Massoterapia: 10 perguntas e respostas sobre o curso


Descubra tudo que você precisa saber antes de escolher essa formação.

José Rondina

Quando combinadas, a saúde e a estética trazem benefícios que trabalham em sinergia, para que o bem-estar físico e autoestima estejam em perfeita harmonia. E dentro das técnicas que promovem esse tipo de sensação encontra-se a massoterapia, que hoje é o tema principal deste artigo, com objetivo de abordar os principais pontos referentes ao curso, profissão e mercado de trabalho!

O curso de massoterapia abre muitas portas no mercado de trabalho.
O curso de Massoterapia pode abrir muitas portas no mercado de trabalho. (Foto: Divulgação)

Massoterapia: saiba como se tornar um profissional nessa técnica

Acabe com as suas principais dúvidas, por meio de 10 perguntas e respostas que deixarão você por dentro da formação de um (a) massoterapeuta, que está bem longe das profissões a serem extintas, tornando-se, assim, uma técnica cada vez mais requisitada pelos que buscam formas de como melhorar a produtividade no trabalho, ter mais equilíbrio emocional e bem-estar físico.

1 – O que é massoterapia?

Um bom começo para essa resposta pode ser dado pela etimologia (origem) da palavra massoterapia, visto que “masso” vem do grego massagem, que aliado ao termo terapia já fica fácil entender o principal propósito dessa técnica: realizar tratamentos por meio de massagens.

E o motivo da palavra “tratamento” ter ficado no plural é pelo fato dessa técnica milenar englobar diferentes tipos de benefícios, como aliviar a dor muscular, combater o estresse, promover a sensação de bem-estar, tratar a retenção de líquido, estimular a circulação sanguínea, entre outros.

2 – Como é a formação para massoterapia?

A formação para se tornar um massoterapeuta acontece por meio do curso técnico contemplado por 1200 horas.  Logo, o profissional formado estará apto a aplicar os diferentes tipos de massagens, que podem ser tanto para fins estéticos como para a saúde.

3 – O que se aprende no curso de massoterapia?

Em relação ao que se aprende durante o curso, o conhecimento sobre o funcionamento do corpo humano andará de mãos dadas com os diferentes tipos de massagem. Uma vez que cada patologia diagnosticada deverá ser tratada por uma técnica diferente. Com isso, por mais que haja algumas particularidades no que se refere ao conteúdo programático de cada curso, todos irão terão em comum o aprendizado das seguintes técnicas de massagem:

Massagem laboral e desportiva: tem como objetivo recuperar a musculatura de pessoas que estejam sofrendo com dores provocadas pelo cansaço físico ou esporte.

Massagem modeladora: trabalha a ativação do metabolismo local, aumentando a circulação sanguínea.

Reflexologia: é uma massagem que pode acontecer por meio de estímulos nos pés, mãos, orelhas ou no rosto, em que são identificados pontos que equivalem a cada órgão do nosso corpo.  Sendo assim, um tratamento de caráter externo, mas que ajuda a aliviar problemas internos.

Aromaterapia: é uma terapia que utiliza de óleos essenciais utilizados durante a massagem, a fim de combater problemas físicos e emocionais.

Drenagem linfática: é voltada para a diminuição do inchaço, gordura localizada, eliminando toxinas do corpo e potencializando o emagrecimento, quando atrelada a uma rotina saudável.

 Shiatsu: é uma massagem oriental que trabalha em pontos específicos por meio da pressão dos meridianos do corpo, identificando quais pontos sofrem com o acúmulo e carência de energia.

Quiropraxia: trata problemas no sistema neural e esquelético, agindo na reeducação postural, melhorando a mecânica, alinhamento, mobilidade e a autorregulação.

4 – Qual é o ambiente de trabalho do massoterapeuta?

O local de trabalho do massoterapeuta poderá variar muito, tendo em vista que esse profissional poderá atuar de forma autônoma, atendendo a domicílio ou em spas, clínicas especializadas em estética, academias de ginástica, centros de reabilitação física, clubes esportivos e hospitais.

5 – Como é o mercado de trabalho para essa profissão?

A busca por tratamentos estéticos tem crescido no Brasil. (Foto: Divulgação)

Pelo fato da correria e estresse estarem cada vez mais presentes na vida do homem moderno, o valor do profissional que domine diferentes técnicas de massagem, com foco na saúde e estética do corpo vem crescendo.

Uma prova disso é que um levantamento feito pela Pesquisa de Beleza e Cuidados Pessoais da Euromonitor aponta que, até o ano de 2020, o Brasil terá um aumento de 14,3%, no que se refere à busca por tratamentos estéticos.  Logo, pela massoterapia pertencer a esse segmento já é possível presumir que o potencial dessa área também se encontra em evolução.

Agora, em relação aos salários, segundo o portal Guia Carreira, os profissionais técnicos podem receber de R$ 1.200,00 a R$ 3.000,00 trabalhando para empresas privadas ou como autônomos.

6 – Quais são os tipos de especializações?

As especializações para o massoterapeuta poderão variar muito, uma vez que as técnicas de massagem acabam sendo infinitas.  Porém, os cursos que tenham como embasamento a Medicina Chinesa acabam sendo os mais procurados por esses profissionais.

7 – Onde fazer o curso técnico de massoterapia?

Hoje, o curso de massoterapia é ministrado por diversas escolas voltadas para o ensino técnico. Com isso, antes de matricular-se é de extrema importância saber se o curso segue as exigências estipuladas pelo Ministério da Educação (MEC). Entre as principais instituições que oferecem esse curso destacam-se as seguintes:

8 – Quais são os pré-requisitos para começar um curso de massoterapia?

Para realizar a matrícula no curso de massoterapia, é exigido apenas que aluno tenha no mínimo 18 anos de idade, devendo comprovar também a conclusão do ensino médio.

9 – Qual é a diferença entre o massoterapeuta e o massagista?

A diferença entre o massagista e o massoterapeuta é dada pela profundidade da formação desses dois profissionais. Visto que um massagista domina uma quantidade de técnicas que foram aprendidas por meio de cursos livres, já o massoterapeuta é um profissional que através da sua formação técnica abrange conhecimentos mais avançados em relação à anatomia, fisiologia, biomecânica, cinesiologia e biossegurança.

10 – Qual é valor médio de um curso de massoterapia?

O valor de um curso de massoterapia está sujeito a variar muito, de acordo com a instituição escolhida. No curso no Senac, por exemplo,  essa formação custa em torno de por R$ 6.029,80 em parcelas que podem ser divididas em até 12 vezes  de R$ 502,48  ou em 28 vezes  de R$ 215,35.  Já no Espaço Espaço Bergqvist Massagem e Treinamento esse curso custa em torno de R$4400,00, com a possibilidade de ser dividido em até 10x de R$440,00 no cartão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s