4 etapas para começar a se libertar de emoções negativas:


Quando as coisas não seguem seu caminho, resultando em emoções negativas, o que você tende a fazer? Você foge, evitando a negatividade e provocando a resposta de luta ou fuga?

Ou você abraça o momento e o vê como uma oportunidade de crescimento e conexão? Se você corre, certamente não está sozinho. Graças à compreensão científica – e mensagens na mídia – agora sabemos que o estresse tem consequências adversas para a saúde e deve ser evitado a todo custo.No entanto, as últimas pesquisas mostram que não é o estresse, mas nossas crenças sobre o estresse, que podem transformar uma situação difícil em outra boa ou ruim. Ao visualizá-lo como uma oportunidade de aprendizagem, podemos canalizar a onda de hormônios do estresse em direções frutíferas.Aqui estão os quatro passos para ver os desafios como caminhos para o crescimento:

1. Reconhecer a emoção

Emoções surgem em nossos corpos antes de as percebermos em nossas mentes. Veja onde você sente a negatividade em seu corpo – em seus ombros, mãos, ou talvez em sua barriga? Respire na área e, ao fazê-lo, nomeie a emoção, para que crie distância dela. Basta dizer algo como: “estou experimentando a sensação de vergonha agora”, isso pode diminuir o poder da emoção sobre você.


2. Praticar autocompaixão

Autocompaixão é o abraço caloroso que nos lembra de que estamos seguros, e a voz suave que nos faz sentir entendidos. Alguns de nós carregam a crença de que a autocompaixão é fraca. Mas ela é o que nos ajuda a permanecer firmes, quando tudo dentro de nós está exortando-nos a fugir. E a pesquisa do psicólogo Paul Gilbert mostra que é, precisamente, a autocompaixão que nos dá a coragem de fazer a coisa certa. Pense no que sua própria voz amável diria a você quando se sentir desiludido.


3. Ouvir com atenção

Todas as emoções nos lembram de nossas necessidades, limites e os valores que preservamos. Mas elas também estão ligadas às histórias que cresceram conosco ao longo dos anos. Quando essas emoções são negativas, precisamos ouvir atentamente, então, saberemos se um valor precisa ser mantido – ou uma história autodestrutiva precisa ser descartada. Se fizermos isso sem autojulgamento, podemos aprender muito sobre nós mesmos. E essa é uma busca excitante!


4. Decidir com sabedoria

Marco Aurélio uma vez disse: “O que está no caminho, torna-se o caminho.” Deixe a negatividade guiar suas ações. Deixe-a ajudá-lo a decidir os passos que você precisa tomar para viver de acordo com seus valores; ou os passos que o ajudarão a corrigir seu caminho de volta à vida que você quer viver. Talvez você precise levar mais tempo para conectar-se com a família, ou perseguir esse esforço criativo que sempre quis. Talvez você precise deixar ir o desejo de agradar a todos, o tempo todo, ou aprender a aceitar a beleza de sua imperfeição humana.Da próxima vez que você encontrar-se travado em um laço negativo, faça amizade com sua emoção. Você vai descobrir a liberdade da agilidade emocional, bem como a alegria que vem de fluir suavemente através desta vasta experiência da vida – e as tempestades emocionais que vêm com ela.____Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Happify Daily

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s