Aprendendo a Manifestar a Sua Verdade Interior


“Eu Sou a Verdade e a Vida” ~ Jesus

Vamos caminhando na vida e interagindo com diferentes pessoas e situações que contêm lições e aprendizados que sempre dizem a respeito de nós mesmos e a maneira na qual percebemos e concebemos a realidade ao nosso redor. Uma lição mais valiosa que a outra com o poder de enriquecer cada vez mais o nosso auto conhecimento. Nos primórdios antigos, o homem era seu próprio livro e isso foi sendo deixado de lado com o tempo, mas sempre existiram os guerreiros que ainda buscavam em si mesmos o conhecimento da vida e eles ainda caminham sobre essa linda e fértil Terra que tanto nos ensina. A cada passo, uma nova escolha se apresenta, a cada escolha, um novo aprendizado, uma nova liberdade, uma nova realidade é possível ser experienciada.

Vivendo no Século 21, sabemos bem como somos ceifados e levados a crer que temos que trabalhar e exercer funções que gerem benefícios e lucros conforme a realidade que desejamos atingir, realidade essa vendida pela mídia como sucesso e felicidade, e nesse engano fazemos escolhas que nada tem de ver com os nossos dons naturais ou faculdades interiores que realmente nos fariam felizes. Nessa confusão e pressão social, acabamos por ingressar em carreiras cheias de objetivos e vazias de verdadeiro significado para nosso Eu Superior. Ficamos preocupados em exercer bons cargos e nos esquecemos de seguir nossa intuição e vontades, o que por si só, já é doloroso, pois ao deixar de seguir a si mesmo, passamos a seguir algum tipo de ilusão.

12fa558bfc0f82692801f061232de937

A vida, porém, em sua vasta dança de sabedoria, nos traz situações que nos chacoalham e exige de nós novas respostas e comportamentos, nos mostrando os diferentes caminhos e possibilidades que temos de experienciá-la e o poder que temos de criar nossa própria realidade. Com os recentes estudos da Quântica, mais e mais pessoas tem se voltado para a questões sínteses como “Quem sou? O que vim fazer neste mundo? O que é felicidade? Eu posso ser feliz?”. Quando crianças, já exibíamos naturalmente os nossos dons&talentos, mas fomos crescendo e essas características foram muitas vezes minimizadas e até mesmo, deixadas de lado. Porém, nossa criança interior, sábia e criativa, sempre soube as respostas desses questionamentos e pede cada vez mais para ser abraçada e acolhida, nos acordando para uma realidade linda que existe enquanto todo o resto também existe, o nosso mundo interior.

Dentro desse mundo de luz&sombras (como o mundo exterior), reside o mais sagrado elo e campo de conhecimento: a consciência. Vasta e amorosa, possui toda a sabedoria do Universo Cosmos Vida. A partir do momento que decidimos nos conhecer, adentrar a floresta labirintosa do Eu, somos pegos de surpresa muitas vezes aos nos deparar com a perfeição que já somos, que já existe em nós e que muitas e muitas vezes não conseguimos imprimir no mundo externo, fazendo com o que vivemos seja diferente ou dessoante com o que somos, e as questões que surgem então são “Como manifestar a minha verdade? Como ser quem já sou? Como trazer para a Terra (matéria) a minha potencialidade?”. Nesse ponto do caminho, já passamos por deslumbramentos e desilusões ao conhecer nossa sombra e nossa luz, e as vezes até relutamos em responder essas perguntas, alegando para nós mesmos que temos papéis sociais a cumprir, que a situação/emprego que vivemos foi e pode ser a única oportunidade dada pela vida para ir conquistando ou realizando as suas aspirações de modo paralelo, como se você vivesse metade da felicidade, metade do tempo sendo e fazendo o que você realmente é e sente. Porém, essa é apenas uma fala que surge na tentativa de ainda se manter na zona de conforto.

