Intuição ou Ego? 6 Maneiras de Compreender quem está falando


 

“Há uma voz dentro de você que sussurra o dia todo. ‘Eu sinto que isso é certo para mim, Eu sei que aquilo é errado’. Nenhum professor, pregador, parente, amigo ou sábio poderá decidir… Para você descobrir o que é certo para você, tem apenas que ouvir a voz que fala dentro” ~ Shel Silverstein

Alguns dos maiores inventores, gurus e gênios de todos os tempos se referem à intuição como uma das maiores forças orientadoras em suas vidas que os levaram à grandes descobertas.

Pessoas como Albert Einstein e Steve Jobs muitas vezes falaram sobre a importância de abordar este sexto sentido e confiar em suas orientações. Infelizmente, isso é mais fácil dizer do que fazer. Especialmente porque há um pequeno personagem chatinho chamado Ego que se sente ameaçado por não ter uma palavra final, ou controle completo de nossas escolhas.  Não precisamos temê-lo e nem as suas vontades, pois faz parte do nosso Eu Tridimensional e é uma grande ferramenta de auto estudo e auto percepção, então você não precisa trancafiá-lo em um quarto escuro rsrs. Ele faz parte de você, de mim e de todos os seres humanos, portanto devemos aprender o que ele tem a nos ensinar para poder caminhar além dele e reencontrar a nossa Essência, que é de onde provêm toda nossa Intuição, do Eu Superior.

Mas muitas vezes, o Ego se disfarça de Intuição para se proteger da dor, da mudança ou da vulnerabilidade. É por conta desse truque que é importante percebermos qual voz é verdadeiramente nossa Intuição e qual é o Ego disfarçado.

Hoje falaremos de 6 maneiras de compreender quem está falando: Intuição ou Ego

“Viva em sua orientação interna e desista da necessidade de alguma prova de que sua orientação interna é verdadeira. Quanto mais você pedir por provas, menos provável é que você receba alguma.” ~ Caroline Myss

1) Não é a voz que fala mais alto em nossa cabeça

À qualquer momento, se estamos dentro ou fora de um estado de relaxamento completo, temos uma variedade de pensamentos passando por nossa mente ao mesmo tempo. A maioria desses pensamentos não são realmente nossos. Muitos são a voz do “inconsciente coletivo”, que é o HD exterior da Consciência Coletiva, em outras palavras, significa que energeticamente estamos sintonizando aos pensamentos e as mentalidades de todos os seres de forma individual & coletiva, depende também da freqüência em que nós mesmos estamos, pois nossa energia é uma frequência e nossa mente e coração são a antena que sintoniza com energias similares e isso também dita o que chega até nós via pensamento.

Por tanto, quanto menos relaxados, mais aleatórios são nossos padrões de pensamento. A intuição é o sussurro suave por baixo de tudo isso. É por isso que é importante praticar algum tipo de meditação ou ao menos, prestar atenção na lenta respiração, à batida do coração durante alguns instantes para tocar seu silêncio interior. A intuição sussurra e se conecta com nossos sentimentos, o que significa que é importante focar nossa consciência centrada no coração, em vez de apenas em nossa mente.

2) Nunca pressiona, ameaça ou nos obriga a fazer qualquer coisa que não queremos

A alma é atemporal, portanto, a voz de nossa Intuição (que vem do nosso Eu Superior/Alma) nunca será a voz que diz para você: “é melhor você fazer isso ou então…tal coisa acontecerá.”

A alma está completamente confiante de que tudo irá acontecer no momento perfeito que é para acontecer. O Ego sabe que o tempo é limitado e prospera no sentimento de medoem nós, o que significa que muitas vezes tentará nos motivar através desse medo. Isso geralmente acontece através de algum tipo de negociação ou ameaça, por exemplo: “mas você tem que fazer isso senão ele/ela irá embora” ou “você tem que fazer dessa maneira senão ninguém irá te aceitar”. Na verdade, o simples sentimento de não querer fazer algo é a própria Intuição lhe dizendo que não é para você.  Por isso, é importante se questionar sempre que surgir o desejo de fazer algo, de onde ele vem. O que você estaria saciando ao dar vazão à esse desejo? Estaria satisfazendo qual vaidade? Se questionar verdadeiramente e ir obtendo respostas consigo mesmo, e cada nova resposta, fazer uma nova pergunta até que fique claro que é o seu coração ou a sua mente que está falando.

