A felicidade não simplesmente acontece


Algumas pessoas parecem achar que a felicidade é o resultado de todas as peças certas se encaixarem no momento certo. Você está andando na rua, encontra 50 reais, recebe um elogio de um estranho, conhece o homem ou a mulher dos seus sonhos (e não age como um completo idiota), vai à sua loja favorita e recebe 50% de desconto, etc.

É fácil ser feliz quando tudo parece estar dando certo para você. Mas eu acho que definir felicidade assim a reduz a um subproduto da sorte, um acidente – e a felicidade não é isso. Na verdade, se eu estivesse com um humor mais agressivo, até poderia argumentar que a sorte é que é um subproduto da felicidade.

A felicidade não simplesmente acontece

Alguns dias são bons, mas provavelmente há mais dias apenas medíocres ou simplesmente ruins – é nesses dias que a verdadeira natureza da felicidade se revela. Já conheceu alguém que continua positivo, mesmo quando tem um dia difícil em que parece que tudo o que poderia dar errado dá errado? Se estiver num dia difícil também, apenas estar perto de alguém assim pode ser animador (embora para outros seja irritante, mas isso geralmente é apenas um sinal de inveja).

As pessoas que conseguem sorrir mesmo nos piores momentos aprenderam uma lição muito importante, a mesma que declarei acima: A felicidade não simplesmente acontece.

A felicidade é uma escolha

Isso mesmo, uma escolha. Não um acidente, nem uma doação de caridade do universo. É claro que é bom receber essas “doações”, e é fácil se sentir feliz quando isso acontece, mas felicidade se trata de escolher ver a aventura em cada momento, escolher compreender que haverá luz após a escuridão, que sempre há algo de bom em todas as situações e em todas as pessoas, independentemente de quanto as coisas parecem estar feias.

Esse é o segredo da felicidade: escolhê-la. Não é sempre uma escolha fácil; às vezes, pode ser a última coisa que gostaria de fazer. Quando a tristeza vem, ou quando você não consegue ter um segundo de descanso, talvez só queira ficar emburrado e continuar chateado, dar continuidade à tristeza. É uma resposta natural, mas não um comportamento obrigatório; é uma escolha. E escolher ser feliz vai fazer de você uma pessoa melhor, mais forte, sábia e paciente.

Sempre temos a opção de ser felizes. Aprender a mudar nossa atitude é frustrante, mas, no fim, vale a pena. Quando escolhemos ser felizes, as coisas tendem a funcionar em nosso favor e parece que a sorte está do nosso lado. Mesmo que as coisas não aconteçam como quer, se escolher ser feliz, poderá aceitar as situações da forma que são e aproveitar a vida ao máximo, independentemente das cartas que receber.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s