5 motivos para empreendedores visitarem o Vale do Silício


O Vale do Silício, na Califórnia, é conhecido como um dos maiores pólos tecnológicos do mundo e o berço de grandes startups e empresas como Apple, Google e Facebook.

Sua cultura inovadora é responsável pelas maiores companhias tecnológicas do planeta e é comum a visita de brasileiros ao local buscando parcerias e ideias para replicar em seus negócios. A Magia do Mundo dos Negócios, por exemplo, vai realizar sua 8ª Missão de Negócios e garante: não tem como voltar de lá e continuar sendo a mesma pessoa de antes.

Se você quer saber o que há de tão especial no Vale, descubra já:

Universidades focadas na inovação

Se você já assistiu o filme A Rede Social, que conta  história da fundação do Facebook, certamente já ouviu falar da Universidade de Stanford, onde Mark Zuckerberg o criou. Ela fica localizada no Vale, junto a muitas outras faculdades, centros de estudo e pesquisa que revelam novos talentos e projetos que virão a ser bilionários. Há também a Draper University, uma universidade de empreendedorismo disputadíssima, por onde passam grandes futuros empresários.

Foco em resultados

Sabe aquelas reuniões de trabalho que não dão em nada e parecem perda de tempo? Lá isso não acontece. O Vale é extremamente competitivo e objetivo: o foco é resolver problemas da maneira mais simples e lucrativa possível. Então, a base é a produtividade e a criatividade.

O erro é uma vantagem

Na mentalidade do Vale do Silício, um empresário que já errou muitas vezes pode ser bem visto, pois subentende-se que tem muita experiência e já sabe como validar ideias. O erro é natural e aceitável, principalmente porque se trata de algo novo, que ninguém tentou antes.

Compartilhar é a lei

Diferente do Brasil, em que novos empreendimentos são guardados a sete chaves, no Vale é completamente normal compartilhar planos e ideias com todos o tempo todo. E, graça a esse compartilhamento, parcerias de sucesso, fundos e investimentos tendem a aparecer com mais facilidade.

Faça já

No Vale do Silício ideias não dizem muita coisa. É preciso tirar do papel, executar, ter amostras, resultados e ver se é válido ou não. Chamada de cultura maker, um princípio do local é executar e testar a viabilidade, tirando todas ideias do papel.

Para conhecer nosso programa de imersão no Vale do Silício, clique aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s