Os 7 livros mais recomendados de psicologia infantil


·  julho 20, 2017

Entender melhor os nossos pequenos é o melhor presente que podemos oferecer como pais ou educadores. A psicologia infantil é mais complexa do que parece. Por isso, é essencial compreender quais necessidades se escondem por trás de determinados comportamentos, como o mundo emocional dos pequenos é regido e como seus cérebros amadurecem em cada fase do desenvolvimento.

Uma coisa que todos nós sabemos é que junto com o título de pais, mães, tutores ou educadores, não vêm as habilidades, automáticas e permanentes, com as quais orientar e educar. Cada criança é única e a cada dia surge um novo desafio, um comportamento desafiador, uma insegurança, um atraso no aprendizado ou, inclusive, uma dúvida às vezes constante, mas sempre positiva que nos faz nos perguntar “será que eu estou agindo corretamente…?”

 “A inteligência emocional começa a se desenvolver nos primeiros anos de vida. Todos os intercâmbios sociais que as crianças vivenciam com seus pais, professores e entre elas mesmas, carregam mensagens emocionais.”
-Daniel Goleman-

Os livros estão sempre ali, ao nosso alcance, à nossa disposição. Tanto se formos pais quanto educadores, a necessidade de estar sempre atualizado é quase vital. A ciência avança e cada vez sabemos mais sobre o cérebro das crianças, sobre como podemos favorecer um desenvolvimento completo, potencializar a inteligência, como oferecer ferramentas para que entendam e administrem melhor suas próprias emoções.

Aqui cabe dizer que não é, nem nunca será, recomendável escolher apenas um desses livros sobre psicologia infantil que o mercado editorial nos oferece para fazer dele a “nossa bíblia”. O ideal é que a nossa curiosidade beba de várias fontes e que seja sensível às novas descobertas que acontecem no campo da educação.

A seguir, sugerimos que você conheça esses sete livros sobre psicologia infantil que podem ajudar na sua tarefa.

1. Inteligência emocional infantil e juvenil: exercícios para cultivar a força interior (Linda Lantieri e Daniel Goleman)

Atualmente a maioria das pessoas já sabe que a inteligência emocional (IE) é o segredo para fortalecer o nosso bem-estar. Por sua vez, esse tipo de inteligência oferece uma abordagem inigualável para educar nossas crianças.

Integrar desde cedo determinadas orientações, aprendizados e habilidades baseadas na compreensão e no controle emocional vai permitir, no presente e no futuro, que a criança se relacione melhor com outras pessoas.

Livros de psicologia infantil

Assim como nos indica o próprio Daniel Goleman “educar emocionalmente no presente significa oferecer um futuro melhor aos nossos filhos”. Com esse livro de psicologia infantil aprendemos a fazer isso. Além disse, ele conta com um guia prático e um CD de áudio (narrado por Elsa Punset) que deixam, sem dúvidas, esse recurso voltado a crianças e adolescentes muito mais completo.

2. Os patinhos feios (Cyrulnik, Boris)

Boris Cyrulnik é um renomado neurologista, psiquiatra, psicanalista e etólogo francês. Ele é uma referência no campo da ciência da felicidade e da psiquiatria, alguém que aos 11 anos de idade já sabia a que gostaria de dedicar sua vida.

Aos 6 anos conseguiu escapar de um campo de concentração, enquanto o resto da sua família, todos russos judeus e imigrantes, nunca mais voltou. Depois desse momento, sua vida passou de orfanato em orfanato, de um núcleo familiar a outro, até que finalmente chegou à casa de humildes estrangeiros… Um périplo de angústias, desapego e tristezas que longe de o transformar em uma vítima do trauma, o transformou em uma criança resiliente.

Neste livro, Boris Cyrulnik nos oferece uma visão muito interessante sobre o trauma infantil. Nele, nos ensina que o tecido dos laços afetivos, e mais tarde por meio da expressão das emoções, nos permite ativar uma espécie de “reserva” biopsíquica com a qual seguir em frente.

3. O cérebro da criança (Daniel J. Siegel, Tina Payne Bryson)

Uma referência no campo da neuropsicologia infantil. Neste livro, o neuropsiquiatria Daniel J. Siegel e a especialista em paternidade Tina Payne Bryson nos convidam a uma apaixonante viagem pelo cérebro infantil. É um livro fácil de ler, agradável, interessante, e oferece estratégias muito práticas e úteis para potencializar o desenvolvimento emocional e intelectual dos nossos pequenos.

Por sua vez, algo que também faz desse livro um livro diferente e, ao mesmo tempo, inovador, é o fato de que graças às ilustrações incluídas em suas páginas, podemos mostrar determinados conceitos e ideias aos nossos próprios filhos. É um manual de psicologia infantil de cabeceira com o qual se pode entender melhor determinadas reações, comportamentos e necessidades das crianças.

