Você é persistente ou resiliente?


Ontem tive um daqueles jantares incríveis com alguns amigos, daqueles que saem todos os tipos de conversas. É engraçado até, porque eu já não consigo mais sentar com alguém para bater papo e não ficar com o celular do lado anotando todas as ideias que vão surgindo para discutir aqui no blog depois. No fundo, são dilemas, questões, aquilo que todo mundo passa. Ontem, um dos grandes assuntos foi o embate entre persistência e resiliência.

Persistência é aquilo que persiste, que continua presente, que continua a se desenvolver apesar de circunstâncias desfavoráveis. Já resiliência é a capacidade de se recobrar ou se adaptar à má sorte ou às mudanças. Eu já falei um pouco por aqui de persistência, mas depois de ontem, estou mais apaixonada pelo conceito de resiliência. Até porque a gente pode ser persistente em vários tipos de situação, mas a resiliência exige um outro tipo de qualidade. Vou explicar melhor.

A persistência é a pessoa que fica 20 anos no mesmo emprego. Ela não se questiona, ela tem um objetivo, quer ser supervisor, gerente, diretor, vice-presidente e, quem sabe, um dia eu chego lá, presidente. Isso é persistência. Pode mudar toda a diretoria, a empresa pode quase falir, mas aquela pessoa continua lá, dia após dia, buscando.

A resiliência não se prende tanto. Normalmente, aquela pessoa já mudou de emprego 4 vezes na última década, em busca de uma satisfação pessoal. Ela vai traçar um caminho dela e neste tipo de rumo, não existem muitos guias ou fórmulas prontas. Então é preciso ter uma casca grossa, coragem e uma capacidade de adaptação e de superação gigantescas, sempre com o seu norte na bússola.

É claro que tudo isso é uma generalização. Mas na noite de ontem, meus amigos me recomendaram resiliência – é o que o meu marido vem me dizendo há algum tempo. É o famoso segura-a-onda, o não-deixa-a-peteca-cair. Para trilhar um caminho diferente, mais do que ser persistente, você precisa ter capacidade de se recobrar, de se adaptar, de se reencaixar na situação quando nem tudo estiver indo tão bem assim. Porque quando está, é muito fácil. Mas quando nem tudo corre do jeito que você queria, é preciso ter algo mais para não se perder do seu próprio caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s