Os 8 hábitos dos bilionários, segundo jornalista da Forbes


hábitos dos bilionários
Créditos: James Lauritz/Corbis

Embora muitas pessoas tenham curiosidade sobre quais são os diferentes comportamentos e hábitos dos bilionários, são poucas as que têm a oportunidade de conhecer, durante a vida, alguém com mais de 1 bilhão na conta.

Não é o caso de Ricardo Geromel, um brasileiro que, aos 30 anos, é responsável pela editoria “bilionários” da famosa Revista Forbes. Em 2014, Geromel lançou o seu livro “Bilionários”. Além de trazer diversas entrevistas e anedotas curiosas, a obra ainda descreve os principais comportamentos que, de acordo com o autor, os bilionários têm em comum.

>> Palestra Gratuita: “Como Montar seu Ecommerce do Zero”

É claro que o dinheiro, por si só, não quer dizer nada. Porém, o mais legal é entender como essas pessoas chegaram lá: quais hábitos precisaram cultivar, do que tiveram que abrir mão, quais desafios enfrentaram etc.

Confira abaixo um resumo com as lições mais importantes de cada capítulo do livro de Geromel:

1 – Bilionários gostam mais de ganhar do que de gastar

Segundo o autor, a primeira forte característica que chama a atenção é o fato de bilionários gostarem mais de ganhar do que de gastar.

Isso não quer dizer, obviamente, que pessoas muito ricas não tenham bons carros, roupas luxuosas ou mansões na praia. O que Geromel diz é que o foco dessas pessoas não está no simples “ganhar dinheiro”, e sim em trabalhar duro diariamente. Ao adotar essa postura, o dinheiro acaba sendo uma consequência.

hábitos dos bilionários
Os bilionários Warren Buffett e Bill Gates (Foto: Daniel Acker/Bloomberg)

2 – São empregadores, e não empregados

Dos 2.473 bilionários do mundo, todos são empregadores. O segundo capítulo do livro de Geromel deixa bem claro que, se você quer ganhar dinheiro de verdade, é melhor começar a olhar com carinho para o seu próprio negócio.

3 – Tubarão nada com tubarão, sardinha nada com sardinha

O terceiro hábito dos bilionários é estar sempre rodeado de pessoas interessantes com quem se possa aprender e crescer.
Se você está rodeado por pessoas que de alguma forma são melhores que você, é natural que isso acabe por torná-lo alguém mais forte e preparado. Como dizem por aí, nós somos a média das 5 pessoas com quem mais convivemos.

Se quiser aprender mais sobre o conceito, basta dar o play no vídeo abaixo — quem fala é o especialista Bruno de Oliveira:

4 – Entendem o poder transformador da educação

Se você está aqui, dedicando alguns minutos do seu dia à leitura deste artigo, provavelmente já adquiriu um pouco do 4º hábito dos bilionários: entender o poder transformador da educação.

É sempre importante lembrar que educação não é só aquilo que vemos nas escolas e universidades… O conceito é muito mais amplo.

No livro, inclusive, Geromel cita uma frase muito interessante do escritor norte-americano Mark Twain, mostrando como a educação informal pode ser, por vezes, tão ou mais importante que aquela aprendida em escolas e universidades. A irreverente citação diz: “Eu nunca deixei que a escola interferisse na minha educação”.

Está buscando sucesso? Então aprenda algo novo todos os dias… Seja através de vídeos no Youtube, treinamentos ou livros, nunca deixe de evoluir!

5 – Permitem-se fracassar

O medo de falhar e ser julgado talvez seja um dos maiores problemas enfrentados por empreendedores e visionários do mundo inteiro. No livro, o autor conta histórias surpreendentes sobre os problemas, desafios e pontos baixos das vidas daqueles que, hoje, são admirados por suas realizações e contas bancárias.

aula com bruno de oliveira

AULA EXCLUSIVA: O PASSO A PASSO PARA INICIAR UM ECOMMERCE DE SUCESSO

Temos uma sessão começando em:

HOURS

MINUTES

SECONDS
QUERO PARTICIPAR

Segundo Ricardo Geromel, “o caminho para os bilhões não é como um elevador que não para de subir até chegar ao topo, mas sim como uma montanha tortuosa com altos e baixos, mas que vai, em geral, subindo”.

hábitos dos bilionários

6 – São sensíveis à filantropia

Para Geromel, nenhum dos hábitos dos bilionários chama tanta atenção quanto a preocupação dessas pessoas com a filantropia.

Para Eli Broad, um dos bilionários entrevistados na obra, “filantropia não é caridade. Caridade é só assinar cheques, filantropia é um investimento onde você quer ver retorno, quer se trate de avanços em pesquisas científicas ou de desempenho na educação ou atrair o público para as artes. Você quer ver resultados”.

O autor também dá bastante destaque para a “Giving Pledge”, iniciativa de Bill Gates e Warren Buffett que visa convencer pessoas ricas do mundo inteiro a doarem mais da metade de sua fortuna, em vida ou após a morte. O projeto já foi aderido por importantes empreendedores como Richard Branson e David Rockefeller — além de outras centenas de filantropos.

7 – Fixam-se no momento presente

Você tem dificuldades para se manter no momento presente? No livro, o autor conta, surpreso, sobre a capacidade dos bilionários de se conectarem com o agora.

Segundo ele, por considerarem seu tempo precioso demais, os bilionários ficam no presente, buscando tirar todo o proveito de cada momento do dia.

8 – Trabalham com paixão

Por fim, o livro “Bilionários” fala um pouco sobre paixão:

A origem da palavra entusiasmo vem do grego en-theos, que significa literalmente ‘Deus dentro de nós em ação’. Os gregos usavam essa palavra para se referir às pessoas que estavam ‘possuídas’ por um dos deuses e, assim, conseguiam realizar obras extraordinárias (Ricardo Geromel)

Quer ter mais energia, sucesso e dinheiro? Então a última dica do livro é: encontre uma paixão e dedique as suas horas a ela.

hábitos dos bilionários
O autor de “Bilionários”, Ricardo Geromel
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s