3) Está sempre lá e sempre nos orienta, mesmo que não percebemos

Um equívoco muito é que, se não sabemos qual voz é a nossa intuição, corremos o risco de fazer uma escolha errada para nossas vidas, mas isso é relativo. Nossa intuição sempre nos orienta e sempre nos orientará, estejamos conscientes disso ou não. Esta é uma boa notícia para as pessoas que não confiam se estão seguindo ou não sua orientação intuitiva. Mas, vale lembrar que cada escolha que você faz, e todos os resultados que você experimenta tem sua função na sua jornada evolutiva, tanto os acontecimentos bons quanto os ruins são preciosas lições que devem ser aprendidas. Ao ser capaz de seguir nossa Intuição torna o processo um pouco mais divertido e leve, porque mostra que há uma inteligência maior que nos ajuda, mas tenha a certeza, se você realmente não sente nenhuma conexão com a sua intuição, você não vai perder nada do que você esteja destinado a experimentar.

4) Como um músculo, deve ser exercitado para se fortalecer

Para estar cada vez mais em sintonia com a nossa voz intuitiva, devemos realmente segui-la. Quanto mais seguimos e tomamos as decisões que ela nos orienta de forma corajosa, o Universo nos enviará sinais cada vez mais e mais fortes. A intuição de cada um funciona de forma diferente, algumas pessoas ouvem coisas, algumas só sabem, algumas pessoas sentem, outras sonham, outras percebem sinais da vida em letras de músicas e em outros fatos externos, e aos poucos você mesmo vai percebendo como você fala consigo mesmo. Mas, o Ego também percebe como a sua Intuição funciona, então as vezes é bom verificar o alinhamento da sua conexão interior consigo mesmo através de contatos silenciosos.

Quanto mais confiamos nessa voz, mais forte ela se tornará, e logo a Intuição se torna a principal força orientadora em nossa vida.

5) Não é uma receita mágica para não sofrer

O Ego, muitas vezes, fantasia que se seguirmos apenas a Intuição, seremos guiados para uma vida sem dor ou sofrimento, pois não iremos mais errar. No entanto, o que a Alma sabe e que o Ego não quer considerar, é que as circunstâncias prejudiciais são muitas vezes as circunstâncias mais curativas e transformadoras, que é exatamente a razão pela qual a intuição muitas vezes nos leva a esses tipos de situações. A alma está interessada em uma experiência como ser em evolução e expansão, e sempre nos levará a situações que irão catalisar isso, queira o Ego ou não.

6) Muitas vezes não está nos dizendo o que fazer, mas sim como ser

Outro equívoco sobre a Intuição é que ela é como uma fada madrinha de diretrizes que nos fala onde viver, onde trabalhar, etc…. Se você perceber que sua voz está constantemente te dizendo para se mover à novos lugares, ou até novas pessoas, é bem provável que seja o seu Ego desejando que você nunca se acerte em uma realidade única, e que ele está se disfarçando de Intuição, e está tentando fazer você fugir de alguma lição importante.

O Ego teme ser visto, e sabe que uma consciência tranquila e relaxada é a receita dele ser percebido às claras, e é por isso que muitas vezes, ele finge ser uma Intuição que nos diz para continuarmos em movimento, continuarmos mudando, continuarmos fazendo algo radicalmente diferente sob o pretexto de “a felicidade está do outro lado dessa grande mudança”. Enquanto a nossa Intuição às vezes nos deixa sem direções sobre o que fazer ou para onde ir,  para poder nos trazer a perspectiva mais amorosa e expandida da nossa atual situação.

Ao contrário da crença popular, estamos sempre onde precisamos estar, e quando é hora de mudar, o universo irá fazer com que aconteça de qualquer jeito conforme o que necessitamos, portanto, a coisa mais poderosa que podemos fazer diariamente é adotar uma perspectiva mais ampla da nossa realidade atual e como nos movemos através dela, se é com amor, paciência, generosidade, carinho e afeto, que é o que a intuição é, em última instância.

~*~

Que sempre possamos filtrar verdadeiramente o que sentimos em nossos corações e aceitar as lições que recebemos através dos nossos erros e acertos! Viva a caminhada ❤️ e aprecie o processo no qual a vida vive! Gratidão, até a próxima.

Texto por Nikki Sapp from FractalEnligment. / Tradução: YanRam para O Grande Jardim

Imagem: Alex Grey

Por favor, lembre-se de compartilhar trechos ou textos completos do blog sempre com os devidos créditos!

Leia também:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s