4. Como superar os medos e preocupações (James J. Crist)

James J. Crist é um psicólogo norte-americano especializado em traumas, depressões e desordens psicológicas em crianças. O motivo pelo qual incluímos esse livro na nossa lista é simples: ele é voltado tanto aos adultos como às crianças e nos permite compreender e racionalizar o mundo dos medos.

Ele pretende, antes de tudo, ser um livro de cabeceira para os nossos filhos:  no qual são abordados todos os medos, as preocupações e as angústias mais comuns da mente infantil, desde a escuridão até a solidão, passando pelos palhaços, pelos pesadelos mais frequentes até chegar a uma realidade evidente na nossa sociedade: o terrorismo.

Psicologia infantil

Como psicólogo que já tratou e ajudou muitas crianças assustadas e preocupadas, o doutor Crist oferece explicações simples e estratégiaspara que tanto as crianças como os pais saibam como agir em determinadas situações.

5. Como falar para seu filho ouvir e como ouvir para seu filho falar (Adele Faber e Elaine Mazlish)

Um verdadeiro best-seller sobre psicologia infantil desde quando foi publicado no final dos anos 90. Muito tempo já se passou desde então, no entanto, as verdades que esse livro nos oferece não saem de moda porque são aspectos essenciais da educação de qualquer criança ou adolescente.

A partir de uma abordagem prática e respeitosa, os autores nos ensinam diferentes métodos comunicativos, estratégias inovadoras para solucionar problemas, para facilitar a cooperação, assim como técnicas adequadas para estabelecer limites, controlar as emoções, e como usar alternativas mais úteis e respeitosas ao castigo.

6. Longe da árvore: pais, filhos e a busca da identidade (Andrew Solomon)

Inspirador, mágico e leitura obrigatória para pais, mães, professores, psicólogos e pessoas que desejam reconsiderar aquilo que nos faz diferentes uns dos outros, aquilo que nos une, que nos define e que, em essência, nos torna humanos.

“Apesar de muitos de nós sentirmos orgulho por sermos tão diferentes dos nossos pais, nos entristece o quão diferentes nossos filhos são em relação a nós.”
-Longe da árvore: pais, filhos e a busca da identidade (Andrew Solomon)

É um livro diferente que cativou meio mundo com o seu conteúdo, ao aprofundar a relação dos pais que têm filhos com diferentes deficiências, como a síndrome de Down ou transtornos como o autismo. Nas suas páginas lemos o testemunho de mais de 300 famílias, aos quais ninguém, absolutamente ninguém, pode ficar indiferente.

Psicologia infantil

7. A psicologia da criança, Jean Piaget

Não poderíamos terminar nossa lista de livros mais recomendados sobre psicologia infantil sem fazer referência a Jean Piaget. Ele não foi apenas um dos psicólogos mais relevantes do século XX. Suas contribuições no campo do desenvolvimento humano e da psicologia da criança continuam sendo de grande interesse epistemológico, lógico, biológico e sociológico.

Ele assentou as bases de vários conceitos que utilizamos na atualidade e agradecemos a ele por todos os extensos trabalhos, artigos e pesquisas empíricas que nos servem como reflexão e de contínua interpretação.

De tempos em tempos saem no mercado novas edições nas quais podemos desfrutar de novo do trabalho de Piaget e do seu fiel colaborador, Inhelder. Apesar de não ser um livro de leitura fácil, ele se mostra essencial para se aprofundar nos primeiros estudos sobre a inteligência, a construção do real, as categorias do pensamento, as capacidades de representação, as operações concretas, as operações formais, o juízo moral, assim como os aspectos afetivos e sociais do desenvolvimento da criança.

Jean Piaget

Para concluir, sabemos que nessa lista faltam muitos livrosmaravilhosos de psicologia infantil que há atualmente no mercado. Tentamos apenas oferecer uma proposta de cada área desse vasto universo do mundo infantil, no qual as emoções, os medos, o desenvolvimento cerebral, a resiliência ou as deficiências psíquicas ou intelectuais são os pilares sob os quais se deve continuar trabalhando todos os dias.

Nossa curiosidade, o afeto e a necessidade constante de compreender e oferecer o melhor aos nossos pequenos deve ser, sem dúvidas, o motor que nos guia a cada dia.

Referências Bibliográficas:

-Linda Lantieri y Daniel Goleman (2009) “Inteligencia emocional infantil y juvenil: Ejercicios para cultivar la fortaleza interior” Madrid: Aguilar

-Daniel J. Siegel, Tina Payne Bryson (2011) “El cerebro del niño” Alba Editorial

-James J. Crist (2004). “Cómo superar los miedos y las preocupaciones” Barcelona: Oniro

-Adele Faber y Elaine Mazlish (2005) “Cómo hablar para que sus hijos le escuchen y cómo escuchar para que sus hijos le hablen” Medici

-Andrew Solomon 2014 “Lejos del árbol: historias de padres e hijos que han aprendido a quererse” Madrid: Debate

-Jean Piaget, B. Inhelder (2008) “Psicología del Niño” Madrid: Morata

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s