Ofertas Públicas


Oferta pública é a distribuição de ações, saiba mais

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Ações

Oferta pública é a distribuição de ações, determinando um número de ações da empresa ou instituição financeira que pode ser adquirido pelo investidor, tendo como característica se estender a não acionistas da empresa.
As empresas e as instituições financeiras oferecem a possibilidade de negociação dos ativos por ela emitidos. Os ativos podem ser: ações, debêntures (títulos de renda fixa por meio dos quais a empresa capta recursos), BDRs (Títulos emitidos no Brasil por companhia estrangeiras), CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários), etc.

Como Participar?

É necessário ser cliente de uma corretora ou de um banco.
Para ser cliente de uma corretora é necessário: verificar se a corretora oferece o produto que você deseja, os valores cobrados por que variam de acordo com cada corretora, procurar informações com outros investidores sobre a corretora, verificar se realmente é cadastrada na Bolsa de Valores.

Ofertas Públicas

Prospecto da Oferta

É um documento que traz as informações importantes sobre a companhia emitente da oferta.
Nesse prospecto você encontrará informações como o negócio da empresa, o setor que ela atua.
É importante ter ciência desse prospecto, que vem com um índice indicando cada um dos aspectos como: metas e objetivo da empresa ou instituição financeira, riscos na oferta, segmentações que atua, administração, etc;

Fique atento:

Fatores de Risco: informações gerais sobre os riscos do negócio no mercado brasileiro do qual ela faz parte, e os riscos da própria oferta.
Resultados de operações da companhia, situação financeira, e a estabilidade dela no mercado de capital.

Como Atuar no Mercado de Ofertas Públicas?

Após a aquisição da oferta pública existe três fases distintas:

Período de reserva: é neste momento que os investidores avisam as corretoras, quanto de ações, ou o capital financeiro que deseja investir.

Bookbuilding: é o preço da ação no dia da oferta pública

Rateio: após a realização do Bookbuilding, o investidor irá ter informações sobre a quantidadede de ações e o valor em dinheiro recebido na oferta

Mercado de Capitais

Regulamentação no Mercado de Capitais

A CVM não autoriza nenhuma emissão pública de valores mobiliários sem o prévio registro.

Foi celebrado um convênio entre a CVM e a ANBIMA, para que realize análises dos pedidos.
Está analise é feita através do COP (Controle de Ofertas Públicas), um sistema responsável para disponibizar ao investidor em geral a consulta às ofertas públicas, que estão sendo analisadas ou já foram analisadas

Glossário:

ANBIMA: Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais, representando as instituições do mercado de capitais brasileiro;

CVM: Comissão de Valores Mobiliários

Entendo um pouco mais sobre:

Sites Interessantes:

https://platform.twitter.com/widgets/tweet_button.84defed8084a7348e9c47d3429bcf4e8.en.html#dnt=false&id=twitter-widget-0&lang=en&original_referer=http%3A%2F%2Fwww.investimentosfinanceiros.com.br%2Fofertas-publicas%2F&size=m&text=Ofertas%20P%C3%BAblicas&time=1541673050554&type=share&url=http%3A%2F%2Fwww.investimentosfinanceiros.com.br%2Fofertas-publicas%2F&via=InvestimentosF

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s