimento Mariana

Não só o equilíbrio e a harmonia voltaram para a vida de Mariana, como ela ampliou sua visão da vida.

Agora que ela consegue ter controle sobre os seus pensamentos e dominou o império da mente, ela vive presente no momento. Tem atenção plena no que está fazendo, se sentindo muito mais segura.

Nas primeiras semanas do novo emprego (que era para ser temporário), seu desempenho foi acima do esperado. Como ela não perde mais tempo com pensamentos soltos e distrações da sua mente, Mari está mais produtiva. Não tem mais problemas com as entregas das suas criações.

Sua autoconfiança inclusive fez com que a criatividade dela pudesse florescer ainda mais. Com isso, a Mari conseguiu participar de uma grande campanha de uma conta importante da agência.

É claro que Mariana só conseguiu dominar o universo de conflitos, resolver as pendências e acabar com a insegurança que sufocava suas ações porque não ficou parada. Muito menos, seguiu um método comum.

QUERO APRENDER A DOMINAR MINHA MENTE!(clique e continue lendo)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s