Perdoar e Aprender com as Dores do Passado


Carregar os fardos pesados nos tiram da rota, do caminho a ser seguido; o caminho na busca de paz e elevação que todos viemos percorrer.

O passado possui marcas e traz lembranças desagradáveis ao presente, mas remoer este passado como sendo um decreto de tua paralisação não é o caminho ao qual viestes percorrer. Reviver o passado a todo instante e fazer dele um determinante para o que ocorre nos teus tempos atuais é estagnar-se, é paralizar-se perante todas as possibilidades que tens nas mãos.

Manter o passado como um fardo duro e árduo no presente é como carregar um peso acima de tuas possibilidades e isso vai lhe estagnar na caminhada rumo ao seu Eu maior.

Tenha consciência de que tudo aconteceu como deveria acontecer e que de tudo tiram-se lições valiosíssimas.

Quando compreendes que nada acontece em vão e que teu passado lhe serve de lição para os mais valiosos aprendizados, então saberás, sentirás que estás livre para prosseguir.

Teu passado não lhe condena nem tão pouco te engrandece, a não ser que faças isso contigo mesmo.

As dores ou alegrias vivenciadas num passado longinquo ou recente são lições para a alma. São parcelas de sua grande conquista rumo ao seu conhecimento interior. Olhe para isso, olhe para o que você precisa enxergar dentro de si. Olhe para o que te machuca, olhe para os teus sentimentos mais profundos. Veja, observe, questione o que te incomoda. Observe os sentimentos que lhe trazem dor e veja que está dentro de ti a solução para cada um dos teus problemas.

Observe o que ainda lhe mantém preso a esse passado que não lhe traz valor, apenas dor e sofrimento. Com certeza possuis partes a lapidar, lascas a aparar, e tens dentro de ti os instrumentos necessários a este refinamento de teu ser. Liberte-se das amarras que criastes.

Por vezes é difícil inclinar-se para trás e ver que as situações não aconteceram da forma como esperavas, mas saber olhar com os olhos do coração, de dentro de tua alma, e enxergar os conhecimentos que estes caminhos diferentes lhe proporcionaram sobre si mesmo e sobre o que aprimorar dentro de teu Eu, é o melhor presente que poderias ganhar da existência terrena. É na dificuldade e na prova que o aluno é testado.

Permaneces na dificuldade? Observa então qual foi a lição que ainda não aprendestes.

Teus valores, teus amores, tuas condições, nada disso valem se não souberes quem tu és, o que te traz paz. As vãs conquistas terrenas de nada valem se não souberes onde está a tua paz.

Voltar-se para dentro de si, assumir-se como um ser em busca de aprimoramento, um ser de paz e luz que apenas se esqueceu disso, é o que vai lhe tirar do grande abismo ao qual te encontras.

Aceite  e renda-se ao teu caminho, retorne a ele. Alivia tua alma de todo o rancor, mágoa e ressentimento enraizados dentro de ti, ressentimentos da vida, dos outros e do mundo.

Somente tu serás capaz de aceitar e aprender com todas as lições que a vida lhe propôs. Quando enxergares tuas amarras será o primeiro passo em busca de tempos melhores. Será o primeiro passo em direção ao caminho do qual te perdestes. E assim que o fizeres, logo que usares tuas ferramentas para o teu aprimoramento interno, vislumbrarás então, os grandes ensinamentos propostos por este passado que hoje sentes como doloroso e sombrio.

Faça sua escolha, volte-se para dentro de ti e redescubra-se como um ser de luz, retorne ao caminho que te leva para o teu amor puro, para a tua paz e tua luz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s