PASSO NÚMERO 9 EM DIREÇÃO À RIQUEZA: PODER DA “MENTE SUPERIOR”. Do Livro Pense e Enriqueça


 

PODER DA “MENTE SUPERIOR”

Um princípio econômico e um princípio psíquico que muito
podem auxiliá-lo. O poder da Mente Superior irá ajudá-lo a acumular
dinheiro e a manter o dinheiro sempre aumentando.

O PODER É ESSENCIAL ao sucesso, na acumulação de dinheiro. Os planos se tornam
inertes e inúteis sem o poder suficiente para transformá-los em ação. Este capítulo descreverá
o método pelo qual o indivíduo pode atingir e aplicar o poder.

Pode-se definir o poder como “conhecimento organizado e inteligentemente dirigido.” O
poder, no sentido em que o termo é aqui empregado, refere-se ao esforço organizado,
suficiente para possibilitar ao indivíduo a transformação do desejo em seu equivalente
monetário. Esforço organizado e produzido pela coordenação dos esforços de duas ou mais
pessoas, que trabalham em conjunto, por um fim definido, num espírito de harmonia.

O poder é necessário para acumular dinheiro! É necessário para a retenção do dinheiro,
depois que foi acumulado!

Vamos verificar como se pode adquirir poder. Se poder é “conhecimento organizado”, examinemos as fontes do conhecimento:

1. Inteligência Infinita: Essa fonte de conhecimento pode ser alcançada pelo processo descrito em outro capítulo, com o auxílio da imaginação criadora.

2. Experiência acumulada: A experiência acumulada do homem (ou a porção dela que está organizada e gravada) pode ser encontrada em qualquer biblioteca publica bem equipada.
Parte importante dessa experiência acumulada é ensinada nas escolas públicas e em universidades, onde foi previamente classificada e organizada.

3. Experiência e Pesquisa: No campo da ciência e em praticamente todas as outras facetas da vida, os homens se reúnem, classificam e organizam, todos os dias, novos fatos. Essa é a
fonte para a qual nos dirigimos, quando o conhecimento não pode ser obtido através da
“experiência acumulada.” Aqui, também, a imaginação criadora deve ser usada com freqüência.

O conhecimento pode ser adquirido de qualquer fonte anterior. Pode ser convertido em
poder, organizando-o em planos definidos e exprimindo os planos em termos de ação.

Um exame das três fontes mais importantes do conhecimento revelará, logo, as
dificuldades que o indivíduo pode ter, se depender apenas de esforço próprio, no armazenar
conhecimentos e expressando-os em planos definidos, em termos de ação. Se os planos forem
exeqüíveis, se abrangerem atividade extensiva, você deverá, normalmente, induzir os outros a
cooperar com ele, antes de poder injetar-lhes o elemento necessário de poder.

O Segredo do Sucesso de Andrew Carnegie

A “Mente Superior” pode ser assim definida: “coordenação de conhecimentos e
esforços, num espírito de harmonia, entre duas ou mais pessoas, para alcançar um propósito
definido”.

Nenhum indivíduo poderá ter grande poder, sem ter consigo a “Mente Superior”. Em
capítulo anterior, foram dadas instruções para a criação de planos, com o propósito de traduzir
o desejo em seu equivalente monetário. Se você seguir essas
instruções com persistência e inteligência e usar de discernimento na seleção do grupo de
“Mente Superior”, o objetivo terá sido alcançado pela metade, antes mesmo que você comece a
reconhecê-lo.

Para que você compreenda o potencial intangível de poder a seu alcance, através de
um grupo da “Mente Superior” escolhido com acerto, explicaremos aqui as duas características
do princípio da “Mente Superior”, uma delas de natureza econômica, a outra psíquica. A feição
econômica é óbvia. Qualquer pessoa pode criar vantagens econômicas, desde que se cerque
dos conselhos e da cooperação pessoal de um grupo de homens, prontos a emprestar-lhe
auxílio, de todo o coração, num espírito de perfeita harmonia. Essa forma de aliança
cooperativa têm sido abase de quase todas as grandes fortunas. Sua compreensão dessa
grande verdade pode determinar, definitivamente, seu status financeiro.

A fase psíquica do princípio da “Mente Superior” é bem mais difícil de entender. Talvez
essa afirmação lhe forneça uma sugestão significativa: “Nunca duas mentes se reúnem sem
que, por essa razão, se crie uma força invisível, intangível, semelhante a uma terceira”.

