Startups -> startup: scale-up


Com certeza, você já está familiarizado com as Startups. A FriendsLab mesmo, já falou sobre elas em duas oportunidades – O que são e quais os primeiros passos para abrir uma. Mas, hoje, iremos falar sobre um modelo de negócio que para muitos se assemelha à uma startupscale-up.

Para muitos, trata-se da mesma coisa, startup scale-up, muitos nem sabiam da existência desses dois modelos de negócio, principalmente das scales. Tudo isso, porque ambos negócios estão em evidências agora, em época de novos modelos econômicos e comerciais.

Por isso, preparamos o post de hoje!

Se você, pouco sabe ou nada sabe sobre o modelo de negócio que mais emprega no Brasil, é bom atentar-se à leitura! Vamos lá?

O que são Scale-ups

Provavelmente, você pode não saber muito sobre as scale-ups porque esse é um termo ainda não muito utilizado no Brasil. Mas, primeiramente, você tem que saber que o termo se refere à empresas que estão inseridas no nicho de corporações com alto índice de crescimento.

As scale-ups estão quase sempre acima da média do mercado, o crescimento do seu lucro é exponencial, de maneira que seu produto ou serviço tenha potencial para crescer por si só.

Um outro fator muito importante para você saber é que as scale-ups não se expandem somente no que diz respeito aos lucros e suas finanças. As scales são, hoje, o modelo econômico que mais emprega no Brasil. Essas empresas são responsáveis pela geração de, aproximadamente, 50% dos novos empregos.

Qual a diferença entre uma Scale-up e uma grande empresa

A diferença de uma scale-up para uma grande empresa é que seu modelo de negócio é escalável, ou seja, com passar do tempo, o seu crescimento é ponderado pela margem de lucro. Ou seja, a empresa lucra mais do que gasta com a contratação de funcionários.

Um ponto bacana nessa diferenciação é que uma scale-up possui um negócio (ou serviço) que não somente gera lucros constantes e contínuos, mas também tem um impacto na sociedade na qual está inserida.

Esse impacto não está atrelado à venda de produtos ou serviços, mas sim a uma forma de retribuição à comunidade. Esse retorno em forma de agradecimento pode vir como mentoria ou investimento em novas empresas.

Dois dados para concluir essa diferenciação entre grandes empresas e scales: apesar de mostrarem um crescimento acelerado e contínuo, as scales, em sua maioria, são pequenas e médias empresas. Em torno de 92% das scales são PMEs!

Por fim, mas não menos importante, com certeza muita gente associa ou associou scale-up a um modelo de negócio que envolva tecnologia. Porém, as scales são empresas de qualquer nicho, desde uma indústria da construção como um mercado varejista, por exemplo.

Como tornar a minha empresa uma scale-up

Nem todas as scales nascem prontas. Então, se você tem um negócio ou está desenvolvendo um com alto potencial de crescimento contínuo, saiba que você pode sim, estar com um modelo de scale-up. 

Deseja ter uma empresa com esse nível elevado de crescimento? Confira algumas dicas:

  1. Experiência, mesmo que pouca, é fundamental para arriscar em um negócio de alto impacto. Então, escolha atuar em um nicho que você ou sua equipe possua um know-how;
  2. Inicie com algo que você conheça. Juntamente com a experiência, isso dará estabilidade inicial e aumentará as chances de êxito. Evite arriscar-se no desconhecido logo de imediato;
  3. Esteja propício à mudança. Por mais que você tenha elaborado um plano de negócio impecável, atente-se às oscilações do mercado e prepare-se para possíveis alterações de planos;
  4. Trabalhe com sócios e/ou co-fundadores em quem você confia. Não precisamos falar de que a confiança é um dos pilares do sucesso de qualquer empreendimento e
  5. Evite riscos desnecessários. Por mais tentador que seja o plano de negócio, não ponha tudo a perder em um projeto. Invista com cautela, para que, caso haja uma falha, você ainda tenha onde se apoiar.

Dicas finais para montar uma scale-up

Essas são algumas dicas para transformar a sua empresa em uma scale-up. Nada muito além das orientações para elaborar um planejamento de negócio e alavancar o seu projeto, que não tenhamos falado nos nossos outros posts:

  • Uma gestão financeira eficiente é vital para qualquer empresa, independente de tamanho e nicho;
  • plano de negócio, por mais que você não deva se prender a ele, é essencial para o pontapé inicial e norteador do objetivo;
  • fluxo de caixa é importantíssimo para sobrevida da sua empresa. Saber o quanto entra e quanto está saindo te permite planejar próximas tomadas de decisões;
  • Se você não acredita no potencial de sua empresa, lembre-se que as pequenas empresas são scales. A inovação não está atrelada ao tamanho da sua marca.

Agora que você sabe o que é uma scale-up, conte para gente se você tem planos de montar um negócio nesse modelo. Ficou alguma dúvida? Deixe para gente nos comentários e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais e não deixe de seguir a gente por lá!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s