Buraco negro


Buraco negro
O buraco negro pode liberar matéria por meio de jatos.

O buraco negro é criado a partir da atração estrelar da matéria de uma estrela morta para o seu núcleo, promovendo o aquecimento do mesmo. Quando o núcleo aquece, comprimido pela matéria que recebeu, gera explosões que liberam radiação e matéria no espaço. Após as explosões o núcleo permanece comprimido e maciço, o que gera uma imensa força gravitacional que consome até a luz.

O núcleo forte e maciço então passa a ser o centro do buraco negro e recebe o nome de singularidade gravitacional. A entrada do buraco negro, nomeado de horizonte de eventos, é por onde as matérias atraídas passam e desaparecem. O tamanho de um buraco negro é variável, porém, é necessário possuir três características distintas: massa, taxa de rotação (momentum angular) e carga elétrica. Tais características resultarão em uma densidade que chegará a ser infinita.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

A forma de detectar o buraco negro é bastante complexa, pois não há como ver o mesmo. Dessa forma, analisa-se a movimentação dos objetos, que quando estão indo em direção ao núcleo se movimentam de forma espiral; e a radiação liberada. A radiação liberada ocorre por causa do acelerado aquecimento da matéria, quando a mesma cai dentro do buraco negro. Tal radiação da matéria, liberada dentro do buraco negro, emite raio-x e jatos da mesma. Por meio desses objetos é possível medir aproximadamente a massa do buraco. Apesar de consumir matéria, os buracos negros não consomem tudo o que se aproxima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s