A mente humana é uma forma de energia, sendo uma parte dela espiritual por natureza.
Quando duas mentes se reúnem, num espírito de harmonia, as unidades espirituais de cada
uma formam uma afinidade, que constitui a fase “psíquica” da Mente Superior.

O princípio da Mente Superior, ou antes, sua feição econômica, foi-me apontada, pela
primeira vez, por Andrew Carnegie, há mais de cinqüenta anos. A descoberta desse princípio
foi responsável pela escolha do trabalho da minha vida.

O grupo da “Mente Superior” de Carnegie consistia numa equipe de quase cinqüenta
homens, com os quais se cercava, com o propósito definido de manufaturar e vender aço.
Atribuía toda a sua fortuna ao poder que acumulara através dessa “Mente Superior”.

Analise os resultados de qualquer pessoa que acumulou grande fortuna e de muitos dos
que acumularam fortunas modestas, e verá que, consciente ou inconscientemente,
empregaram o princípio da “Mente Superior”.

Nenhum outro princípio poderá acumular tão grande poder!

Você Pode Precisar de Mais Inteligência do que Dispõe

O cérebro humano pode ser comparado a uma bateria elétrica. É fato notório que um
grupo de baterias elétricas fornecerá mais energia que uma única bateria. Também se sabe
que uma bateria individual fornecerá energia na proporção do número e capacidade das células
que contem.

O cérebro funciona de maneira semelhante. Daí o fato de alguns cérebros serem mais
eficientes que outros, o que nos leva a uma afirmação significativa: um grupo de cérebros
coordenados (ou ligados) num espírito de harmonia, fornecem mais energia de pensamento
que um único cérebro, assim como um grupo de baterias elétricas fornecerá mais energia que
uma única bateria.

Com essa metáfora logo se torna óbvio que o princípio da Mente Superior contém o
segredo do poder controlado pelos homens que se cercam de outros homens de inteligência.

Daí segue outra afirmação que conduz ainda mais perto da compreensão da fase
psíquica do princípio da Mente Superior: quando um grupo de cérebros individuais é
coordenado e funciona em harmonia, a energia crescente gerada por essa aliança está ao
alcance de qualquer cérebro individual do grupo.

É fato conhecido que Henry Ford começou a carreira de negócios lutando com as
desvantagens da pobreza, do analfabetismo e da ignorância. É fato igualmente conhecido que,
no período incrivelmente curto de dez anos, Ford venceu essas três desvantagens e que, em
vinte e cinco anos se tornou um dos homens mais ricos dos Estados Unidos. Ligue isso ao fato
de que os passos mais rápidos de Ford começaram a ser notados ao tempo em que se tornou
amigo pessoal de Thomas A. Edison e você começará a compreender o que a influência de
uma mente sobre outra pode conseguir. Dê mais um passo adiante e considere o fato de que
as mais notáveis realizações de Ford começaram ao tempo em que fez amizade
com Harvey Firestone, JohnBurroughs e Luther Burbank (cada um deles de grande capacidade
de inteligência) e terá provas de que o poder pode ser produzido através de uma aliança
amistosa de inteligências.

As pessoas adquirem a natureza, os hábitos e o poder de pensamento daqueles com
quem se associam, num espírito de

(p. 138)

simpatia e harmonia. Por essa associação com Edison, Burbank, Burroughs e Firestone, Ford
acrescentou ao seu próprio poder de inteligência, a soma e a substância da inteligência, da
experiência, dos conhecimentos e das forças espirituais daqueles quatro homens. Além disso,
apossou-se e empregou o princípio da Mente Superior, pelos métodos de procedimento
descritos neste livro.

Esse Princípio Está a Seu Alcance!

Já mencionamos, anteriormente, Gandhi.

Estudemos o método pelo qual alcançou seu estupendo poder. Pode ser explicado em
poucas palavras. Chegou ao poder induzindo mais de duzentos milhões de pessoas a se
coordenarem, num espírito de harmonia, corpo e espírito, com um propósito definido.

Em resumo, Gandhi realizou um milagre, pois é milagre poder induzir – não forçar –
duzentos milhões de pessoas a cooperar em espírito de harmonia, por qualquer espaço de
tempo.

Qualquer dirigente de negócios sabe como é difícil conseguir que os empregados
trabalhem juntos, num espírito que, mesma remotamente, se assemelhe à harmonia.