Porque eu sei e você sabe, que se mover conforme sua verdade é e será doloroso, pois uma desconstrução terá de ser feita, uma morte terá de vir a acontecer para que haja um novo renascimento, florescimento de quem você é verdadeiramente e que tanto demorou para descobrir. É uma jornada sem volta, pois os véus que caem ou que são por você arrancados, não poderão ser recolocados…

Então, nesse momento de medo&aflição temos que invocar nosso guerreiro interior que sempre esteve pronto para desbravar a si mesmo e viver em verdade. Quando tomamos esse poder, tomamos também a responsabilidade de nossas escolhas, estamos conscientes das consequências e nasce a coragem de ser quem é! Nesse renascimento, nessa dança entre você e a energia potencial nasce também uma coragem, como um vento forte que tudo refresca e traz vigor para caminhar de uma nova maneira.

2cd4fbd5bc2ac0e06002bc6a0d5d0612

A partir daí, você já aprendeu a transformar o seu defeito em qualidade, virando a mesa e tomando as rédeas de si mesmo, potencializando sua teimosia em perseverança, sua preguiça em foco, sua ansiedade em contemplação… O todo percebe e sente o seu guerreiro e passa a trazer novas situações conflitantes, pedindo cada vez mais que sua verdade seja então impressa… e de repente você se percebe voltando a fazer coisas que te faziam felizes na infância, se percebe com dons e talentos que você julgava impossível possuir e exercitar, quando se dá por si, já está fazendo escolhas e vivendo conforme o seu coração, a chama trina do divino agora move você e passa a se manifestar através de você de forma límpida e sem obstruções, te chamando para ajudar os seus irmãos e a contribuir com o mundo de forma saudável, respeitando a si mesmo e todos os seres que te rodeiam. Hábitos mudam, vícios são largados, comportamentos novos surgem, tudo graças ao espaço que você criou dentro de você mesmo, um espaço de amor próprio e respeito, e isso só se expande cada vez mais para tudo que você toca.

Com a auto observação e o diálogo interior é possível entrar em profundo contato com seus dons e intuir justamente como trazê-los a vida, como colocar em prática tantos saberes para a construção de uma nova realidade, que em um primeiro momento, será individual, mas que conforme você aprende a expandir, se tornará coletiva, pois uma vez que seu guerreiro levanta, vários outros guerreiros passam a se aproximar e se apresentar a você. Um novo caminho compartilhado de aspirações e verdades surge, o caminho da união para a realizAção.

Conforme você descobre e exerce um dom, outros tantos nascem em espiral e se apresentam a você, te convidam a explorá-los e camada por camada, você vai indo cada vez mais de encontro ao centro da floresta labirintosa, descobrindo que você sempre foi uma mandala de amor e de conexão, que respira e vibra junto com o todo que permeia. Você merece ser feliz, você merece viver conforme o amor que existe dentro de você. VOCÊ MERECE SIM, VOCÊ PODE SIM SER QUEM VOCÊ É. Mas você, mais ninguém, em primeiro lugar, tem de aceitar esse fato, enquanto você não der esse primeiro passo, continuará a viver escondido de si mesmo, então, eu te convido, vamos… aceite o ser de potencial de luz e amor que você é e que você pode sim, dar&receber todo o amor que existe.

Então se lembre, se lembre daquilo que você esqueceu…

Muitos mestres dizem que o despertar pode acontecer a qualquer momento através de todo tipo de interação, o meu se deu ao me deparar com chuva que cai do céu, ela está em todo lugar, como a verdade… ela cai sobre nós o tempo todo.

Bora se molhar, família ❤ Viva os dons espiralados que dançam, dançam e dançam por si dançar! Somos a clareza do Avô Sol, o mistério da Avó Lua e a fertilidade da Mãe Terra, filhos do eterno OM! Aqui e agora…

Texto por YanRam para O Grande Jardim.

Por favor, lembre-se de compartilhar trechos ou textos completos do blog sempre com os devidos créditos!

Leia também:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s