EUA denuncia falta de reformas comerciais na China e ameaça taxar veículos


AFP
Fábrica de veículos em Shenyang, na província chinesa de Liaoning, em 11 de outubro de 2018.
Mais

O governo de Donald Trump deplorou nesta quarta-feira a ausência de reformas na China em matéria de política comercial e ameaçou impor tarifas aos veículos chineses exportados para os Estados Unidos.

“A China não veio à mesa (de negociações) com propostas destinadas a reformar significativamente” suas práticas comerciais, disse o representante do Comércio Robert Lighthizer em comunicado.

O funcionário também denunciou as tarifas chinesas de 40% sobre os veículos americanos e disse: “É mais que a taxa de 15% que a China impõe a seus outros parceiros comerciais (…). Por ordem do presidente, examinarei todas as ferramentas disponíveis para equiparar as tarifas aplicadas aos carros”.

De qualquer maneira, as exportações de veículos chineses para os Estados Unidos representam apenas uma parcela marginal.

Lighthizer recordou Donald Trump não para de denunciar a política comercial de Pequim, “que representa um grave dano para empresas e trabalhadores americanos”.

A ameaça de nova tarifas ocorre pouco antes de Trump se reunir com seu homólogo chinês, Xi Jinping, em Buenos Aires, à margem da Cúpula do G20 neste final de semana.

Com a China, “o presidente avalia que há uma boa oportunidade para se chegar a um acordo”, declarou na terça-feira Larry Kudlow, principal conselheiro de Trump, destacando que qualquer pacto estará sujeito a certas condições, como a proteção da propriedade intelectual e a suspensão de barreiras tarifárias, entre outros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s