A lista das fontes principais das quais emana o poder está, conforme
foi visto, encabeçada pela Inteligência Infinita. Quando duas ou mais pessoas cooperam num
espírito de harmonia e trabalham por um objetivo definido, colocam-se em posição – através
dessa aliança – de absorver o poder diretamente do grande depósito universal da Inteligência
Infinita. Essa é a maior de todas as fontes de poder. É a fonte a que recorrem o gênio e o
grande líder (estejam ou não cônscios do fato).

As outras duas fontes importantes, das quais se pode obter o conhecimento necessário
para acumular poder, não merecem mais confiança que os cinco sentidos humanos. Os
sentidos nem sempre merecem confiança.

Em capítulos subseqüentes, serão descritos os métodos pelos quais a Inteligência
Infinita pode ser·prontamente alcançada.

Não se trata aqui de dar um curso de religião. Nenhum princípio fundamental deste livro
deve ser interpretado como destinado a interferir, direta ou indiretamente, nos hábitos

(p. 139)

religiosos de qualquer pessoa. O livro se limita, exclusivamente. A instruir o leitor em como
transformar o propósito definido do desejo de dinheiro em seu equivalente monetário.

Leia, pense e medite enquanto lê. Logo, o assunto todo se esclarecerá e você poderá
vê-lo em perspectiva. Agora você vê apenas o detalhe dos capítulos individuais.

Pobreza Não Precisa de Plano

O dinheiro é tímido e ardiloso. Deve ser cortejado e conquistado por métodos
semelhantes aos usados por um namorado determinado a impressionar a garota de sua
escolha. E, por coincidência, o poder usado ao “cortejar” o dinheiro não é tão diferente do
usado ao cortejar uma donzela. Esse poder, se usado com sucesso na procura do dinheiro,
deve estar misturado à fé. Deve estar misturado ao desejo. Deve estar misturado à
persistência. Deve ser aplicado através de um plano e esse plano deve ser posto em ação.

Quando o dinheiro chega em quantidade, ele flui para aquele que o acumula com a
facilidade com que a água desce a montanha. Existe uma grande correnteza invisível de poder,
comparável a um rio, com a diferença de que um dos lados corre numa direção, carregando
tudo o que cai na correnteza, para a frente e para o alto, em direção à riqueza – enquanto o
outro lado corre em direção oposta, carregando todos os infelizes que nela caíram (sem poder
escapar), na descida para a infelicidade e a pobreza.

Todo homem que já acumulou uma grande fortuna, reconheceu a existência de tal
correnteza na vida. Consiste no processo de raciocínio da pessoa. As emoções positivas do
pensamento formam o lado da correnteza que leva à fortuna. As emoções negativas formam o
lado que leva à pobreza.

Eis um pensamento de grande importância para quem estiver seguindo este livro, com o
objeto de acumular fortuna.

Se você estiver do lado da corrente de poder que leva à pobreza, que lhe sirva de remo
para se impulsionar ao outro lado da correnteza. Só lhe poderá servir pela aplicação e pelo uso.
Ler apenas e julgar o que leu, de uma maneira ou de outra, não lhe trará benefício algum.

Pobreza e riqueza muitas vezes mudam de lugar. Quando a riqueza toma o lugar da
pobreza, a transformação geralmente se processa por planos bem concebidos e
cuidadosamente executados. A pobreza dispensa planos. Não precisa de ninguém para ajudá-
la, porque é corajosa e cruel. A riqueza é tímida e medrosa. Deve ser “atraída”.

PONTOS A FIXAR:

A maior contribuição de Andrew Carnegie para o sucesso pessoal comercial – a Mente
Superior – está a sua disposição para que a use como desejar. É o modo superior de usar
conhecimentos organizados e dirigidos como caminho para um poder vitalício.

A mente humana é uma forma de energia. Quando duas ou mais mentes cooperarem
em harmonia, formam um grande “banco” de energia, além de uma terceira força invisível,
comparável à Mente Superior.

É necessário planejar e organizar para enriquecer. Continuar pobre é muito fácil; a
pobreza não precisa de planos.

Três fontes importantes de poder mental acumulado estão prontos a ajudá-lo. Podem
ser usadas à vontade pelos que sabem como usá-las – como você o sabe agora.

A felicidade se encontra em fazer e não apenas em possuir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s