Perdas


 

Quantas vezes já deu por si a fazer estas perguntas:

– Porque é que a perda é recorrente na minha vida?

– O que é que esta perda me está a querer ensinar?

 

Tudo que acontece fora de nós, está a acontecer dentro de nós, no nosso plano espiritual, uma dimensão da nossa existência, inconsciente para muitos, até haver um despertar, uma necessidade de compreender mais profundamente, o porquê de estar aqui.

 

 

A Alma e o Ego

 

A Alma só quer amor. O Ego só quer conforto. A Alma quer evolução. O Ego quer sobrevivência. São pólos opostos de um mesmo eixo fundamental.

E o equilíbrio desse eixo é o que vulgarmente chamamos de evolução. A missão do ser humano na matéria é alcançar o equilíbrio entre os pólos opostos dos vários eixos da existência.

Quando uma pessoa está demasiado apegada a algo, seja um bem material, um relacionamento, é porque há um desequilíbrio no eixo apego/desapego. O equilíbrio ideal seria aprender a usufruir do que a vida empresta, sem posse. Qualquer variação pode desencadear numa perda.

 

O que é perda afinal? É quando atraímos situações para equilibrar o eixo apego/desapego.

A perda pode ser da casa, o fim de um relacionamento amoroso ou de uma amizade, perda do emprego, um problema de saúde, de dinheiro ou a morte de um ente querido. Estas são as perdas a que as pessoas dão mais atenção.

No entanto há muitas outras, que têm um impacto menor, como um desentendimento com alguém, uma avaria num bem de primeira necessidade que causa muito desconforto (carro, máquinas, etc.) que facilmente desconsideramos no nosso dia-a-dia. Todo o desconforto deveria ser considerado como perda. Se não damos atenção a cada perda que atraímos, por mais insignificante que pareça, acabamos por atrair uma perda mais significativa. Até finalmente entendermos a necessidade da fragilização.

 

 

Porque temos que nos fragilizar?

 

Imagine que em outra vida teve uma perda parecida com alguma que tem nesta vida. E fez-se de forte. Não chorou. Não fez o luto. Não se relacionou com essa dor.

A energia da dor e a incapacidade de lidar com ela é o que chamamos karma. Essa dor vaza de vida para vida e enquanto não nos relacionarmos com ela, fragilizando, chorando, fazendo o luto apropriado, – limpando karma afinal – ela não se liberta.

E como não se liberta fica dentro da nossa energia, a pulsar. A pressionar. Qual a solução que a vida tem as para pessoas que não se fragilizam, que não aceitam relacionar-se com a dor? Que bloqueiam essa emoção?

Simples. A vida envia uma perda maior do que o bloqueio. Para que, à conta da dor desse evento presente, a dor ancestral possa manifestar-se, e receber o luto adequado.

 

 

Memória de Vidas Passadas

 

Quanto maior o medo da perda, maior a memórias das perdas vividas noutras vidas. E porque perdemos em outras vidas? Porque numa vida ainda mais distante, fizemos com que outras pessoas perdessem.

Quando trazemos memórias de perda, vivemos com esse medo presente na nossa energia. É inconsciente, mas está lá na nossa vibração. Sentimos medo de “voltar” a sentir essa dor, mas é esse voltar, deixando-nos fragilizar e chorando essa dor que é genuinamente terapêutico.

 

Processo do karma:

Vida de abuso – Provocou perda em outros

Vida de perda – Atraiu perda mas não fez o luto

Vida de abuso – Com medo de perder, fechou-se e provocou perda em outros

Vida de perda – Atraiu mais perda, e endureceu-se, não fez luto

etc…

 

 

O que posso fazer para parar de atrair perda?

 

Essa pergunta só tem uma resposta:  Vibrar na mais alta energia.

E como se consegue vibrar na mais alta energia? Limpeza Espiritual e Meditação.

 

Limpeza Espiritual – A função da Limpeza Espiritual é retirar da nossa energia tudo o que não seja a nossa vibração original. Encostos (espíritos que não subiram por algum motivo) e personagens de Vidas Passadas que estão ativos na nossa energia, baixando a nossa vibração.
Ao recuperar a nossa vibração original, ficamos mais aptos para fazer escolhas de desapego e fragilização que nos ajudem a equilibrar o eixo apego/desapego.
Mas mais que isso, a energia que se sente, é incrível. É como se nos tirassem uma tonelada de cima. Já pensou se, depois de imenso tempo a acumular densidade, numa sessão conseguisse retirá-la e substituir pela energia mais alta do céu?

 

Meditação – Eu Superior – a nossa metade sagrada que mora no céu é a chave para uma vida com uma energia mágica. E essa energia mágica faz com que consigamos viver mais leves, conectados, e consequentemente de forma mais evolutiva.
Como é que vamos atrair perda com essa energia?
E mais. O Eu Superior, além de nos levar ao êxtase, com a sua energia tão alta, também pode nos ajudar no dia a dia, orientando as escolhas que fazemos para que cada vez mais nos aproximemos de uma vida de incríveis realizações.

Marcação de Consultas 

Limpeza Espiritual – Em presença ou à distância
Clique aqui para saber mais

 

Meditação – Terapia da Liberdade – Regressão a Vidas Passadas, ida ao Eu Superior, Ida à Infância, ida ao Futuro, etc…
Clique aqui para saber mais

 

 

Tel – 919999113 das 10h às 18h (+351 – Portugal)

Fora desse horário, deixe recado que voltamos a ligar.

 

info@alexandrasolnado.com

 

www.alexandrasolnado.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s